Menu

Dínamo de Kiev – Nápoles (Liga dos Campeões)

A primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões 2016/17 passa por Kiev. O estádio olímpico da capital ucraniana acolhe o encontro entre o Dínamo local e o Nápoles, adversários do Benfica no grupo B.

Benfica, Nápoles, Dínamo de Kiev e Besiktas compõem um grupo em que, à partida, o equilíbrio é nota dominante. Num grupo em que portugueses e italianos são os principais candidatos a garantir o acesso aos oitavos-de-final, a formação de Leste ambiciona replicar a surpresa alcançada na última época, ocasião em que alcançou a fase a eliminar a partir de um grupo que partilhava com FC Porto e Chelsea. A vitória no estádio do Dragão (0-2) foi decisiva para alcançar os oitavos-de-final, mas o facto de não ter perdido em casa na fase de grupos – FC Porto (2-2), Chelsea (0-0) e Maccabi Tel Aviv (1-0) – também assumiu uma grande importância.

O Dínamo de Kiev conquistou as duas últimas edições do campeonato ucraniano, combatendo a hegemonia instaurada pelo Shakhtar Donestk ao longo dos últimos anos. Neste início de temporada, ao cabo de sete encontros, os homens da capial estão na segunda posição da prova com 16 pontos, resultado de cinco vitórias, um empate e uma derrota. Na última sexta-feira, no último encontro oficial antes da estreia europeia na nova época, os comandados de Serhiy Reborv empataram (1-1) frente ao Shakhtar de Paulo Fonseca. Um dos principais méritos do emblema mais popular da Ucrânia reside no facto de ter conseguido segurar as suas principais referências nas últimas temporadas, tirando proveito das qualidades de vários atletas internacionais pela Ucrânia. Antunes é o representante português numa equipa em que a influência brasileira se limita à presença de Danilo Silva e Júnior Moares, contrariamente ao que acontece com o Shakhtar, equipa que exibe um contingente brasileiro mais significativo.

Onze Provável: Shovkovskyi,  Makarenko, Vida, Khacheridi, Danilo Silva, Buyalsky, Rybalka, Sydorchuk, Gusev, Moraes, Yarmolenko

Liga dos CampeõesO vice-campeão italiano é um forte candidato a terminar na “pole position” do grupo A. Inserido no grupo da morte juntamente com Arsenal, Borussia Dortmund e Marselha na última ocasião (2013/14)  em que participou na Liga dos Campeões, desta feita o sorteio foi mais simpático para o Nápoles, embora também não se perspetivem facilidades na luta pelo apuramento.

O Nápoles de Maurizio Sarri é um conjunto com uma identidade forte, privilegiando um estilo de jogo vertical. Em contexto de Liga dos Campeões, a formação italiana não alterará a sua forma de jogar, patenteando um “ADN” imutável na abordagem ao jogo. Longe do fervor caraterístico das bancadas do San Paolo, o Nápoles apresentar-se-á em Kiev fiel a si mesmo, apostado em vencer o encontro. A saída de Gonzalo Higuaín não mexe com a produtividade da equipa no último terço, tanto que, nas três primeiras jornadas do campeonato, o Nápoles apontou nove golos e chega a este encontro na sequência de um triunfo expressivo em Palermo (0-3). Arkadiuzs Milik parece ser a nova lança ofensiva de uma das equipas mais perigosas no último terço do terreno na atual edição da Liga dos Campeões.

Onze Provável: Reina, Ghoulam, Albiol, Koulibaly, Hysaj, Allan, Jorginho, Hamsik, Mertens, Milik, Callejon

A primeira jornada do grupo B da Liga dos Campeões 2016/17 fica marcada pelo primeiro embate entre Dínamo de Kiev e Nápoles neste contexto. Os italianos deslocam-se a Kiev de olhos postos na vitória, mas a formação ucraniana quer defender-se no seu “cofre forte”, à imagem do que aconteceu na última época.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Empate Anula: Nápoles 1.64 Betrally
dinamokiev
Dínamo Kiev
  • País: Ucrânia
  • Estádio: Olímpico de Kiev
  • Cidade: Kiev
  • Fundação: 1927

Ver ficha completa

napoles
Nápoles
  • País: Itália
  • Estádio: San Paolo
  • Cidade: Nápoles
  • Fundação: 1926

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1501
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 776
  • Próg. errados 646
comments powered by Disqus

Últimos jogos