Menu

Dominic Thiem – Juan Martin del Potro (ATP Masters Madrid)

Um bom programa para o segundo dia de competição no quadro principal do Mutua Madrid Open. Dominic Thiem foi à final de Munique e pela primeira vez este ano não saiu vencedor. Juan Martin del Potro também esteve no mesmo torneio, na semana passada, mas caiu um pouco antes, nos quartos de final.

Dominic Thiem chegou no passado domingo à sexta final da sua carreira, terceira da temporada, e pela primeira vez não levou o troféu. Até então o número catorze do ranking ATP nunca perdera uma final. Em Buenos Aires e Acapulco o jovem austríaco de vinte e dois anos sagrou-se campeão dos torneios, batendo para o efeito Nicolas Almagro (7-6, 3-6, 7-6) e Bernard Tomic (7-6, 4-6, 6-3), respetivamente. Em Munique, depois de se ter desembaraçado de Santiago Giraldo (7-5, 6-4), Dodig (6-4, 4-6, 6-3) e Alexander Zverev (4-6, 6-2, 6-3) não resistiu ao veterano Philipp Kohlschreiber (7-6, 4-6, 7-6) que tem com a prova germânica uma relação especial.

Além destes jogos de decisão de títulos Thiem também alcançou as semifinais em Brisbane, onde perdeu com Roger Federer (6-1, 6-4), e no ATP do Rio de Janeiro, derrotado por Guido Pella (6-1, 6-4).

Thiem Thiem não participou no Masters de Madrid na época passada mas em 2014, seu ano de estreia, aguentou até aos oitavos de final, altura em que se viu forçado a abandonar por doença, mesmo antes de iniciar a partida com Feliciano López. Nesse ano o austríaco de vinte anos surpreendeu meio mundo ao bater na segunda ronda Stan Wawrinka, mesmo tendo o suíço vencido o primeiro set de forma esmagadora (1-6, 6-2, 6-4).

Mutua Madrid OpenJuan Martin del Potro participou na semana passada, em Munique, no quarto torneio ATP da temporada. Avançou à custa de Dustin Brown (7-6, 6-4) e Jan-Lennard Struff (6-2, 3-6, 6-3) até encontrar que viria a tornar-se tricampeão do torneio alemão, Philipp Kphlschreiber (6-4, 6-1).

O argentino flagelado pelas lesões nos pulsos voltou à competição em fevereiro, em Delray Beach, e só parou na meia-final, às mãos de Sam Querrey (7-5, 7-5), tendo discutidos os dois parciais taca a taco com o norte-americano. Foi um excelente regresso. Em se tratando de Del Potro é sempre com alguma apreensão que registamos as notícias de que está de volta. Imagino como será de digerir isso sendo o próprio. Não nos podemos esquecer que apesar de falarmos dele como um veterano, o argentino tem apenas vinte e sete anos. Tem no currículo dezoito títulos de carreira, o último dos quais ganho em 2014, em Sidney. E, mais importante que isso, há seis anos atrás era número quatro na hierarquia mundial. Agora, depois de operações a ambos os pulsos, dolorosas recuperações e ausências prolongadas, está na posição duzentos e setenta e quatro do ranking. Como o próprio admitiu em fevereiro, ser capaz de hoje entrar em court e competir já é um feito tremendo. Mas aquilo por que passou seria suficiente para destroçar muita gente. Nos dois Masters dos Estados Unidos Del Potro chegou à segunda ronda. Em Indian Wells foi travado por Tomas Berdych (7-6, 6-2) e em Miami o carrasco foi o compatriota Hector Zeballos (6-4, 6-4).

Não há histórico de confrontos entre Thiem e Del Potro visto que quando o austríaco estava a chegar ao circuito profissional estava o argentino de saída, forçada.

Prognóstico Odd Casa Erro
Handicap Jogos: Dominic Thiem -3 1.83 Betrally
Dominic Thiem
Dominic Thiem
  • País: Áustria
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Juan Martin Del Potro
Juan Martin Del Potro
  • País: Argentina
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1830
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos