Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Fulham?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

estadio Craven Cottage
Craven Cottage
  • País: Inglaterra
  • Cidade: Fulham
  • Capacidade: 30.000

Ver ficha

Clube fundado em 1879 como Fulham St Andrew’s Church Sunday School FC, pelos paroquianos desta igreja, na sua maioria adeptos de críquete. Em 1887, venceram a Taça Amadora de West London, vindo a conquistar o título da West London League em 1893. Desde 1888 o seu nome passou a ser o atual, Fulham Football Club. Em 1896, instalou-se em Craven Cottage, onde está o seu atual estádio. O clube viria a tornar-se profissional em 1898, passando a jogar na Southern League, onde conquistaria dois títulos, em 1906 e 1907.

Fulham Liga Europa

O onze titular na final da Liga Europa.

A partir de 1907, o Fulham entrou na Liga de Futebol, estreando-se na Segunda Divisão. O clube mantém-se nesse nível até 1927-28, quando desce à Terceira Divisão, entretanto criada. Nessa época, o clube utilizou em apenas um jogo o egípcio Heggy Hegazi, o primeiro não-britânico a jogar na Liga Inglesa. Em 31-32, o clube viria a sagrar-se campeão da 3ª Divisão. Criando-se estruturas para crescer, o Fulham viu a sua ascensão interrompida pela II Guerra Mundial, só subindo à Primeira Divisão em 1949. Nesse mesmo ano, John Fox Watson viria a transferir-se para o Real Madrid, sendo o primeiro britânico a sair para jogar num dos grandes clubes europeus. Depois de apenas três anos no topo do futebol inglês, sempre com épocas sofríveis, o Fulham voltaria a descer, para reencontrar o caminho para o topo em 1958, no ano em que também atingiu as meias-finais da Taça de Inglaterra.

Dessa equipa faziam parte duas de grandes figuras da história do Fulham. Graham Leggat chegou em 1958 para marcar 134 golos em 277 jogos com a camisola do Fulham, sendo atualmente um dos cinco jogadores com mais golos no clube. John Haynes, ou “O Maestro”, jogou no clube entre 1952 e 1970, tendo completado 594 jogos. Sendo considerado um dos melhores jogadores ingleses do seu tempo, a sua carreira foi fragilizada por um acidente de carro que o fez ficar de fora do Mundial de 1966. Depois de recuperar, Haynes nunca mais atingiu o mesmo nível.

George Best Fulham

George Best no Fulham

Em 59-60, o clube conquista uma das suas melhores classificações de sempre, terminando em 10º lugar na Primeira Divisão. Menos de dez anos depois, iniciou a sua descida ao abismo. Em épocas consecutivas, 67-68 e 68-69, o Fulham desceu até à Terceira Divisão. Durante os anos 70 e 80, o clube pode orgulhar-se de ter atingido a sua única final da Taça de Inglaterra, em 1975, quando perdeu por 0-2 para o West Ham. No entanto, e apesar de ter visto passar pelo clube grandes nomes como Bobby Moore, George Best e Rodney Marsh, o clube andou sempre entre a Segunda e a Terceira Divisão. Em 93-94 o clube desceria ainda mais baixo, até ao quarto nível da Liga Inglesa.

1997 está marcado pela compra do clube por Mohamed Al-Fayed, que prometeu restituir o Fulham ao topo. Algo que cumpriu chamando ao clube treinadores como Ray Wilkins, Kevin Keegan, Paul Bracewell e Jean Tigana. Em campo, vestiram a camisola do clube jogadores como Paul Peschisolido, Chris Coleman, Sean Davies e Louis Saha. Em 2001, o Fulham estreava-se na Premier League. Craven Cottage teve que ser reconstruído para se adaptar às normas da Liga, levando o Fulham a jogar em Loftus Road, estádio do QPR, entre 2002 e 2004.

Em dezembro de 2007, Roy Hodgson é contratado para Manager do clube, levando-o a terminar em 7º lugar em 2009, conquistando um lugar na Liga Europa. No ano seguinte, o Fulham atingiu um nível nunca antes alcançado. Para além de terminar em 12º lugar na Liga e ter atingido os quartos-de-final da Taça de Inglaterra, o Fulham jogou a final da Liga Europa, onde foi derrotado pelo Atlético de Madrid por 1-2, após prolongamento.

Atualmente, o Fulham, orientado pelo holandês Martin Jol, é uma equipa que conquistou a estabilidade na Premier League, sendo uma das equipas que costuma ocupar o meio da tabela desta competição.