Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Mogi Mirim?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

vail-chaves
Vail Chaves
  • País: Brasil
  • Cidade: Mogi Mirim
  • Capacidade: 19.900

Ver ficha

O Mogi Mirim Esporte Clube foi fundado em 1932, sendo o primeiro clube daquela cidade do interior de São Paulo. A equipa iniciou-se de imediato a competir em competições amadores, sem qualquer fidelização à Federação Paulista de Futebol, e onde até foi bem sucedido. Apenas em 1950 o Mogi Mirim começa finalmente a disputar competições profissionais, maioritariamente na Série A3 do Campeonato Paulista.

Até 1975 o Mogi Mirim mantém-se nesta competição, no entanto sem grandes resultados, limitando-se a garantir a manutenção. Os objectivos da equipa mudam então quando em 1980 Wilson Fernandes de Barros entrou para a direcção do clube, fazendo-o chegar em apenas 6 anos ao principal escalão do futebol paulista, conquistando pelo caminho o título de campeão da Série A2 estatal em 1985. O Mogi Mirim conseguiu consolidar-se no Campeonato Paulista, voltando a conquistar o título de campeão da Série A2 em 1995, depois de ter sido despromovido em 1994.

Já a competir na Série B do Brasileirão, o Mogi Mirim é despromovido ao escalão C em 1998, após uma péssima colocação na prova. O Clube ficaria então afastado dos lugares cimeiros estatais durante longos anos, em que o principal destaque foi a subida à Série B do Brasileirão em 2002, depois do vice-campeonato na Série C. No entanto a subida do clube não levou à melhoria das exibições, pelo que a equipa voltou a cair na Série C do Brasileirão em 2004, seguindo de uma queda para a Série A2 do Campeonato Paulista em 2006.

Esta passam pelo escalão inferior do campeonato estatal duraria duas temporadas, até 2008, quando alcançou a 3ª posição da tabela, subindo assim de novo para o principal escalão dos campeonatos paulistas. O Mogi Mirim foi-se então aguentando naquele escalão até 2012, quando volta a fazer história ao classificar-se no 7º posto do Campeonato Paulista, que lhes garantiu acessa ao Campeonato do Interior Paulista que venceram ao bater o Bragantino na final com um agregado de 8-4.

Este título valeu também à equipa o regresso aos campeonatos nacionais, qualificando-se para a Série D do Brasileirão, de onde viriam a subir para a Série C após a primeira temporada em que terminaram na 4ª posição.