Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Gil Vicente?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Estádio Cidade de Barcelos
Cidade de Barcelos
  • País: Portugal
  • Cidade: Barcelos
  • Capacidade: 12.504

Ver ficha

Fundado em 1924, o Gil Vicente deparou-se com alguns problemas nos seus primeiros anos, entre eles, a falta de campo de jogos e até mesmo de jogadores. Rapidamente a falta de campo foi resolvida, com a ajuda dos vizinhos Triunfo Sport Clube, que cederam o Campo da Estação para que o Gil pudesse disputar os seus jogos. Finalmente em 1933 o Gil Vicente consegue o campo próprio, o Campo da Granja, que mais tarde, em 1946, com a morte em campo do atleta do Gil, Adelino Ribeiro Novo, após um choque com um jogador adversário, passou a chamar-se Estádio Adelino Ribeiro Novo.

Durante os anos 40, o clube de Barcelos fixou-se na Liga de Honra. Em 76/77 o clube mostra-se pela primeira vez, fazendo uma boa campanha na Taça de Portugal onde apenas foram eliminados pelo SC Braga nas meias-finais, e na temporada seguinte era nos quartos de final que o clube caía, desta feita, frente ao FC Porto.

No campeonato as coisas foram diferentes e apenas nas épocas de 87 e 89 o clube começou a chegar aos lugares cimeiros, conseguindo dois terceiros lugares, e logo se anteviu o a subida, que viria mesmo a chegar na época de 89/90. Os gilistas adaptaram-se bem à Primeira Liga e conseguiram mesmo algumas vitorias frente aos grandes, mas em 96/97 má época ditava a primeira descida de divisão do clube. Em 98/99 o clube voltou a subir para a primeira liga e logo nesse ano acabaram o campeonato no 5º lugar, a melhor classificação de sempre do Gil no principal escalão de futebol português.

No novo sec. XXI o clube passou os primeiros 7 anos junto dos grandes. Durante esse período, o Gil Vicente viu um jogador seu vestir a camisola da Selecção nacional – Luís Loureiro ficou para a historia como o primeiro jogador do Gil a vestir a camisola das quinas, em 2003. Em 2004, com a construção do Estádio Cidade Barcelos, o clube abandonou o velhinho Adelino Ribeiro Novo para passar a jogar no novo estádio da cidade. Em 2006, ás custas do Caso Mateus, que envolveu a inscrição do jogador na liga de clubes, o clube voltou a descer para a Segunda Liga.

Em 2010/11 o Gil repetiu o titulo de 98/99 e voltou a subir à Primeira Liga, com vontade de mostrar serviço e impôs-se aos três grandes: FC Porto (3–1), Sporting (2–0) e  Benfica (2–2). Neste mesmo ano o clube atingiu a sua primeira final, na recente Taça da Liga,  eliminando no seu percurso o SC Braga e o Sporting, acabando por perder na final com o Benfica.