A época começou com uma vitória convincente frente ao Manchester City, por 3-0, um resultado que levou a que o Arsenal conquistasse a Supertaça Inglesa.

No campeonato os resultados nem sempre foram os mais desejados e a eliminação nos 16 avos-de-final da Liga dos Campeões, frente ao Mónaco, também suscitou críticas.

O mau momento já passou e, hoje, o Arsenal ocupa o 2º lugar do campeonato.

Títulos

O Arsenal quebrou o jejum de títulos na época passada ao conquistar a FA Cup, frente ao Hull City. 3-2 foi o resultado final, com os gunners a terem de recuperar uma desvantagem de 0-2, aos 8 minutos da partida.

A equipa orientada por Arsène Wenger iniciou esta época com a conquista da Supertaça, como já foi referido anteriormente, mas o caminho nem sempre se fez de vitórias.

Arsenal 3 - 0 Manchester City 2014

A época começou bem para o Arsenal ao vencer a Supertaça Inglesa, derrotando o Manchester City por 3 a 0. Depois as coisas não correriam tão bem a Arsène Wenger

Na Capital One Cup, o Arsenal perdeu em casa, na 3ª ronda, frente ao Southampton, por 2-1.

Na Liga dos Campeões, os gunners terminaram em 2º lugar no Grupo D, com 13 pontos, os mesmos que o Dortmund e mais 7 que Anderlecht e 12 que Galatasaray. Seguiu-se um embate frente ao Mónaco, da armada lusitana, comandada por Leonardo Jardim. Os franceses levaram a melhor ao passarem aos oitavos-de-final devido à regra dos golos fora. 3-3 foi o resultado final no conjunto das duas mãos.

O cenário na FA Cup e na Premier League tem sido feito de forma diferente, e com sucesso.

Na FA Cup, a equipa inglesa procura garantir o acesso à final da competição mas, para isso, terá de deixar para trás o Reading, jogo disputado em solo forasteiro no próximo dia 18 de Abril. Nos quartos-de-final o Arsenal eliminou o Manchester United, em Old Trafford, por 2-1.

No campeonato, o Arsenal apresentou momentos de maior fragilidade, não conseguindo transportar para dentro de campo a sobriedade e consciência táctica que caracterizaram muitas exibições esta temporada, o que resultou em 6 empates e 6 derrotas.

Por outro lado, quando a equipa consegue impor o seu estilo de jogo, rubrica exibições de elevado nível, vencendo até ao momento 20 jogos. Um total de 63 golos marcados e 32 sofridos, fazem do Arsenal uma das equipas mais finalizadoras da prova, mas também demonstra que, a nível defensivo, muito tem de ser feito para um clube que é favorito à conquista da Premier League todas as épocas.

Este sábado o Arsenal deslocou-se ao terreno do Burnley e venceu por 1-0, com golo de Aaron Ramsey. Com esta vitória, a equipa de Wenger carimbou a sua oitava vitória consecutiva no campeonato, um feito que não era alcançado desde a temporada 2003/2004, ou seja, há mais de dez anos. Vivem-se momentos de grande euforia no Emirates Stadium.

Forma

Wenger não conseguiu impor o seu estilo de futebol nos meses iniciais desta temporada. Nos jogos de maior grau de exigência, o Arsenal sentia dificuldades para travar as iniciativas contrárias e assumir o controlo do jogo.

Resolvidas essas lacunas, os gunners partiram para uma excelente campanha na liga. Em casa a equipa só conheceu, por uma vez, o sabor da derrota, e foi contra os rivais do Manchester United. 2-1 foi o resultado final.

Burnley 0 - 1 Arsenal 2015

Esta vitória por 1 a 0, no terreno do Burnley, voltou a colocar o Arsenal no caminho do título, logo atrás do Chelsea

Com a vitória este fim-de-semana, o Arsenal aumentou para 8 o número de vitórias consecutivas na Premier League.

O clube inglês vai entrar num ciclo decisivo onde vai disputar a meia-final da FA Cup, frente ao Reading, e logo de seguido recebe o Chelsea, jogo a contar para a 34ª jornada do campeonato.

Faltam 6 finais na liga e só um deslize do Chelsea poderá comprometer o título mas, a verdade é que o título está longe de estar entregue e o Arsenal parece determinado em voltar a entrar nas grandes decisões.

O treinador francês tem a capacidade de organizar um plantel com uma base bastante jovem. O Arsenal 2014/2015 contratou Alexis Sánchez, Danny Welbeck, Calum Chambers, David Ospina, Mathieu Debuchy, Damián Martínez, Gabriel Paulista e fez ainda regressar do empréstimo Francis Coquelin. Jogadores que têm sido primeiras escolhas. Uns pela qualidade que evidenciam e outros por terem aproveitado a onda de lesões que todos os anos atormenta o Arsenal.

Jack Wilshere recuperou da lesão e pode ser uma peça fundamental neste final de época, juntamente com o trio da frente, Giroud, Alexis e Cazorla.

Os gunners são o clube com mais marcadores na Premier League. Até ao momento, 15 jogadores do Arsenal já visaram as balizas adversárias. Uma características transversal a diversas posições.

Arsène Wenger foi muitas vezes criticado, num passado recente, mas voltou a colocar o Arsenal na discussão dos títulos. O 2º lugar esta temporada pode servir para relançar as bases de uma equipa vencedora.

Boas Apostas!