Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Schalke 04?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

estadio Veltins
Veltins Arena
  • País: Alemanha
  • Cidade: Gelsenkirchen
  • Capacidade: 61.481

Ver ficha

O Schalke 04 nasceu a 4 de Maio de 1904 por ideia de um grupo de estudantes. Inicialmente o clube teve dificuldades em participar nas competições oficiais, sendo obrigado a competir em provas clandestinas até que em 1912 uma união com o clube de ginástica da região abriu as portas do campeonato ao clube, agora sob o nome de Schalker Turnverein 1877. Esta união durou até 1915 quando o Schalke quis voltar a ser independente, mas também cedo se percebeu que assim não funcionava e em 1919 a união voltou a ser dada e foi então assim que em 1923 o Schalke conquistava o seu primeiro título de campeão regional. 

Em 1924 o Schalke quis novamente ser independente e voltou a separar-se do clube de ginástica, mas desta vez levava o presidente consigo. Foi então a partir daí que o Schalke ganhou o domínio regional, com um futebol característico baseado no passe curto e rápido, alterando também as cores do equipamento de vermelho e amarelo, como definido inicialmente, para o ainda actual azul e branco. Este estilo de jogo adoptado pela equipa do Schalke não demorou a dar alegrias aos adeptos, levando o clube logo em 1927 à primeira ronda das finais nacionais. Para afirmar ainda mais o seu domínio os dirigentes do Schalke decidiram em 1928 construir um novo estádio e logo em 1929 venceram o primeiro título de campeões da Alemanha Ocidental, mas este rápido crescimento não foi aceite da melhor maneira na altura principalmente pelos avultados salários que eram pagos aos jogadores e o clube foi banido das competições por quase um ano.

Felizmente para o clube, os seus adeptos não deixaram de o admirar e logo em 1931 num dos seus primeiros jogos depois da penalização sofrida o Schalke conseguiu levar cerca de 70.000 pessoas ao seu estádio para ver a partida frente ao Fortuna Dusseldorf. Com todo este apoio por parte dos adeptos a equipa mal sentiu o impacto do quase ano passado sem competir e em 1932 já estava nas meias finais do campeonato nacional, sendo eliminado pelo Frankfurt.

Em 1933 com a reorganização dada pelo regime nazi ao campeonato, deixaram de existir as inúmeras ligas regionais para passarem a haver dezasseis campeonatos principais, ficando o Schalke colocado num desses campeonatos. Desde este ano até à interrupção causada pela segunda guerra mundial em 1942 o clube venceu sempre a sua liga, e ainda o campeonato nacional por cinco vezes, em 1934, 37, 39, 40 e 1942.

No recomeço das competições depois da guerra o Schalke partiu com vantagem pois estava em melhor forma do que qualquer outro clube alemão, mas com outra nova reorganização de ligas o Schalke passou a classificar-se numa zona mais central da tabela classificativa. Ainda assim o clube conseguiu voltar aos bons resultados e a década de 50 trouxe mais alegrias aos adeptos, entre elas a conquista do último campeonato da Alemanha na história do clube em 1958.

Em 1963 era criada a Bundesliga e o Schalke foi um dos primeiros clubes a disputar a prova, tendo algumas dificuldades em adaptar-se nos primeiros tempos, em 1972 uma reestruturação do plantel fez com que a época de 73 fosse a primeira boa época do clube na Bundesliga, terminando em 2º e vencendo a Taça da Alemanha. Ainda neste ano o Schalke inaugurou um novo estádio com capacidade  para 70.000 pessoas, e voltou em 1977 a conseguir um segundo lugar, apenas um ponto atrás do campeão Dortmund. Mas esta performance não durou para sempre e a década de oitenta não é agradável para os adeptos de recordar pois em 1982 o Schalke estava na segunda divisão. Apesar de ter sido uma curta passagem de apenas um ano pelo escalão inferior do futebol alemão o clube voltou a descer pouco tempo depois, em 1988, voltando à Bundesliga apenas na temporada de 1992/1993. Desde aí o clube parecia outro, e em 1997 conquistam a Taça UEFA derrotando o Inter de Milão na final sob as ordens do alemão  Huub Stevens que era até à data um desconhecido.

Com a entrada no novo milénio as prestações do Schalke não perderam rendimento, tendo conseguido a conquista de mais uma Taça da Alemanha em 2001/2002, e três segundos lugares em 2001, 2005 e 2007. Foi no ano de 2005 que o clube conseguiu a segunda  qualificação para a Champions na sua história, tendo ficado em terceiro no grupo, sendo então direccionado para a Taça UEFA onde acabaria por chegar às semifinais. Em 2007 outra qualificação para disputar a prova milionária do futebol foi consequência de mais um segundo lugar na tabela, que levou a equipa a realizar a melhor prestação de sempre na Liga dos Campeões, onde atingiriam os quartos de final, sendo eliminados pelo Barcelona depois de terem eliminado o Porto.

Também neste ano se deu inicio a uma parceria entre o Schalke e o Zenit promovida pela Gazeprom, patrocinadora de ambos os emblemas e se comprometeu em gastar 125 milhões de euros com os azuis alemães num período de cinco anos e meio. Rapidamente puderam ser observadas as melhorias em todas as áreas do clube, mas principalmente nas contratações, com as chegadas de Klaas-Jan-Huntelaar e Raúl, ambos provenientes do Real Madrid.

Desde então que o clube se tem vindo a afirmar cada vez mais no futebol alemão com um jogo de qualidade e boas classificações, alcançando sempre os ingressos nas provas europeias.