Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Newell's Old Boys?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

A história do Newell’s Old Boys é um pouco mais antiga que a sua fundação. Tudo começou quando Isaac Newell abandonou a Inglaterra a bordo de um navio com destino à Argentina, tinha ainda 16 anos mas já era um aficcionado pelo futebol. Mais tarde, aos 31 anos, Newell abre o Colégio Comercial Anglicano e começa a emplementar o futebol na escola. No virar do século Isaac está numa fase terminal da sua vida pelo que deixa a direcção do colégio para um dos seus filhos – Claudio Newell. Claudio mostrou possuir a mesma paixão pelo futebol que seu pai, pelo que em 1903 cria um clube de futebol ao qual iria dar um nome em memória do pai – Newell’s Old Boys.

O clube saiu-se bem desde o início conquistando logo nas épocas 1905 e 1906 o campeonato regional de Rosario. Em 1907, depois da enchente de clubes criados em 1905, é criada uma nova liga superior a esta e o Newell’s foi dos clubes escolhidos para a disputar, mais uma vez com sucesso. Durante os 23 anos que se seguiram até se iniciar a era profissional do futebol argentino o Newell’s venceu esta prova por mais 8 vezes.

Em 1930, com o aparecimento do futebol profissional na Argentina a província de Rosario cria uma nova liga que o Newell’s disputou e venceu por 5 vezes até 1938, ano em que finalmente se inscreve na Associação Argentina de Futebol passando assim a puder disputar o campeonato nacional de futebol onde na época de estreia alcançou o 4º lugar.

Durante as próximas três decadas o Newell’s continuava a disputar esta competição descendo de divisão apenas uma vez, em 1960 voltando ao principal escalão do futebol argetino em 1964. Foi então na década de 70 que o Newell’s começou a mostrar o que era capaz ao conquistar pela primeira vez na sua história o campeonato nacional de futebol em 1974, o que lhes valeu também a primeira presença na Taça Libertadores da América em 1975.

O título de campeão nacional repetiu-se em 1987/88 quando o Newell’s conquistou a prova apenas com jogadores formados no clube o que é um facto notável para o futebol tanto na Argentina como em qualquer outra parte do mundo. Este campeonato valeu-lhes também a qualificação para uma das suas melhores prestações na Taça Libertadores da América, a par com a prestação de 1992, onde alcançaram a final da prova, perdendo ambas, primeiro para o Nacional do Uruguai e depois para o São Paulo do Brasil. A década de 90 deu ao clube mais três títulos de campeão nacional, em 1990, 91 e 92, valendo-lhes este último a qualificação para a anteriormente referida Taça Libertadores da América onde foram eliminados pelo São Paulo na final.

Já no novo século, em 2004, o Newell’s conquista o seu quinto título de campeão nacional, este com um sabor especial por acontecer pouco depois de celebração do centenário. Para verem outro título do Newell’s os adeptos tiveram que esperar até à mais recente temporada 2012/13 onde, na passagem dos 110 anos de história, o clube conquistou novamente a Primeira Divisão Argentina.