Menu
  • 24 março
  • 21:00
  • Betrally

Equador – Paraguai (Mundial 2018)

A equipa que lidera a qualificação sul-americana para o Mundial da Rússia recebe esta quinta-feira, em Quito, o Paraguai. O Equador é a única das dez equipas que se mantém cem por cento vitoriosa ao fim de quatro jornadas, contando com vitórias importantes sobre a Argentina e Uruguai, por exemplo. O objetivo é conseguir o quinto triunfo consecutivo mas La Tricolor foi abalada por uma mão cheia de lesões. Os Guaranis estão no quarto lugar mas a sua campanha tem sido marcada por altos e baixos. Esta dupla jornada será particularmente exigente. Depois do conjunto mais forte do apuramento enfrentam o Brasil, na próxima terça-feira.

A seleção orientada por Gustavo Quinteros está a ser a sensação desta fase de qualificação da CONMEBOL para o Mundial de 2018. Ao fim de quatro jornadas o Equador ocupa o primeiro lugar, com doze pontos, nove golos marcados e apenas dois sofridos. É a única equipa sul-americana a somar apenas vitórias neste apuramento e alguns dos adversários eram, à partida, favoritos. Pesos pesados ou adversários mais acessíveis, todos foram corridos com a mesma receita. Começou logo por mostrar ao que vinha com um trinfo (0-2) fora de portas sobre a Argentina. A Bolívia sofreu exatamente o mesmo resultado mas já se tinha percebido que os bolivianos estão a passar por uma fase mais conturbada. Para provar que o desfecho inicial não tinha sido golpe de sorte, La Tricolor somou o terceiro resultado vitorioso ao Uruguai (2-1) e confirmou a onda com um 3-1 à Venezuela, o último obstáculo que enfrentou. Nesse jogo a equipa de Quinteros estava a vencer por três golos sem resposta – Fidel Martínez marcou aos quinze minutos, Jefferson Montero aos vinte e três e Felipe Caicedo fechou as contas aos sessenta – à primeira hora do encontro e pode até levantar um pouco o pé do acelerador. Os venezuelanos ainda marcaram o seu golo de honra, a quatro minutos do fim, mas nunca o Equador perdeu o controlo absoluto da partida.

O objetivo para esta dupla jornada – Paraguai e depois Colômbia – é tentar manter a invencibilidade. Mas, apesar da esperança que se vive na comitiva, vai ser muito difícil de concretizar. Esta está a ser uma concentração particularmente difícil para o selecionador da Tricolor. Quinteros está preocupado e com razão com as baixas por lesão. Ainda antes da convocatória recebeu a notícia de que Miller Bolaños tinha fraturado o maxilar, ao serviço do Grêmio. Seguiram-se duas lesões no setor defensivo: primeiro o titular Jorge Guagua e logo após o seu designado substituto, Norberto Araujo. Em vésperas de se juntar ao grupo foi a vez do médio Pedro Larrea apresentar um problema muscular que o manterá fora de serviço por duas semanas. A cereja em cima do bolo foi a indisponibilidade de Filipe Caicedo. O avançado do Espanyol saiu do banco para marcar o golo da vitória mas teve que ser substituído em seguida. Confirmou-se depois um agravamento da rutura na perna esquerda. Para o seu lugar a equipa técnica optou por não chamar mais nenhum elemento.

Onze Provável: Domínguez – Paredes, Piris, Erazo, Walter Ayoví – Noboa, Quiñonez – Montero, Enner Valencia, Martínez – Jaimen Ayoví.

Mundial 2018 - RussiaOs Guaranis de Ramón Díaz têm feito uma campanha de altos e baixos até ao momento. Felizmente para o Paraguai, não têm sido os únicos neste registo, razão pela qual estão no quarto lugar da classificação, com sete pontos (2V/ 1E/ 1D). O arranque fez-se com um triunfo na Venezuela (0-1) e teve continuação positiva com um nulo fora, frente à Argentina. Mas logo de seguida os Guaranis deitaram a perder, entregando os três pontos ao Peru, à partida um adversário que seria para vencer. No último compromisso, que trouxe a Bolívia a Assunção, garantiram a vitória, mas custou mais do que se podia antecipar. Foram mesmo os visitantes a abrir o marcador no início do segundo tempo. Talvez os homens de Diáz estivessem só a precisar de um abanão porque responderam de imediato ao golo adversário. No espaço de três minutos Dario Lezcano e Lucas Barrios anularam a desvantagem e colocaram-se na frente da partida.

É essa energia que têm que recriar nesta dupla jornada, em que enfrentam a melhor equipa deste apuramento, até à data, e o Brasil. Convém é que não deixem o Equador adiantar-se para reagir. Pode já não dar para recuperar o atraso.

Onze Provável: Anthony Silva – Váldez, Da Silva, Gustavo Gómez, Samudio – Rojas, Ortiz – Benítez, Lezcano, González – Barrios.

Equador
4-1
Paraguai
Mundial 2014 (Q)
Paraguai
2-1
Equador
Mundial 2014 (Q)
Paraguai
0-0
Equador
Copa América 2011

O Equador venceu o último confronto, em 2013, na qualificação para o Mundial do Brasil.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Ambas as Equipas Marcam 2.50 Betrally
equador
Equador
  • País: Equador
  • Estádio:
  • Cidade: Quito
  • Fundação: 1925

Ver ficha completa

paraguai
Paraguai
  • País: Paraguai
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1905
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 802
  • Próg. errados 1076
comments powered by Disqus

Últimos jogos