Menu

Dínamo de Kiev – Besiktas (Liga dos Campeões)

Kiev e Lisboa são as duas capitais europeias que acolhem a derradeira jornada do grupo B da Liga dos Campeões 2016/17. O Dínamo, já eliminado, defende a honra frente à formação turca do Besiktas que estará atenta ao desfecho do embate entre Benfica e Nápoles no estádio da Luz.

O Dínamo de Kiev é a única equipa do grupo B que encara esta última jornada sem aspirações quanto à continuidade nas provas europeias. Com apenas dois pontos conquistados nos cinco encontros já disputados, o conjunto ucraniano está arredado da luta mas quer defender a honra na despedida à prova de clubes mais importante do continente. Além disso, o avultado prémio de jogo também é razão mais que suficiente para equipa encarar este jogo com seriedade.

Único integrante do grupo que ainda não venceu, a falta de autoridade em casa saiu cara ao Dínamo de Kiev, emblema que perdeu frente ao Nápoles (1-2) e ao Benfica (0-2). A situação menos boa da equipa a nível interno prejudicou a afluência de público ao Olímpico de Kiev, pouco crente no sucesso dos comandados de Serhiy Rebrov na prova milionária. Contrariamente ao que aconteceu tanto com o Nápoles como com o Benfica, o Besiktas atuará diante de uma equipa que já não tem objetivos do ponto de vista desportivo nesta Liga dos Campeões, mas terá outra contrariedade pela frente: A temperatura baixa (dez graus negativos) que se faz sentir na capital ucraniana, significativamente mais desagradável que em setembro/outubro.

No que toca ao atual momento de forma da equipa, o Dínamo de Kiev encara o Besiktas na sequência de um empate (2-2) em Poltava, frente ao Vorskla. Na última ocasião em que entrou em campo para a Liga dos Campeões, empatou sem golos no San Paolo diante do Nápoles, num encontro em que voltou a provar aquilo que já defendemos anteriormente neste espaço: Os resultados do Dínamo não refletem a qualidade demonstrada por esta equipa durante esta campanha europeia. Na antecâmara de um encontro com caraterísticas peculiares visto que o Dínamo de Kiev já não possui aspirações quanto à passagem, será curioso aferir de que forma é que a equipa responderá.

Serhiy Rebrov poderá promover algumas alterações na equipa em relação ao habitual, à imagem do que fez em Nápoles – o internacional croata Domagoj Vida foi o único estrangeiro no onze do Dínamo e os 10 ucranianos titulares demonstraram uma grande vontade de mostrar valor em contexto de Liga dos Campeões. Antes da habitual pausa de Inverno nos campeonatos de Leste, o Dínamo disputa um duelo decisivo com o Shakhtar Donetsk, encontro que no entanto está agendado apenas para segunda-feira (dia 12). A calendarização permitirá ao Dínamo ter praticamente uma semana de descanso, ao contrário do que acontece com o Shakhtar, rival que entra em campo na próxima quinta-feira para a Liga Europa.

Onze Provável: Rudko, Morozyuk, Vida, Khacheridi, Antunes, Rybalka, Sydorchuk, Garmash, Yarmolenko, Derlis, Artem Biesiedin

Liga dos CampeõesO Besiktas sobe ao relvado do Olímpico de Kiev de olhos postos na conquista dos três pontos. Ligado a Lisboa para acompanhar o desfecho do encontro entre Nápoles e Benfica, emblemas que lideram o grupo à entrada para esta partida, o conjunto turco sabe que terá vida muito complicada caso não vença, embora um empate seja suficiente para seguir em frente caso o Nápoles perca na capital portuguesa.

A “águias negras” aterram em Kiev na sequência de uma partida exigente tanto do ponto de vista anímico como físico frente ao rival Fenerbahçe (0-0), disputada no sábado. Na Liga dos Campeões, a formação de Istambul vem de uma igualdade com sabor a vitória atendendo aos contornos da mesma. Frente ao Benfica, na Vodafone Arena, o Besiktas perdia por três bolas a zero à meia hora de jogo, resultado que colocava a continuidade nas provas europeias em sério risco. Aos 58 minutos, Çenk Tosun deu o mote para uma recuperação meritória do Besiktas, concluída com golos de Ricardo Quaresma (grande penalidade) e Vincent Aboubakar. A equipa turca voltou a fazer prevalecer o seu espiríto combativo, beneficiando da fragilidade anímica que o campeão português acusou. A inspiração dos homens da frente foi decisiva e a formação otomana voltou a demonstrar todo seu sentido de oportunidade. Sem vitórias nos jogos que disputou em casa, a equipa turca regressa à estrada e quer repetir o sucesso alcançado em Nápoles, quando surpreendeu a Europa do futebol com uma vitória por três bolas a duas. Veli Kavlak, Anderson Talisca, Caner Erkin, Aras Ozbiliz e Rhodolfo são baixas confirmadas, mas Necip Uysal e Veli Kavlak regressam às opções de Senol Gunes.

Onze Provável: Fabri, Gonul, Tosic, Marcelo, Beck, Hutchinson, Inler, Arslan, Quaresma, Adriano, Aboubakar

O histórico de confrontos entre as duas equipas é favorável ao Dínamo de Kiev, equipa que venceu cinco dos nove embates disputados com o Besiktas e só averbou duas derrotas. A equipa turca quer seguir para os oitavos-de-final e é expectável que consiga conquistar os três pontos nesta viagem até à Ucrânia.

Prognóstico Odd Casa Erro
Empate Anula: Besiktas 1.62 Betrally
dinamokiev
Dínamo Kiev
  • País: Ucrânia
  • Estádio: Olímpico de Kiev
  • Cidade: Kiev
  • Fundação: 1927

Ver ficha completa

Besiktas logo
Besiktas
  • País: Turquia
  • Estádio: Vodafone Arena
  • Cidade: Istambul
  • Fundação: 1903

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1576
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 817
  • Próg. errados 680
comments powered by Disqus

Últimos jogos