Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Estrela Vermelha – Olympiakos (Liga dos Campeões)

Os dois “outsiders” do grupo B da Liga dos Campeões 2019/20 medem forças pela primeira vez à segunda jornada. Em Belgrado, o Estrela Vermelha recebe o Olympiakos. Num grupo presumivelmente dominado por Bayern de Munique e Tottenham, os dois embates entre sérvios e gregos podem ser determinantes no apuramento para a Liga Europa.

Um desfecho tudo menos surpreendente. O Estrela Vermelha não se estreou da melhor forma na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 ao perder na visita à Allianz Arena para defrontar o Bayern de Munique por três bolas a zero. Os sérvios consentiram o primeiro golo à passagem do minuto 34 e “estiveram no jogo” até aos últimos dez minutos,atendendo à incerteza da diferença mínima apesar do domínio dos donos da casa, mas acabaram por consentir mais dois tentos nessa reta final do encontro.

Apurado para esta Liga dos Campeões depois de ter eliminado Suduva, HJK, Copenhaga e Young Boys, a participação do Estrela Vernelha na fase de grupos (pelo segundo ano consecutivo) já é, por si só, algo de muito positivo para o emblema de Belgrado, mas ao contrário do que aconteceu no ano passado quando partilhou o grupo com Liverpool, PSG e Nápoles, desta feita, a conjuntura deste grupo B obriga o conjunto sérvio a lutar pelo acesso à Liga Europa com o Olympiakos.

Após o desaire em Munique, o Estrela Vermelha também perdeu com o rival Partizan por duas bolas a zero, sendo que já no embate que antecedeu estes dois, frente ao Indija (2-1), o Estrela Vermelha tinha deixado alguns sinais preocupantes. As vitórias nas duas últimas jornadas terão permitido à equipa recuperar a confiança, uma vez que o Estrela Vermelha venceu o Vozdovac (1-3) e o “lanterna vermelha” Macva Sabac (3-1). Frente ao Macva, o português Tomané apontou um dos golos da equipa da capital sérvia.

É expectável que os donos da casa se apresentem no seu 1x4x2x3x1 com Jovancic e Cañas como médios de contenção e Marin mais solto no apoio ao ataque.

Jovicic não defronta o Olympiakos por lesão.

Onze provável: Borjan, Gajic, Milunovic, Degenek, Rodic, Cañas, Jovancic, Marin, García, Parra, Tomané

Liga dos CampeõesO Olympiakos, emblema grego que conta com um forte contingente português, protagonizou uma estreia auspiciosa na fase de grupos da Liga dos Campeões. Na receção ao Tottenham, à meia de hora de jogo, a equipa helénica já perdia por duas bolas a zero, tentos apontados por Kane e Lucas Moura, mas Daniel Podence e Mathieu Valbuena (grande penalidade) marcaram e permitiram à equipa do Pireu resgatar um ponto importante.

Os gregos impediram que os “Spurs” conquistassem os três pontos na capital grega e o Bayern de Munique também poderá passar dificuldades em Atenas, à semelhança do que acontecerá nas visitas ao Estrela Vermelha, conjunto que na época passada até venceu o Liverpool na Sérvia. Desse ponto de vista, a luta pelo terceiro lugar ganhará ainda mais interesse, uma vez que além dos confrontos direitos, os pontos conquistados nos encontros caseiros de sérvios e gregos também poderão ser fulcrais para o desfecho do grupo.

Líderes do campeonato grego com um ponto de vantagem em relação ao Xanthi, os comandados de Pedro Martins ainda não perderam na atual temporada. Em 12 jogos oficiais, venceram nove e empataram três – Plzen (0-0), Tottenham (2-2) e Panathinaikos (1-1). No fim de semana, os atenienses receberam e venceram o Lamia por duas bolas a zero com golos de Soudani e El-Arabi. Os portugueses José Sá, Rúben Semedo e Daniel Podence foram titulares.

Exceção feita ao jogo com o Plzen, o primeiro oficial na nova época, o Olympiakos marcou em todos os jogos na tual temporada. Só três equipas foram capazes de fazer golos aos homens do Pireu – FK Krasnodar, Tottenham e Panathinaikos. O De resto, está claro que falamos de três das equipas mais fortes com as quais o Olympiakos mediu forças até então.

A estratégia grega deverá ser idêntica à do Estrela Vermelha, apresentado um meio-campo com Bouchalakis e Guilherme a “fecharem” e Valbuena mais próxima de Masouras, Podence e Guerrero.

Fourtounis é a única baixa no Olympiakos.

Onze provável: José Sá, Elabdellaoui, Meriah, Semedo, Tsimikas, Guilherme, Bouchalakis, Valbuena, Masouras, Podence, Guerrero

Adivinha-se um encontro equilibrado, muito disputado a meio-campo e, atendendo à natureza das equipas em confronto, com alguns momentos de maior animosidade. Optar por um mercado que envolva sanções disciplinares poderá ser uma das alternativas a considerar para este encontro. Ainda que, em condições normais, o Olympiakos aparente ter melhores condições, custa a crer que o Estrela Vermelha não ponute a jogar nos seus domínios.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Olympiakos: Menos de 1.5 Golos 1.45 Betclic
estrela vermelha
Estrela Vermelha
  • País: Sérvia
  • Estádio: Estádio Estrela Vermelha
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

olympiakos
Olympiakos
  • País: Grécia
  • Estádio: Karaiskákis
  • Cidade: Piraeus
  • Fundação: 1925

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 2427
  • Média Odds usadas 1.73
  • Próg. certos 1317
  • Próg. errados 1021
comments powered by Disqus

Últimos jogos