Menu
  • 13 julho
  • 01:30
  • Bet.pt

A Bet.pt oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Estados Unidos – Martinica (Gold Cup 2017)

A segunda ronda do grupo B da Gold Cup 2017 coloca frente a frente Estados Unidos e Martinica, seleções com sortes distintas na jornada inaugural. A jogar em casa, a equipa norte-americana pretende vencer para se poder colar à liderança do grupo.

O equilíbrio predominou na partida entre Estados Unidos e Panamá, um dos desafios mais interessantes da primeira jornada da Gold Cup 2017. Os anfitriões da prova, crónicos candidatos à conquista do título a par do México, não foram além de um empate a uma bola com uma seleção que em 2015 ficou na terceira posição da prova, levando a melhor sobre os Estados Unidos no derradeiro duelo pelo pódio.

No Nissan Stadium, em Nashville, os seleccionados por Bruce Arena até se colocaram em vantagem graças a um golo de Dom Dwyer, um dos avançados mais cotados da Major League Soccer. Volvidos dez minutos, Miguel Camargo marcou para o Panamá e estabeleceu o empate final.

Para disputar esta edição da Gold Cup 2017, Bruce Arena preteriu dos serviços dos jogadores que atuam no futebol europeu. O único jogador da lista de convocados que não atua nos Estados Unidos foi titular: Joe Corona, camisola 10 e jogador do Club Tijuana, do México. Ainda assim, no onze que defrontou o Panamá, constaram vários jogadores com experiências em fases finais de grandes competições: Brad Guzan, Graham Zusi, Omar González e Alejandro Bedoya foram alguns deles.

Em caso de vitória, a seleção dos Estados Unidos ascenderá à liderança do grupo B com quatro pontos, objetivo que também está ao alcance do Panamá, seleção que precisa de vencer a Nicarágua.

Onze Provável: Brad Guzan, Graham Zusi, Omar González, Matt Besler, Jorge Villafaña, Kellyn Acosta, Joe Corona, Dax McCarty, Alejandro Bedoya, Kely Rowe, Dom Dwyer

gold cup 2017A seleção de Martinica estreou-se na fase de grupos da Gold Cup 2017 com uma vitória sobre a congénere da Nicarágua por duas bolas a zero, golos de Kévin Parsemain e Steeven Langil. A formação da nação insular, não reconhecida pela FIFA, deu um passo muito importante no que diz respeito ao acesso à fase seguinte, já que mais não seja como uma das melhores terceiras colocadas. Caso consiga conquistar mais um ponto, o acesso à fase a eliminar torna-se um dado adquirido e a seleção de Martinica fará história.

Para este duelo com a formação dos Estados Unidos, ciente de que não possui os mesmos argumento tanto coletivos como individuais, a seleção escolhida por Jean-Marc Civault deverá adotar uma postura mais conservadora, retraída, cedendo a iniciativa aos Estados Unidos. As principais investidas deverão surgir em contra golpe, pelos corredores, fazendo valer a capacidade física dos seus atletas.

Onze Provável: Kévin Olimpa, Karl Vitulin, Jordi Delem, Sébastien Crétinoir, Jean-Baptiste, Jean Nédra, Daniel Hérelle, Stéphane Abaul, Yoann Arquin, Kevin Parsemain, Johan Audel

A seleção dos Estados Unidos é totalmente favorita à vitória nesta partida e deverá conseguir cumprir esse objetivo com menor ou maior dificuldade.

Prognóstico Odd Casa Erro
Ambas Equipas Marcam: Não 1.50 Bet.pt
Estados Unidos
Estados Unidos
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade: Washington, D.C.
  • Fundação: 1913

Ver ficha completa

Martinica
Martinica
  • País: Martinica
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1569
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 814
  • Próg. errados 679
comments powered by Disqus

Últimos jogos