Sugerir atualização
Tem mais informação sobre PSG?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Estádio Parque dos Principies
Parque dos Príncip
  • País: França
  • Cidade: Paris
  • Capacidade: 48.712

Ver ficha

O Paris Saint-Germain foi fundado em 1970 após um movimento de cerca de 20 mil parisienses que queriam na cidade uma grande equipa de futebol. O clube seria então fundado através duma fusão com o Saint-Germain-en-Laye, que tinha há pouco tempo atingido a segunda divisão francesa.

Logo então na estreia em 1970/71 a nova equipa venceu a segunda liga francesa, ganhando assim a promoção à Ligue 1. No entanto, o primeiro ano da equipa na disputa do campeonato francês ficou marcada por um desentendimento entre a parte amadora e a profissional da equipa, que acabariam por se separar, ficando os jogadores profissionais a disputar a Ligue 1, sob o nome de Paris FC, enquanto que os parisienses, pertencentes ao movimento fundador da equipa, foram relegados à 3ª divisão de França tendo-se mantido sob o nome de Paris Saint-Germain. Apesar da descida à 3ª liga, o PSG viria a ser reposto na Ligue 1 em 1973/74, depois de se ter profissionalizado. Finalmente a equipa iria conseguir firmar-se junto da já existente elite francesa, começando a melhorar a sua performance ano após ano.

O primeiro título do clube apareceria já na década de 80, mais precisamente na temporada 1981/82, quando venceram a Taça Francesa ao bater o Saint-Etienne na final. O título seria ainda repetido na temporada seguinte, em 1982/83, quando conseguiram também a sua primeira classificação no top-3 do campeonato, ao classificarem-se na 3ª posição. Esta primeira ameaça de assalto ao título foi então repetida e consumada com sucesso duas temporadas depois, na época 1985/86. Ainda nos anos 80 o PSG voltaria a conseguir uma classificação no top 3 da liga, na temporada de 1988/89, quando ficaram com a 2ª posição atrás do Marselha.

Já na última década do milénio, os parisienses começaram bem, conseguindo a 3ª posição no campeonato em 91/92, tendo na temporada seguinte sido 2º classificados, com a possibilidade de ser campeões, visto que foi retirado ao Marselha o título por manipulação de resultados, mas o PSG, 2º classificado, não aceitou o título, ficando por isso essa edição da Ligue 1 sem vencedor. Apesar disso o PSG conseguiria vencer na Taça Francesa, desta vez ao bater na final o Nantes por 3-0. O Paris Saint-Germain viria então a renovar o seu título de campeão em 1993/94, seguindo-se depois deste campeonato mais uma Taça de França em 94/95, e dois segundos lugares consecutivos na Ligue 1 em 95/96 e 96/97.

Pedro Pauleta, o português melhor marcador da história do PSG, com 109 golos em 212 jogos.

Pedro Pauleta, o português melhor marcador da história do PSG, com 109 golos em 212 jogos.

A partir de então, e principalmente com a entrada no novo milénio, o PSG, que havia apenas conseguido três segundos lugares após o último título, começou a contratar estrelas, entre elas Ronaldinho Gaúcho e Pedro Pauleta, tendo este último, português, deixado o seu nome para sempre na história da equipa, sendo ainda o melhor marcador de toda a história do clube. Apesar da contratação de nomes sonantes, o melhor da equipa foi apenas o 2º posto conseguido na temporada 2003/04, tendo depois disto a equipa passado por maus momentos, tendo ficado nas épocas de 2006/07 e 2007/08 classificada nos lugares 15 e 16 do campeonato, respectivamente.

O Paris Saint-Germain viu então o seu destino a mudar quando no início da temporada 2011/12 o clube foi comprado por um grupo de investimento do Catar, tendo então ficado Nasser Al-Khelaifi na presidência da equipa. Na primeira temporada do magnata na direcção o PSG viu o Montpellier ser campeão mesmo à sua frente, não tendo conseguido também grande sucesso nas competições europeias. No final da temporada seriam então apresentados Zlatan Ibrahimovic, Thiago Silva, Lavezzi e Verratti, entre outros. Estes nomes foram, e são ainda, fundamentais na equipa, tendo de imediato levado o conjunto parisiense à conquista do título de campeão francês em em 2012/13. Também nas competições europeias, mais precisamente na Liga dos Campeões, este foi um melhor ano para a equipa que conseguiu atingir os quartos de final, onde foram afastados pelo Barcelona após um empate a duas bolas em Paris e um empate a um golo em Espanha.

Já para a mais recente temporada de 2013/14 foram contratados Edinson Cavani, Marquinhos e Lucas Digne, encontrando-se neste momento o plantel recheado de grandes estrelas que todos os dias fazem a dimensão do clube aumentar.