Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Liverpool?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

anfield road
Anfield Road
  • País: Inglaterra
  • Cidade: Liverpool
  • Capacidade: 45.522

Ver ficha

O Liverpool foi fundado em 1892 por John Houlding, proprietário do Estádio de Anfield que, depois de uma disputa com a administração do Everton (utilizadores do estádio até aí), acabou por se decidir a criar o seu próprio clube. O clube começou por se chamar Everton Athletic, mas acabou por mudar o seu nome para Liverpool FC apenas três meses depois, dado que a Liga Inglesa não aceitou a utilização de um nome que acabaria por se confundir com o dos rivais.

Na sua primeira temporada competitiva, o Liverpool venceu a Lancashire League, entrando na Segunda Divisão da Liga Inglesa em 1893-94. Conseguindo a promoção para a Primeira Divisão, o clube celebrou o seu primeiro título em 1901, a que se seguiu um outro em 1906. Só em 1914 o Liverpool disputou a primeira final da Taça de Inglaterra, ainda que sem sucesso, voltando a ser campeão nacional, por duas vezes, em 1922 e 23. Depois disso, um longo período sem qualquer sucesso de assinalar, com o título seguinte a ser conquistado apenas depois da II Guerra Mundial, em 1947. Mas terá sido sol de pouca dura, já que a equipa acabou por descer à Segunda Divisão em 1954, acabando por ser nessa situação que se processou uma mudança que viria a revolucionar o clube e influenciando-a durante várias décadas.

Bill Shankly Liverpool

Bill Shankly, técnico do Liverpool

Na época de 58-59, Bill Shankly foi nomeado Manager. As suas decisões implicaram a dispensa de 24 jogadores do plantel, bem como a reformulação de uma sala onde se costumavam arrumar botas, transformando-a no famoso “boot room”, onde se discutia o novo futebol da equipa. Junto com Shankly eram presenças habituais Joe Fagan e Bob Paisley, que o viriam a suceder.

Com Shankly, a equipa regressou à divisão principal em 1962, demorando apenas dois anos até se sagrar, de novo, campeão nacional, em 1964. Em 1966, o Liverpool foi uma vez mais campeão, tendo também atingido a final da Taça dos Vencedores da Taça, perdendo para o Bor. Dortmund. O primeiro título europeu acabou por surgir em 1973, na Taça UEFA, num ano em que a equipa acabaria também por conquistar o último título sob a direção de Bill Shankly, que seria substituído por Bob Paisley.

Paisley levou o Liverpool a outros voos. Em 1976 conquistou a Liga Inglesa e a Taça UEFA, seguido de mais um título e uma Taça dos Campeões Europeus em 1977. Em 1978 e 81 a equipa voltou a vencer a Taça dos Campeões, ganhando mais títulos nacionais em 1979, 80, 82 e 83. Ao todo, Bob Paisley conquistou 21 títulos enquanto Manager do Liverpool, apenas lhe tendo escapado uma Taça de Inglaterra. Depois do título de 83, retirou-se e deu o seu lugar a Joe Fagan, outro dos frequentadores do “boot room” de Shankly. Logo na sua primeira época, Fagan conquistou um tri – Campeonato, Taça da Liga e Taça dos Campeões Europeus – tornando-se no primeiro treinador inglês a somar três títulos em apenas uma temporada.

No ano seguinte, o Liverpool voltou à final da Taça dos Campeões, num jogo que ficou tristemente célebre pelo desastre de Heysel. A equipa inglesa acabou derrotada por 0-1 e, na sequência dos desacatos entre adeptos, ficou seis anos suspensa das competições europeias. Joe Fagan demitiu-se pouco depois, abrindo espaço para que Kenny Dalglish tomasse conta dos destinos do Liverpool, ainda como jogador. Com o escocês à frente da equipa, o Liverpool foi campeão por três vezes e ganhou duas Taças de Inglaterra. Mas em 1989 o clube viria a ser assombrado pela morte de adeptos, desta vez em Sheffield, numa meia-final da Taça disputada frente ao Nottingham Forest. Uma das consequências deste acidente foi a demissão de Kenny Dalglish, em 1991, tendo apresentado a Tragédia de Hillsborough e o que lhe seguiu como a principal razão para sair.

Steven Gerrard Liverpool

Gerrard com a Taça dos Campeões Europeus

Graeme Souness, outro antigo jogador da equipa, tomou o seu lugar, tendo conquistado a Taça de Inglaterra em 1992. Souness acabou substituído por Roy Evans, que ganharia a Taça da Liga em 1995, numa das décadas mais pobres da história da equipa de Liverpool. Só no século XXI a equipa voltaria a conquistar competições, sob o comando do francês Gerard Houiller, que no seu segundo ano à frente do clube, 2001, conquistou outro tri, Taça de Inglaterra, Taça da Liga e Taça UEFA. Houiller cedeu o seu lugar a Rafael Benítez, devido a complicações de saúde, e o espanhol levaria o Liverpool a vencer uma Liga dos Campeões, ainda que não tivesse conseguido terminar além de um quinto lugar na Liga.

Nas últimas épocas, o clube de Liverpool viu-se afetado pela compra, em 2007, realizada pelos norte-americanos George Gillett e Tom Hicks. Sem nunca terem recebido o apoio dos adeptos, para além das dificuldades financeiras sentidas para levar o clube de volta ao topo da Liga, acabaram por vender o clube ao Fenway Sports Group, em 2010. Em 2011-12, com Kenny Dalglish de volta ao lugar de Manager, o Liverpool regressou aos títulos, com a conquista da Taça da Liga. Mas a procura de uma melhor performance no campeonato levou à sua destituição, sendo Brendan Rodgers o atual técnico da equipa de Anfield.