Sugerir atualização
Tem mais informação sobre Athletic Bilbao?

Sugira aqui uma actualização

Sugerir

Estádio San Mamés
San Mamés
  • País: Espanha
  • Cidade: Bilbao
  • Capacidade: 53.332

Ver ficha

O futebol ficou conhecido em Vizcaya em 1890, graças a um britânico que jogava pelas ruas, nos seus tempos livres. Com ele juntaram-se muitos outros fãs Vizcaínos até que em 1898 um ginásio teve a ideia de fundar um clube de futebol, tal como os de Inglaterra. Esta equipa foi batizada de Athletic Club, embora ainda não tenha sido na altura estabelecida legalmente. Em 1900, o Bilbao Football Club surgiu. Estas duas equipas jogava entre si vários jogos amigáveis, até em 1902 as duas criaram uma equipa combinada para disputar um torneio de futebol, nas comemorações do aniversários do Rei Alfonso XIII. Utilizaram o nome de Biscaia, que acabou por vencer o torneiro frente ao Barcelona. Em 1903, o Bilbao Football Club, entrou numa profunda crise económica, tendo a assembleia geral acordado em dissolver a sociedade e decidiram que os sócios iriam entrar na sociedade do Clube Atlético. Assim depois de recuperarem da crise, o Atlético estreou-se na Taça do Rei, sendo campeão.

A paixão pelo futebol em Vizcaya creceu bastante. justificando a mudança para um estádio maior, já que o número de fãs tinha vindo a crescer bastante. Principalmente, devido à conquista da terceira Taça do Rei em 1910, taça que já não ganhava desde 1904. Passados uns anos e depois da conclusão do novo estádio, o Athletic teve algumas temporadas gloriosas. Em 1914, 1915, e 1916 ganhou a Taça do Rei e foi considerado o melhor clube de Espanha pela imprensa nacional. Depois de 1916, o Athletic passou por um tempo de crise institucional e só em 1921 é que voltou a ganhar outra Taça do Rei.

AthleticBilbao

Equipa do Athletic Bilbao em 1930-1931.

No fim dos anos 20, o início do campeonato espanhol coincidiu com uma das melhores e mais belas épocas do Athletic. Em 1930 começou as vitórias no campeonato, foi campeão nas temporadas 1929-1930 e 1930-1931. Nos dois anos seguintes foi vice-campeão, mas as glórias estavam para voltar. Sem esquecer claro que ganhou por quatro vezes consecutivas a Taça do Rei. Desde 1929 que esta taça era do Athletic. Voltou a ganhar o campeonato em 1933-1934 e 1934-1935, mas sem conseguir alcançar o Taça do Rei. Estes anos 30 foram sem dúvidas um dos mais gloriosos para a história do clube. Até aqui já tinha 13 Taças do Rei e 4 campeonatos espanhóis.

Em 1940, a Federação Espanhola de Futebol deu uma ordem para que todos os clubes retirassem o estrangeirismo dos nomes e assim o Athletic teve de alterar os seu nome, ficando então a denominar-se de Atlético Bilbao. Para a temporada de 1939-1940, o Atlético teve de praticamente alterar a sua equipa, melhor, construir uma de raiz, já que não podiam jogar mais do cinco jogadores estrangeiros, tal devido às políticas do clube. Então, recorreu aos jogadores bascos de equipas mais baixas e assim construiu um grupo forte e sólido. Em 1940-1941 mesmo com uma nova equipa conseguiu o 2º lugar no campeonato. Na temporada de 1942-1943, voltou a vencer o campeonato espanhol e a Taça do Rei. Foi um temporada fantástica, mostrando a sua garra e bom futebol. Nos dois anos seguintes, apesar de não conseguir vencer o campeonato, não ficou a zeros e venceu nesses dois anos, a Taça do Rei. Aqui já tinha arrecadado a 16ª Taça do Rei. Em 1946-1947 foi vice-campeão no campeonato espanhol e na temporada 1949-1050 voltou a ganhar mais uma Taça do Rei. Este últimos anos do Atlético Bilbao foram uns anos de ouro, com muitos títulos e uma equipa consistente.

O inicio dos anos 50, não foram os mais marcantes para o clube, contudo em 1955 venceu mais uma Taça do Rei. Na temporada 1955-1956 voltou a ser campeão espanhol, e ganhou mais uma Taça do Rei para juntar aos imensos troféus já conquistados. No ano seguinte conquista a 20ª Taça do Rei. Foram mais três anos consecutivos que o Atlético Bilbao venceu a Taça do Rei. Na temporada de 1956-1957 o Atlético estreou-se na Taça da Europa e chegou aos quartos-de-final, perdendo frente ao Manchester United. Já nos anos 60, em 1965-1966 e 1966-1967 conseguiu chegar à final da Taça do Rei mas perdeu nessas duas vezes. Só em 1969 é que o Atlético alcançou mais uma Taça do Rei.

A década 70 foi provavelmente uma das piores da história do clube, conquistou pouco troféus e a sua equipa não tinha grande qualidade. Tal demonstrou-se em campo, sendo que o seu melhor resultado foi em 1972-1973 em que ganhou a 22ª Taça do Rei. Desde ai até 1982-1983 que não venceu mais nenhum troféu. Nesta temporada, venceu o campeonato espanhol e foi vice-campeão da Supertaça de Espanha. A temporada seguinte, foi sem dúvida a melhor temporada do clube em toda a sua história. Em 1983-1984, venceu o 8º campeonato espanhol, a 23ª Taça do Rei e a 1ª Supertaça de Espanha. A nível nacional venceu tudo o que havia para ganhar. Até ao anos 90, o clube entrou em declínio e não alcançou mais nenhum troféu. Na temporada de 1996-1997 o Atlético teve de alterar a sua estratégia, contratou um novo treinador, Luis Fernandez, como também, contratou novos jogadores de forma a levar o clube para o topo da tabela. Não conseguiu vencer o campeonato nem a Taça do Rei, mas qualificou-se para a Taça UEFA.

Na temporada de 1997-1998 foi uma época especial para a clube, para além de ser os seu centenário, contrataram novos e grandes jogadores, levando o clube até a 2ª posição da tabela classificativa. Desta forma o Atlético conseguiu o acesso à Liga dos Campeões, mas sendo eliminado, participou na Taça UEFA sendo eliminado pelo Aston Villa. Na temporada seguinte, o Altético não passou da fase de grupos da Liga dos Campeões, enquanto que no campeonato, terminou no 8º lugar. Na temporada de 1999-2000, e já havendo rumores do mau ambiente dentro do balneário o Atlético ficou no desastroso 11º lugar do campeonato.

Athletic Bilbao

Equipa do Athletic Bilbao em 2011-2012.

No inicio do novo século e apesar de o Atlético não estar nas melhores condições, na temporada de 2003-2004, ficou qualificado para a Taça UEFA e terminou a temporada na 5ª posição. Na temporada seguinte o Atlético teve uma prestação aceitável. Conseguiu vencer nas meias-finais da Taça UEFA frente ao Standard Liege, perdendo na final pelo Áustria Viena. Quanto à Taça do Rei chegou novamente às meias-finais, perdendo nos penaltis frente ao Real Betis. Após a eliminação na Taça UEFA, as coisas no clube não correram bem, quer ao nível institucional quer de equipa, levando-o praticamente a baixo. Na temporada de 2006-2007, o Atlético esteve muito perto da descida de divisão. Assim sendo, o clube mudou de treinador, de forma a, minimizar os estragos mas pouco foram as melhorias. Lutou muito pela permanência e só no último jogo da temporada é que conseguiu garantir a sua presença na primeira divisão, num jogo decisivo frente ao Levante. Na temporada de 2008-2009 o Atlético voltou ao topo das competições, chegou à final da Taça do Rei e à final da Supertaça de Espanha, perdendo as duas. Contudo, pelo o que tinha vindo a fazer, estas foram duas marcas muito importantes para o clube.

Na temporada de 2011-2012, o Atlético não conseguiu chegar ao topo da tabela do campeonato, contudo, marcou presença na final da Taça do Rei, perdendo frente ao Barcelona por 3-0. Mas mais importante, chegou à final da Taça UEFA, perdendo frente ao Atlético de Madrid por 3-0. Na temporada de 2012-2013, ficou no desastroso 12º lugar do campeonato e não passou da fase de grupos da Taça UEFA. Na temporada seguinte, os resultados foram melhores, o Altético conseguiu chegar ao 4º lugar do campeonato espanhol, dando-lhe acesso ao play-off da Liga dos Campeões. Neste conseguiu ganhar frente ao Napoli por 4-2, assegurando assim a sua participação na liga dos campeões na temporada de 2014-2015.