Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Valência?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Mestalla
Mestalla
  • País: Espanha
  • Cidade: Valência
  • Capacidade: 55.000

Ver ficha

O Valência nasceu a 5 de Março de 1919, no Torino Bar na baixa de San Francisco por um grupo de fãs de futebol, liderada por Octavio Augusto Miłego Diaz. Com o desaparecimento do Desportivo Espanhol, depois de um incidente trágico que levou à morte de um jovem jogador, o grupo de fãs decidiu criar um novo clube de forma a representar a cidade. No dia 18 de Março, aprovaram então oficialmente os estatutos do clube, dando-lhe o nome de Valência Foot-ball Club. Octavio Milego foi o fundador e primeiro presidente do clube. O seu primeiro jogo foi realizado no dia 21 de Maio frente ao Ginástico, acabando por perder.

Em 1923, o Valência participou no campeonato regional espanhol, acabando por ficar no 1º lugar, e pela primeira vez, ganharam o acesso à Taça do Rei. Em 1928 começou a jogar na segunda divisão do campeonato espanhol terminando a temporada em 5º lugar. Só na temporada 1930-1931 é que conseguiu o 1ºlugar na segunda divisão e assim subiu para a primeira divisão. O começo da nova experiência na primeira divisão não começou da melhor forma, o seu melhor resultado foi nas temporadas 1931-1932 e 1933-1934 obtendo o 7º lugar do campeonato espanhol. A Guerra Civil Espanhola marcou bastante o futebol, ficando este suspenso desde 1936 e 1939 e destruindo o estádio do Mestalla, o estádio do Valência construído em 1919.

valencia

Equipa do Valência ao vencer a Taça do Rei em 1999

Os anos 40 da história do Valência foram sem dúvida dos melhores momentos do clube, sob o comando do treinador Edmundo Suárez. Na temporada de 1941-1942, ganhou o campeonato espanhol, primeira divisão, chegou às semi-finais da Taça de Espanha. No entanto este foi só o início de vários títulos. Em 1943-1944 voltou a ganhar o campeonato e chegou à final da Taça do Rei, perdendo frente ao Atlético Bilbao. Nos dois anos seguinte marcou presença nas finais da Taça do Rei mas sem conseguir vencer. Em 1946-1947, já sob o comando de Vicente Morera, voltou a vencer o Campeonato Espanhol e nos dois anos seguintes ficou-se pelo segundo lugar. No entanto, foi na temporada de 1948-1949, agora no comando Edmundo Suárez e Vicente Seguí, que venceu a Taça do Rei frente Atlético Bilbao por 1-0.

Os anos 50 e 60 são possivelmente os piores anos da história do clube. Durante 20 anos o Valência não conseguiu ganhar uma única vez o campeonato espanhol, sendo que, os melhores resultados foram na temporada de 1952-1953, ficando no 2º lugar do campeonato e na temporada de 1953-1954 vencendo a Taça do Rei. Nos anos 60 as suas melhores marcas foram nas temporadas de 1061-1962 e 1962-1963 onde venceu por duas vezes a Taça das Cidades com Feira e também, na Taça do Rei, na temporada de 1966-1967 ganhando frente ao Atlético Bilbao.

Nos anos 70, o Valência conseguiu vencer o campeonato espanhol, na temporada de 1970-1971 e ficou em 2º lugar na temporada seguinte. Estes anos foram marcados com o acesso do Valência na Taça UEFA, em 1971-1972, mas sem conseguir passar da 2 ronda. Nas temporadas seguintes não obteve mais nenhum título, a não ser na temporada de 1978-1979 vencendo a Taça do Rei frente ao Real Madrid. Participou na Taça UEFA mas sem conseguir passar da 3 ronda. Na temporada 1979-1980, mesmo ficando no 6º lugar do campeonato, conseguiu vencer a Taça dos Vencedores das Taças frente ao Arsenal FC.

Os anos 80 do Valência ficaram marcados pela crise financeira que o forçou a vender os grande jogadores, de forma, a diminuir a dívida. No entanto, tal prejudicou a qualidade do seu futebol, como demonstrado pela falta de títulos. O Valência chegou mesmo a descer de divisão depois de na temporada 1985-1986 ter ficado no 16º lugar. Durante estes anos, o melhor resultado foi o 2º lugar no campeonato na temporada 1989-1990 ao comando de Fernando Gómez. Apesar das más prestações, marcou presença na Taça UEFA mas sem nunca chegar à 3 ronda.

Depois de uns anos negros do clube, marcados pela crise financeira, nos anos 90 já de viram muitas melhorias. Embora não tenham vencido mais campeonatos, os resultados já foram muito mais animadores. Em 1991-1992 e 1992-1993 o Valência ficou em 4º lugar no campeonato e na temporada de 1195-1996 terminou o campeonato em 2º lugar na tabela. Também os encontros europeus foram bem melhores, marcou presença em 5 competições da Taça UEFA sendo que numa delas, em 1997 chegou mesmo aos quartos-de-final. A temporada de 1998-1999 foi uma das melhores, conseguindo ficar em 4º lugar no campeonato, ganhou a Taça do Rei frente ao Atlético Madrid e venceu a Taça Intertoto contra o SV Austria Salzburg.

valencia

Festejos do Valência ao ganha a Taça UEFA frente ao Marselha

O início do novo século foi bastante bom para o Valência. Apesar de não ganhar o campeonato, conseguiu chegar por dois anos consecutivos à final da Liga dos Campeões, nas temporadas de 1999-2000 e 2000-2001, perdendo uma frente ao Real Madrid  e outra frente ao Bayern Munich, respectivamente. Também em 2000 ganhou a Supertaça Espanhola frente ao Barcelona. Na temporada de 2001-2002 o Valência chegou mesmo ao topo da tabela classifícativa, ganhando então o campeonato espanhol e chegou aos quatros-de-final da Taça UEFA. Em 2003-2004 voltou a vencer o campeonato sob o comando Mista e venceu a Taça UEFA frente ao Marselha. Desde ai que não conseguiu vencer mais nenhum campeonato, mas marcou sempre presença quer na Taça EUFA quer na Liga dos Campeões. Em 2005-2006 chegou à final da Taça Intertoto e na temporada de 2007-2008 venceu a Taça do Rei. As suas prestações nas competições europeias não têm sido as melhores, no entanto, tem conseguindo ao longo destes anos marcar a presença. Na temporada de 2013-2014, terminou no 8º lugar do campeonato e chegou à semi-final da Taça UEFA.