Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Lille?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Estádio Pierre Mauroy
Pierre Mauroy
  • País: França
  • Cidade: Lille
  • Capacidade: 50.157

Ver ficha

O Lille nasceu de várias fusões de secções de futebol de outros clubes. A sua história começa no dia 25 de Maio de 1941, quando nasceu o Olympique Iris Club Lillois (OICL) fruto da fusão da secção de futebol do Olympique lillois e do Iris Club lillois. Apesar do seu estatuto de amador, o Olympique Iris Club participou no Campeonato Francês na épocas de 1941-1942 e 1942-1943 e na Taça de França na época de 1943-1944 acabando por perder frente ao Montpellier-Languedoc. Em 1943 o Iris Club, querendo manter o seu estatuto amador e a sua independência desportiva acaba por se desintegrar do Olympique Iris Club, passando então a designar-se apenas como Olympique Lillois. A 23 de Setembro de 1944, o Olympique Lillois e o Sc Fives acordam a fusão e a partir de 10 de Novembro de 1944 passa a designar-se como Lille Olympique Sporting Club. A fusão foi então assinada a 25 de Novembro de 1944. Na primeira temporada do Lille, os dois clubes que realizaram a fusão reúnem jogadores promissores para o clube. O primeiro jogo foi frente Racing Club de Paris para a Taça de França, mas devido à falta de experiência e a um plantel muito jovem, acaba por ser dominado, tornando-se num jogo unilateral e acaba por perder.

Em 1946, o Lille adquiriu o estatuto profissional e é apelidado de “Máquina de Guerra” por ter conseguido vencer o campeonato francês da primeira divisão e a Taça de França. Nos anos 40, o Lille conseguiu manter os bons resultados apesar de não ter obtido mais nenhum título no campeonato francês, terminando sempre em 2º lugar. Quanto à sua prestação na Taça de França, o Lille ganhou por três anos consecutivos e foi finalista em dois outros anos. Para um clube que tinha nascido a pouco tempo, os resultados eram bastante promissores.

lille

Equipa do Lille que venceu o campeonato francês em 1954

No final dos anos 40, o Lille sempre se manteve no 2º lugar do campeonato, e assim continuou no inicio dos anos 50, conseguindo essa posição 4 anos consecutivos. Os resultados foram melhorando e acabou mesmo por vencer o campeonato francês na época de 1953-1954. Contudo, em 1954, o clube atravessa o seu primeiro momento difícil, marcado pelo caso József Zakariás, um médio defensivo. No entanto, um outro homem se apresentou ao Lille, fazendo-se passar pelo jogador. Sem verificarem a sua identidade ou o contrato, o então presidente do Lille, Henno, chamou a imprensa para apresentar o novo “jogador”. O primeiro jogo foi frente ao FC Rouen, um jogo de preparação. O Lille acabou o jogo a perder e com casa cheia, o falso Zakariás agride um jogador adversário, ficando este maltratado. A polícia entreviu e o” jogador” foi preso, descobrindo então a sua verdadeira identidade. Devido a este episódio, a reputação do Lille ficou muito mal e a saída do defesa Van der Hart enfraqueceu bastante a equipa. Foi o pior ano, terminando a época de 1955-1956 em 16º lugar, o Lille acaba mesmo por descer para a segunda divisão. A volta à primeira divisão foi rápida, em 1956-1957 terminou a época no terceiro lugar da segunda divisão. Contudo os anos seguintes não foram fáceis, e o Lille não conseguiu arrecadar nenhum titulo, nem no campeonato nem na Taça de França.

Os anos 60, pode-se dizer, que foram os piores de sempre para a história do clube. Na época do 1959-1960 o Lille volta à segunda divisão e lá se manteve por cinco anos consecutivos, sem grandes resultados e praticamente sem jogar na Taça de França. Na época 1963-1964 subiu para a primeira divisão mas continuou com os maus resultados, que o levariam novamente para a segunda divisão nos finais dos anos 60. Os maus resultados no Lille deveu-se muito ao episódio trágico do falso jogador, mas também as consequentes crises financeiras que o clube passou, tendo de vender os melhores jogadores para se manter activo. A equipa nunca mais foi a mesma e isso ficou demonstrado nos maus resultados nos anos 60. Em 1969, o Lille passa mesmo grandes dificuldades, depois de descer novamente à segunda divisão, não consegue pagar os salários aos jogadores e com grande dívidas, abandona o seu estatuto profissional. Na época de 1969-1970, o Lille jogou então no Campeonato amador de França, terminado em 10º lugar.

Nos anos 70 e depois de um ano no campeonato amador, o Lille é um dos 19 clubes selecionados para volta à segunda divisão e assim fazer parte das 48 equipas que participaram  na nova e reestruturada segunda divisão. Estes anos também não foram os melhores, ficaram marcados principalmente com as consecutivas subidas e descidas à primeira divisão. Na primeira divisão, os seus melhores resultados foram nas temporadas de 1974-1975 e 1975-1976 ficando no 13º lugar. Já no fim dos anos 70, o Lille volta a subir à primeira divisão podendo dizer-se que os anos seguintes não foram de grandes glórias mas manteve-se sempre na primeira divisão.

Em 1980, o Lille torna-se uma sociedade anónima em que o seu maior accionista é a cidade de Lille. Com um forte financiamento, o clube consegue novamente estabilidade e apesar de não ganhar nenhum titulo no campeonato francês, conseguiu chegar às meias finais da Taça de França em 1985. Os anos 90 não foram de grandes resultados, o Lille voltou às crises financeiras, quase chegando à falência. No entanto, Bernard Lecomte foi nomeado para presidente do clube e para voltar a fazer uma reestruturação, não podendo comprar novos jogadores e vendendo os seus melhores jogadores, de forma a diminuir a dívida. O Lille conseguiu manter-se várias temporadas seguidas na primeira divisão, apesar das fracas prestações. Nos finais dos anos 90, na temporada 1997-1998 volta a descer para a segunda divisão, muito por causa da crise financeira. O maior accionista manda então privatizar o clube porque as dívidas eram demasiado grandes.

lille

Festejos do Lille ao ser campeão francês em 2011

Nos inícios no novo século e depois da privatização, o Lille volta à primeira divisão, sob o comando de Halilhodžić, terminando a temporada de 2000-2001 em terceiro lugar. Nos dois anos seguintes o Lille conseguiu manter uma boa prestação apesar de não vencer nenhum título. O importante foi mesmo a sua presença na Liga dos Campeões, na temporada 2001-2002, ficando-se pela fase de grupos mas dando-lhe acesso ao Taça UEFA onde também não obteve grandes resultados. Na temporada de 2002-2003 ficou em 14ºlugar na Ligue 1 mas conseguiu chegar à final da Taça Intertoto, perdendo frente ao VfB Stuttgart. Nos anos seguintes o Lille manteve-se na Ligue 1, em que o seu melhor resultado foi na temporada 2004-2005, conseguindo ficar no 2º lugar e sendo um dos vencedores da Taça Intertoto, que lhe deu acesso à Taça UEFA, chegando mesmo aos oitavos-de-final.

Os resultados nas temporadas seguintes não foram muito animadores, contudo o clube obteve uma grande vitória na temporada de 2010-2011, ganhando o campeonato francês, que lhe deu acesso directo à Liga dos Campeões, como também, ganhou a Taça de França. Foi então uma grande vitória para o clube, que depois de crises financeira, por vezes perto da falência, consegui aguentar-se e acabou por obter grandes vitórias. A sua prestação na Liga nos Campeões não foi assim tão gloriosa, perdendo na fase de grupos. Nas temporadas seguintes, marcou presença na Ligue 1, conseguindo nas temporadas de 2011-2012 e 2013-2014 o terceiro lugar no campeonato francês mas sem ganhar nenhuma Taça de França nem Taça da Liga Francesa. A sua presença na Liga dos Campeões tem sido constante, mas sem obter grandes resultados.