Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Bahia Esporte?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Arena Fonte Nova
Arena Fonte Nova
  • País: Brasil
  • Cidade: Salvador
  • Capacidade: 52.000

Ver ficha

O Esporte Clube Bahia nasceu em 1931 com raízes na Associação Atlética da Bahia e no Clube Bahiano de Ténis que haviam encerrado os respectivos departamentos de futebol nos anos anteriores. Com isto, alguns membros da direcção e jogadores destas equipas juntaram-se e fundaram o Bahia Esporte decidindo de imediato a cor branca nas camisolas e azul nos calções dos equipamentos.

O processo de formação do Bahia aconteceu de forma tão acelerada que o clube se estreou logo em 1931 no Campeonato Baiano alcançando o sucesso imediato ao vencer a prova. Depois disto aconteceram alguns problemas com a recém formada direcção. Com as repercussões desses problemas na equipa o Bahia perdeu o Baiano em 1992, recuperando-o em 1934 para em 1935 assinar o primeiro bi-campeonato da sua história. Daí em diante, até ao final da época o Bahia Esporte viria a conquistar mais dois títulos de campeões estatais, começando desde a inicio a mostrar a qualidade do seu futebol.

O Bahia entra então na década de 40 com o pé direito e conquista logo o campeonato desse ano debatendo-se então depois com mais uma crise, desta vez financeira, que afastou o clube dos títulos estatais por 3 temporadas. Durante este período verificou-se o domínio do Galícia, equipa com a qual o Bahia vinha discutindo o Campeonato Baiano. O Bahia Esporte foi então responsável pelo termino desta senda vitoriosa do clube rival ao voltar a conquistar o título de campeão do Campeonato Baiano em 1944, assinando mais um bi em 1945. Este foi então o ponto de viragem das crises do clube, que após perder o campeonato estatal em 1946 entrou na primeira grande série de Campeonatos Baianos da sua história, tendo terminado apenas em 1950 com a conquista do tetra.

Na década de 50 inicia-se uma nova rivalidade, desta feita com o Vitória Esporte Clube, com os clubes a escalaram-se no primeiro posto do Campeonato Baiano entre as temporadas de 1992 e 1997, com o Bahia a vencer nos anos pares e o Vitória nos ímpares. o Bahia pôs então fim a esta disputa ao assumir o controlo do campeonato de Salvador no ano de 1998 quando iniciou uma série de 5 títulos consecutivos terminada apenas em 1962.Durante este período aconteceu em 1959 o primeiro campeonato nacional no Brasil. A Taça do Brasil era então disputada por todos os vencedores dos campeonatos estatais, acedendo ao vencedor um lugar na Taça Libertadores da América. O Bahia, tirou então proveito da excelente qualidade do seu plantel, sagrando-se o primeiro campeão nacional brasileiro e o primeiro clube do Brasil a disputar a Taça Libertadores da América, onde no entanto não foi bem sucedido sendo de imediato eliminado pelo San Lorenzo. Depois disto o futebol do Bahia perdeu algum do seu ímpeto, tendo a equipa voltado a sagrar-se campeã de Salvador apenas em 1967.

bahia 1988

Zé Carlos, uma das principais estrelas a actuar na equipa do Bahia que venceu o Brasileirão em 1988.

Os anos que se seguiram foram certamente os mais felizes da história do Bahia. A entrada de rompante nos anos de 70 vale-lhes de imediato o bi-campeonato baiano. Em 1972 o Vitória impõe-se e arrecada o título, coisa que os jogadores do Bahia não gostaram assegurando então a conquista de todos os títulos do Campeonato Baiano até ao ano de 1988, sendo apenas interrompidos pelo Vitória em duas ocasiões, em 1980 e 1985. No ano de 1988 o Bahia assina o tri no estatal e escreve mais uma vez história no nacional ao conquistar o segundo título de campeão.

Depois desse longo período de sucesso o Vitória começa a apresentar-se mais competitivo, sendo a década de 90 mais equilibrada na divisão dos títulos com 5 troféus para cada clube. Com a viragem do século, a descida de performances do Bahia acentuou-se ainda mais. Ainda assim o título de campeão do Campeonato Baiano voltou a ser alcançado em 2001 e foi então que o clube entrou numa descida acentuada que o conduziu até à Série B do Brasileirão.

Então quando já se pensava que o momento do clube não poderia chegar a pior, em 2005 após uma péssima campanha na Série B o clube é mesmo despromovido para a Série C de onde apenas consegue sair em 2007 ao alcançar a 2ª posição na prova. De regresso à Série B o clube focou-se na conquista da promoção e no Campeonato Baiano, mas no entanto, o Vitória continua a assumir o domínio da prova, ficando o Bahia sempre com a 2ª posição. Finalmente em 2011 o Bahia consegue o regresso à elite brasileira através da 3ª posição na Série B dando já em 2012 provas de que estava a regressar aos bons momentos ao conquistar após 11 anos mais um Campeonato Baiano.