Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Fluminense?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Maracanã
Maracanã
  • País: Brasil
  • Cidade: Rio de Janeiro
  • Capacidade: 78.838

Ver ficha

O Fluminense foi fundado em 1902 por iniciativa do jovem Oscar Cox que desenvolveu a paixão pelo futebol enquanto estudou na Suiça. O nome Fluminense surgiu por por unanimidade, vindo do latim flumen que significa “rio”. O primeiro jogo da equipa aconteceu logo no ano de fundação, diante do Rio Football Club com vitória para o Flu por 8-0.

A partir de 1904 os jogadores e a direcção do Fluminense empenharam-se na criação de uma liga organizada de futebol no Rio de Janeiro – o Campeonato Carioca. Esta ideia foi então aprovada em 1905, realizando-se a primeira partida da prova em 1906 entre o Fluminense e o Payssandu que terminaria com vitória dos homens comandados por Cox por 7-1. O Flu dominou as primeiras edições do Campeonato Carioca com 5 títulos nos 6 primeiros campeonatos, tendo 3 deles sido conquistados de forma invicta em 1908, 1909 e 1911. Neste último ano, devido a conflitos internos, 9 jogadores da equipa titular do Fluminense, encabeçados por Alberto Borgerth, decidiram abandonar o clube para dar origem ao futebol no Flamengo, que até à data se dedicava exclusivamente ao remo. Com este desfalque o Flu passou por anos menos bem conseguidos, voltando a sagrar-se campeão do Campeonato Carioca apenas em 1917, repetindo-o por mais duas vezes nas duas temporadas seguintes, selando assim o primeiro tri da história do clube.

estadio das laranjeiras 1920

Estádio das Laranjeiras, primeiro estádio do Fluminense, ainda na década de 20.

Durante este período vitorioso do Fluminense, a Confederação Sul-Americana de Futebol elegeu o Brasil como país sede do Campeonato Sul Americano de Seleções de 1918 (que devido a problemas com a Gripe Espanhola viria a acontecer apenas em 1919). Assim, como o governo brasileiro não tinha capacidades financeiras nem estruturais para a organização de tamanha competição, o recurso foi o Fluminense, que apesar dos apoios, foi forçado a contrair um empréstimo para assim poder construir aquele que por muitos anos foi o reduto do clube – o Estádio das Laranjeiras, que foi inaugurado durante a prova numa partida que terminou com a vitória do Brasil sobre o Chile por 6-0.

O mesmo episódio repetiu-se poucos anos depois, em 1922, quando o Fluminense se comprometeu a organizar de novo a prova sem qualquer contribuição do estado brasileiro. Como resultado disto, após o título isolado de campeão do Campeonato Carioca em 1924, o Flu voltaria a festejar a glória apenas em 1936, depois de em 1935 contratar 11 jogadores da seleção estatal de São Paulo com o objectivo, bem sucedido, de reconduzir o Flu no caminho das conquistas. Depois da conquista do Campeonato Carioca de 1936 o clube lançou-se em mais uma senda vitoriosa, repetindo o feito daquele ano por mais 4 vezes até 1941 (5 anos), falhando apenas o campeonato de 1939. Durante a década de 30, principalmente nos anos finais e muito devido à Segunda Guerra Mundial, o clube decidiu fundar uma escola de instrução militar onde ofereceu cursos de enfermagem de modo a auxiliar as forças brasileiras nos países europeus, em especial na Itália.

Depois de 1941, novo título surgiria apenas em 1946, repetido já só na década seguinte em 1951, depois de em 1949 terem recebido pelo Comité Olímpico Internacional a Taça Olímpica, que é considerado como um Prémio Nobel no mundo do desporto, ao ser considerado o clube que mais fez pelo desporto. Esta foi também a primeira e única vez até à data que uma equipa de futebol recebeu tal distinção.

Em 1952 o Fluminense disputou no Rio de Janeiro a Copa Rio Internacional (prémio que precedeu ao actual mundial de clubes) tendo mesmo vencido a prova ao derrotar na final o Corinthians depois de deixar pelo caminho equipas como o Sporting e o Peñarol. A década de 50 continuou e o Fluminense foi incapaz de se voltar a impor a nível estatal durante estes anos sendo o seu acontecimento maior, antes de nova conquista do Campeonato Carioca de 1959, a vitória por 3-0 sobre o FC Porto numa partida amigável disputada no Maracanã que contou com 101.745 pessoas nas bancadas, sendo este um recorde de assistência do Fluminense em partidas internacionais.

waldo machado

Waldo Machado, o melhor marcador da história do Fluminense com 319 golos em 403 partidas.

No início da década de 70 o clube tricolor vê o seu maior goleador rumar em direcção à Europa para representar o Valência de Espanha. Foi ele Waldo Machado que deixou o Flu após 403 jogos como 319 golos apontados para se tornar no segundo maior marcador de todos os tempos da equipa espanhola. No entanto, o Fluminense ressentiu-se desta saída, o que se pode comprovar pela escassez de títulos na década de 60 em que apenas por duas vezes festejaram a conquista do Campeonato Carioca (1964 e 1969). Depois da conquista do título de 1969 a equipa do Flu ganhou motivação para a disputa Torneio Roberto Gomes Pedrosa, que foi a prova base do Campeonato Brasileiro, vencendo o torneio ao alcançar o 1º posto do grupo final composto por Palmeiras, Atlético Mineiro e Cruzeiro, respectivamente 2º, 3º e 4º classificados. Depois desta conquista nacional, o Fluminense viria ainda a sagrar-se campeão estatal por mais 4 ocasiões na década de 70: as duas primeiras de forma isolada, em 1971 e 73 e os outros dois de forma consecutiva nos anos de 1975 e 1976, com um plantel completamente recheada de estrelas, sendo que apenas um jogador daquela equipa não representou a Seleção Nacional Brasileira.

Depois deste bis, o plantel tricolor passou por uma profunda reforma, entrando na década de 80 com uma equipa da qual apenas dois jogadores não passaram pelas categorias base do Fluminense. Desta forma o clube conquistaria logo em 1980 mais um Campeonato Carioca. Nova senda vitoriosa viria a surgir em 1983 com a conquista de mais um campeonato estatal que se viria a repetir nos dois anos seguintes, dando mais um tricampeonato ao Fluminense. Ainda durante estes 3 anos, em 1984, o Flu conquistou o seu 2º campeonato nacional, desta vez já na Série A ao derrotar na final a duas mãos o Vasco da Gama depois de uma vitória por 1-0 no primeiro jogo e um empate a 0 no segundo. No entanto, depois do estatal de 1985 o clube viria a imergir em mais uma crise que o afastaria dos títulos por 10 anos, sendo o momento mais alto desta fase, que terminou com a conquista do Campeonato Carioca de 1995, a chegada à partida final da Copa Brasil de 1990 onde viria a ser derrotado pelo Internacional de Porto Alegre pela regra de golos fora após uma vitória por 2-1 no Estádio das Laranjeiras e uma derrota por 1-0 em Porto Alegre.

No entanto, a conquista do estatal de 1995 não representou uma viragem nas péssimas campanhas do Flu, que viriam a resultar em 1997 na despromoção da equipa à Série B do Brasileirão e em 1998 à Série C. O ano de 1999 a competir na Série C foi aproveitado pela direcção para fazer uma restauração no plantel, dando mais oportunidades à prata da casa para se afirmar e assim conquistarem um lugar na equipa principal. Esta reforma foi bem sucedida e o Fluminense conquistou mesmo o título de campeão da Série C, beneficiando depois de um escândalo que envolveu o uso indevido de um jogador pelo São Paulo que levou à criação da Copa João Havelange pelos 13 clubes protestantes. Para esta prova os clubes foram seleccionados por convite, pelo que equipas “grandes” como o Fluminense e o Bahia, que competiam nas competições inferiores, foram convidadas a disputar o torneio, onde o Flu se classificou na 9ª posição, garantindo assim a presença na Série A de 2001 sem passar pela Série B.

fred e deco

Fred e Deco; os principais maestros do regresso do Flu aos títulos.

O Fluminense voltaria então aos títulos estatais em 2002 com a vitória em mais um Campeonato Carioca, que se viria a repetir em 2005, no mesmo ano em que a equipa atinge nova final da Copa Brasil onde caiu aos pés do Paulista após perder o primeiro jogo da final a duas mãos por 2-0. No entanto este título viria mesmo a ser conseguido apenas duas temporadas mais tarde, em 2007, desta vez frente ao Figueirense após duas partidas, em que a primeira terminou empatada a 1 bola e a segunda foi vencida pelos tricolores por 1-0. Nos dois anos que se seguiram o Fluminense voltou a estar abaixo das expectativas a nível nacional, conseguindo no entanto alcançar duas finais internacionais, a primeira em 2008 na Taça Libertadores da América e a segunda em 2009 na Copa Sudamericana. Para a final de 2008 o Fluminense deixou para trás equipas como o São Paulo e o Boca Juniors para depois vacilar nos penaltis frente ao LDU de Quito. A final da Copa Sudamericana de 2009 foi como que uma re-edição da final da Libertadores da América de 2008, pois os dois clubes, Fluminense e LDU de Quito voltaram a encontrar-se na derradeira partida, de novo com a equipa colombiana a levar a melhor sobre os brasileiros, vencendo a final com um agregado de 5-4 nas duas partidas.

Depois de boas campanhas internacionais, o Fluminense voltou a empenhar-se no campeonato nacional, conquistando o seu 3º título de campeão da Série A do brasileirão em 2010. Este título surgiu muito com a ajuda de jogadores como Deco e Fred, que vieram da Europa para se juntar a craques como Thiago Silva para ajudar o clube no seu regresso à ribalta brasileira. Na temporada de 2011 a equipa volta a estar em grande forma e é 3ª classificada na Série A do Brasileirão e 2ª no Campeonato Carioca, ganhando então ânimo para em 2012 fazer o bis no nacional e no estatal e conquistar as duas competições.