Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Guarani?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Brinco de Ouro
Brinco de Ouro
  • País: Brasil
  • Cidade: Campinas
  • Capacidade: 29.130

Ver ficha

O Guarani foi fundado em 1911 na cidade de Campinas em pleno interior do estado de São Paulo. Iniciando-se a competir em pequenos torneios de forma amadora e sem qualquer tipo de registo, numa altura em que os clubes do interior ainda não eram admitidos no principal Campeonato Paulista. Finalmente em 1927 iniciam-se a competir no Campeonato Paulista da Associação Paulista de Desportos Terrestres. No entanto a disputa desta prova duraria apenas por quatro temporadas, passando o Guarani em 1931 a disputar o Campeonato Amador do Interior.

Até 1947, ano em que foi permitida a profissionalização das equipas do interior, o Guarani conquistou um título de campeão do Campeonato Amador do Interior em 1944. Após a profissionalização o clube, que passou a disputar a segunda divisão divisão estatal, conseguiu a subida ao principal escalão estatal logo após a segunda temporada com a conquista do título de campeão da Série A2 do Campeonato Paulista.

guarani 1978

Equipa do Guarani que em 1978 conquistou o título de campeã do Brasil.

Daí em diante o Guarani manteria-se na primeira divisão estatal com classificações regulares na zona superior da tabela. O grande feito da equipa acontece somente em 1978 quando, com uma equipa repleta de estrelas como Zenon ou Careca, o Guarani conquistou a Série A do Campeonato Brasileiro com uma na final a duas mãos sobre o Palmeiras, com um agregado de 2-0. Este feito vale ainda nos dias de hoje a distinção de primeiro e, até ao momento único, clube do interior brasileiro a conquistar um título de campeão nacional. Depois disto o clube viveu um período de instabilidade, sendo mesmo relegado à Série B do Brasileirão em 1980, de onde conseguiriam a promoção logo em 81 com a conquista do título de campeão da Série B.

Nos anos que se seguiram o clube esteve, por duas vezes, perto de repetir o título de campeão nacional. A primeira em 1986, quando atingiram a final onde foram derrotados pelo São Paulo nos penaltis, após dois empates, a uma e a três bolas, na primeira e na segunda mão da final, respectivamente. No ano seguinte o cenário repetiu-se, novamente com o São Paulo a superiorizar-se ao clube do interior paulista que ficou assim mais uma vez com a segunda posição da tabela. Na temporada seguinte o Guarani voltou a exibir-se a alto nível, desta vez no campeonato estatal, onde alcançaram mais uma 2ª posição. Depois disto o clube voltou a passar por momentos de turbulência sendo relegado para a Série B do Brasileirão em 1989, voltando a ser promovido logo no ano seguinte com o 2º lugar na tabela do secundário campeonato estatal.

Na temporada de 1994 o Guarani voltou a estar em grande no campeonato nacional, classificando-se na 3ª posição da tabela geral, garantindo assim presença na Copa Sudamericana de 1995, onde no entanto acabaram por cair de imediato ainda na primeira fase da prova. Depois de voltar a estar na ribalta, o clube paulista passou por uma fase menos bem conseguida que culminou com nova descida de divisão em 2004. O estado da equipa não melhorou e em 2006 o Guarani enfrenta uma dupla despromoção, a nível nacional e estatal, com a descida à Série C nacional e A2 estatal. Da divisão secundária estatal, o clube viria a recuperar logo na temporada seguinte, no entanto, a nível nacional o Guarani manteve-se pela Série C por mais duas temporadas, alcançando a promoção apenas em 2008. Esta foi então a primeira de duas subidas consecutivas do clube que assim atingiu a Série A do Brasileirão em 2010, sendo no entanto despromovido logo ano de regresso junto da elite brasileira.

O Guarani, infelizmente para os seus adeptos, nada foi capaz de fazer para contrariar este trajecto descendente, tendo sido já em 2012 despromovido de novo da Série B brasileira para a Série C e em 2013 da Série A1 do Campeonato Paulista para a Série A2.