Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Getafe?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Estádio Alfonso Pérez
Coliseum Alfonso P
  • País: Espanha
  • Cidade: Madrid
  • Capacidade: 17.393

Ver ficha

O Getafe é o herdeiro do já extinto Clube Getafe Deportivo, fundado em 1945, por vários moradores da região. Contudo desapareceu oficialmente a 24 de Fevereiro de 1946. Este clube já era descendente de um outro clube, o Getafe Desportivo que foi fundado por um artista e escultor Montagud Filiberto em 1923. Participou durante algumas temporadas nos regionais, no entanto, desapareceu em 1933. O Clube Getafe Deportivo renasceu passados uns bons anos. Em 1981-1982 o clube desceu à segunda divisão B depois de se manter seis anos consecutivos na segunda divisão. Devido às imensas dívidas do clube, ele foi obrigado a descer à terceira divisão. Prevendo já a dissolução do clube, o Club Getafe Promessas, a segunda filial do clube, fundiu-se com o Club Deportivo Peña Getafe, outro clube existente na região, criando assim o Club Deportivo Getafe Promessas, que começou por competir na segunda regional. A 1 de Julho de 1983, o Getafe Clube Deportivo, sociedade afogada em dívidas, foi dissolvida. Depois disto, todo o equipamento desportivo passa a pretender ao Club Deportivo Getafe Promessas que com ajuda da Câmara Municipal e dos sócios, numa reunião realizada a 8 de Julho de 1983, o clube passou a denominar-se por Getafe Club de Futebol.

getafe

O começo da história do Getafe em 1945

Os anos 90 começaram com o Getafe CF a jogar na segunda divisão B, tendo sido vice-campeão em 1989-1990, mas sem conseguir a subida à segunda divisão. Em 1990-1991 terminou o campeonato em 4º lugar, mas mais uma vez não conseguiu a subida à segunda divisão depois de disputar a promoção contra o Real Racing Club de Santander, Cartagena FC e o Córdoba CF. Foi então a 11 de Junho de 1994 que o Getafe Cf terminou o campeonato em segundo lugar, conseguindo assim a tão esperada subida à segunda divisão. Permaneceu na segunda divisão por dois anos mas sempre no fundo da tabela classificativa. Na temporada 1994-1995 terminou o campeonato no 18º lugar e na temporada seguinte terminou em 19º lugar, voltando assim a descer à segunda divisão B. Em 1996-1997 terminou em 16º lugar na segunda divisão. Os resultados nas temporadas seguintes foram melhorando e em 1998-1999 foi vice-campeão subindo assim mais uma vez à segunda divisão. Estes anos ficaram marcados pelas sucessivas descidas e subidas, já que o seu futebol não era ainda forte e seguro para conseguir manter-se na segunda divisão.

Na temporada de 1999-2000 jogou então na segunda divisão, conseguindo terminar no 19º lugar. Assim sendo, só conseguiu a manutenção porque o Atlético de Madrid foi obrigado a descer de divisão, ficando assim a ocupar o seu lugar na segunda divisão. Na temporada seguinte, o mesmo não se sucedeu, terminando em 21º lugar, o Getafe CF voltou a descer à segunda divisão B. As sucessivas subidas e descidas continuavam a marcar a história do clube. Na temporada 2001-2002 o clube passou por diversas dificuldades económicas ficando os jogadores por vários meses sem receber salários. Contudo, no fim da temporada, um grupo de empresários do Getafe assumiram o clube colocando na presidência Angel Torres Sanchez. O principal objectivo era conseguir a estabilidade económica do clube. Apesar de todos estes problemas, o Getafe CF conseguiu terminar a temporada em 5º lugar,  disputando a fase de subida e alcançando assim o segunda divisão, pela terceira vez. Manteve-se na segunda divisão por mais dois anos. Na temporada 2002-2003 terminou o campeonato em 11º lugar e na temporada seguinte, vez uma exibição fantástica conseguindo o óptimo 2º lugar, que lhe deu acesso pela primeira vez na sua história à primeira divisão.

getafe

Festejos dos jogadores do Getafe CF ao marcar um golo frente ao Osasuna.

Em 2004-2005 o Getafe começou então a jogar na primeira divisão terminando o campeonato em 13º lugar. Na temporada seguinte os resultados foram melhores, terminando em 9º lugar. Na temporada 2006-2007, o Getafe conseguiu novamente o 9º lugar no campeonato e alcançou pela primeira vez a final da Taça do Rei, perdendo frente ao Sevilla por 1-0. Na temporada seguinte, os seus resultados no campeonato foram ligeiramente piores, terminando em 14º lugar, no entanto, pela segunda vez consecutiva alcançou a final da Taça do Rei, deixando para traz o Levante, o Mallorca e o Racing de Santander, mas perdeu na final por 3-1 frente ao Valência. Nesta mesma época, participou pela primeira vez na Taça UEFA, isto porque, na temporada passada conseguiu ser vice-campeão da Taça do Rei e também porque o Sevilha já estava classificado. Assim sendo, o recém-chegado a estas competições, fez boas exibições e alcançou os quartos-de-final, perdendo frente ao Bayern Múnich. Em 2009-2010 conseguiu o melhor resultado de sempre na primeira divisão, ficando no 6º lugar do campeonato, dando-lhe assim acesso mais uma vez à Taça UEFA. Nesta mesma temporada alcançou as meias-finais da Taça do Rei, deixando para traz o Málaga, o Mallorca, mas perdendo frente ao Sevilha. Na temporada seguinte os resultados foram piorando, terminou o campeonato em 16º lugar e a sua prestação na Taça UEFA não foi a melhor, ficando-se pela fase de grupo. Em 2012-2013, terminou o campeonato em 10º lugar, contudo ainda alcançou os oitavo-de-final da Taça do Rei, perdendo contra o Atlético de Madrid por 3-0. Em 2013-2014, voltou a terminar o campeonato a meia da tabela, no 13º lugar, mas conseguiu mais uma vez alcançar os oitavos-de-final da Taça do Rei, sendo derrotado pela Barcelona.