Menu
  • 24 janeiro
  • 20:00
  • Betrally

Denver Broncos – New England Patriots (NFL)

A final da Conferência Americana, no Sports Authority at Mile High, abre as hostilidades da NFL para este domingo. Incontornável o duelo entre Manning e Brady, provavelmente no seu último capítulo. Mas este será um embate cheio de história entre duas equipas que se conhecem muito bem. Mesmo perdendo a vantagem caseira poucos retiram a New England o favoritismo para domingo. Se o trunfo dos Broncos é a melhor defesa da NFL do outro lado estão os atuais campeões do Super Bowl e uma das duplas treinador/quarterback mais bem-sucedidas de sempre.

A partir de agora faltam apenas três jogos da temporada de futebol americano. Aproveitem bem para encher a barriguinha para os meses do defeso.

Os Denver Broncos têm a melhor defesa da NFL e essa tem sido o recurso da equipa para queimar etapas nesta temporada. Uma defensiva que segura o adversário e o impede de pontuar. O ataque não consegue ser diferenciador mas de repente, numa tentativa, Peyton, como noutras situações Osweiler, fazem a jogada que lhes dá a vantagem. As equipas especiais, como aconteceu frente aos Pittsburgh Steelers, fazem a sua parte com eficácia. Os seis pontos garantidos na divisional round foram essenciais para o desfecho da partida. Curioso, contudo, foi perceber que ainda que a defesa tenha sido bem-sucedida no que respeita a limitar a concretização concedeu um número de jardas inusitado. Podiamos estar neste momento a prever uma final de conferência muito diferente se Antonio Brown estivesse em campo, saudável.

NFLA estratégia de Gary Kubiak vai passar soltar Von Miller e DeMarcus Ware sobre o pocket para atrapalhar ao máximo Brady. Mas como se viu no último jogo, New England está consciente de que a linha ofensiva não é estanque e o quarterback aposta em lançamentos curtos e rápidos para Julian Edelman. Sem um jogo em corrida à altura, esta é a alternativa ao jogo vertical, e que é muito difícil de parar. Porque Edleman é o melhor mas não faltam outras soluções.

É inevitável acabar com o duelo entre Brady e Manning. Todos são unânimes em afirmar que Peyton foi uma sombra de si mesmo ao longo da temporada e que este deve ser o último episódio de uma rivalidade saudável que dominou a NFL na última década e meia. Foram dezassete os embates entre ambos, a equipa de Tom leva clara vantagem (11-5) mas no que respeita à post-season estão equiparados (2-2). Manning está muito limitado e os passes longos já estão fora do seu alcance mas há um excelente motivo para ser ele o titular. Primeiro a capacidade de liderança. Depois, porque ele sabe disto como poucos e frente aos Patriots é essencial jogar com inteligência e antecipação.

Os New England Patriots cumpriram com eficiência o que deles se esperava na divisional round. Bateram os Kansas City Chiefs com toda a segurança (27-20), com um plano de jogo muito bem definido. Ter Julian Edelman, Sebastian Volmer e outros elementos que estavam condicionados de volta deu-nos um vislumbre daquilo que foram os Patriots no início da temporada. Sem a raiva de provar o que quer que seja. O que se viu foi uma equipa muito segura, muito experiente, que sabe sempre o que fazer. Tom Brady está a jogar ao seu melhor nível e no sábado passado foi cirúrgico e decisivo. Não é por acaso que os Patriots fazem em Mile High a sua décima final da AFC em dez anos, o que dá uma média de dois em cada três anos. As pessoas foram rodando ao longo deste período mas a dupla que se manteve faz toda a diferença, porque mais que desagrade aos muitos que cultivam um ódio de estimação por New England. Tom Brady e Bill Belichick juntos não são imbatíveis mas são desequilibram a balança. Brady é capaz de vencer jogos e já o provou vezes sem conta. Não sozinho, isso é treta, mas sendo o fator decisivo.

No fundo o mesmo que se verificou frente aos Chiefs também se aplica ao confronto com os Broncos: as equipas são bastante equiparadas em termos de setores mas na posição de quarterback e na estratégia por trás de cada jogada os Patriots levam vantagem.

Denver Broncos New England Patriots Sports Authority at Mile High (Denver) V 30-24, OT
Denver Broncos New England Patriots Gillette Stadium (Foxborough) D 43-21
Denver Broncos * New England Patriots Sports Authority at Mile High (Denver) V 26-16
Denver Broncos New England Patriots Gillette Stadium (Foxborough) D 34-31, OT
Denver Broncos New England Patriots Gillette Stadium (Foxborough) D 31-21
Denver Broncos + New England Patriots Gillette Stadium (Foxborough) D 45-10

* Wildcards week 2014 | + Divisional Round 2012

Na semana 12 os Patriots foram perder a Mile High no prolongamento (30-24). Mas o panorama era substancialmente distinto. Jamie Collins estava doente e Dont’a Hightower teve que ser substituído no segundo quarto. Eldelman e Amendola estavam ambos lesionados e Josh Kline jogou com o ombro comprometido.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Menos de 44.5 pontos 1.92 Betrally
denver broncos
Denver Broncos
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

New England Patriots
New England Patriots
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade: Foxborough, Massachussetts
  • Fundação: 1959

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1830
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos