Menu

Dinamarca – Liechtenstein (Amigável de Seleções)

Falhada a presença no Euro 2016, a Dinamarca terá alguma pressão sobre si para conseguir ter sucesso no apuramento para o Mundial de 2018, evitando assim um período ainda maior sem aparecer nas grandes montras do futebol internacional. É com isso em mente que os dinamarqueses abordam a nova fase de apuramento começando com um jogo de preparação frente ao Liechtenstein, sem grandes exigências e, sobretudo, com o foco em alcançar uma vitória larga e com possibilidade de aumentar níveis de confiança.

A Dinamarca teve o ponto alto do seu verão na Kirin Cup, o que passa por ser uma bela metáfora da depressão que terá sido para os seus jogadores e treinadores, terem que ver o Euro 2016 pela televisão. Para não repetir essa sensação, obrigatoriedade de enfrentar a fase de apuramento para o Mundial 2018 com o objetivo de ganhar. O seu grupo dá-lhe algumas boas perspetivas de o conseguir alcançar. A Polónia e a Roménia serão os dois adversários principais, com Arménia, Montenegro e Cazaquistão a completarem o grupo que corre para a Rússia. A seleção dinamarquesa continua em renovação, sob a liderança de Age Hareide, sendo que alguns dos jogadores mais veteranos foram sendo afastados das convocatórias. Stephan Andersen, Simon Poulsen, Michael Krohn-Dehli, Thomas Kahlenberg ou Nicklas Bendtner estão já de fora dos planos. Para este encontro, será fundamental perceber o que Hareide pretenderá experimentar, em termos de organização do seu jogo. Mas a construção ofensiva, a capacidade de marcar e trabalhar as suas oportunidades perante um bloco muito baixo serão, com certeza, os elementos a merecer maior atenção.

Onze Provável: Lossl – Kjaer, Christensen, Vestergaard – Ankersen, Kvist, Hojberg, Durmisi – Eriksen – Fischer, Y. Poulsen.

amigável internacionalO Liechtenstein é uma das seleções mais frágeis da Europa, mas no apuramento para o Euro 2016 somaram cinco pontos em dez jogos, tendo-se superado à Moldávia e assim escapado ao último lugar. Será esse o horizonte de objetivos de uma seleção que conta com uma base de escolha mínima, mas que tem vindo a ser trabalhada para ter maior presença de jogadores a atuar em Ligas europeias de nível superior ao das equipas do Liechtenstein. No grupo de apuramento para o Mundial 2018, que será dominado pela luta de Espanha e Itália pelos primeiros lugares, terão que enfrentar ainda Albânia, Israel e Macedónia, o que lhes coloca bastante exigência para cumprir com essa fuga ao último lugar. Na convocatória para o encontro frente à Dinamarca não há grandes novidades, com a ausência de Ivan Quintans, lateral-esquerdo que não foi chamado pelo técnico René Pauritsch.

OnzePprovável: Jehle – Yildiz, Rechsteiner, Kaufmann, Goppel – Buchel – Brandle, Wolfinger, Hasler, Salanovic – Gubser.

Estas duas seleções encontraram-se no grupo de apuramento para o Europeu 2008, com a Dinamarca a ter vencido os dois jogos disputados nessa altura pelo mesmo resultado, 4-0.

Agora, em Horsens, a história tem um contexto diferente, pelo facto de estarmos perante um jogo amigável, mas que poderá terminar por ser bastante semelhante em termos de resultado, mesmo atendendo ao facto de a Dinamarca estar mais fraca do que em 2007 e, pelo contrário, o Liechtenstein se apresentar agora como um conjunto mais forte.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Mais de 3.5 Golos 1.95 Betrally
Dinamarca
Dinamarca
  • País: Dinamarca
  • Estádio:
  • Cidade: Copenhaga
  • Fundação: 1889

Ver ficha completa

Liechtenstein
Liechtenstein
  • País: Liechtenstein
  • Estádio:
  • Cidade: Vaduz
  • Fundação: 1934

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2838
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1332
  • Próg. errados 1465
comments powered by Disqus

Últimos jogos