Menu

Costa do Marfim – Togo (CAN 2013)

A primeira jornada da Taça das Nações Africanas fica completa com os jogos do Grupo D. A Costa do Marfim, finalista vencido da última edição, defronta o Togo, ausente da competição desde a desistência da CAN 2010, depois de um atentado em Angola.

Didier Drogba quer vencer uma CAN antes de abandonar a seleção e, depois de muitos esperarem que isso acontecesse em 2012, 2013 parece ser a última oportunidade do astro marfinense. Para isso, a Federação local mudou de equipa técnica, optando pela contratação do tunisino Sabri Lamouchi, o que causou uma onda de desagrado entre os adeptos. Ainda assim, o técnico tem sabido conquistar o respeito daqueles que seguem a seleção laranja, eliminado o Senegal e mostrando futebol de qualidade na preparação para a CAN.

O onze de Lamouchi aposta nas principais estrelas do país. Copa, do Lokeren, mantem a titularidade na baliza, com uma defesa que integra Boka (Estugarda), Kolo Touré (Manchester City), Zokora (Trabzonspor) e Tiené (Paris SG). Na intermediária, Eboué (Galatasaray) e Bamba (Trabzonspor) garantem a retaguarda, soltando Yaya Touré (Manchester City) como o criativo da equipa. O futebol do possante médio ganha maior expressividade ao serviço da sua seleção, onde a sua influência é visível em cada jogo.

Na frente de ataque, Didier Drogba atrai para si grande parte das precauções defensivas dos adversários, mas é neste setor que a Costa do Marfim apresenta mais e melhores alternativas. Na equipa titular, Gervinho (Arsenal) e Max Gradel (Saint-Étienne) parecem ser opções seguras, mas Kalou (Lille) poderá também ocupar um desses lugares, dada a sua larga experiência competitiva.

Nos jogos de preparação recentemente realizados, a Costa do Marfim esteve imparável, vencendo a Áustria por 3-0 e o Egito por 4-2. Essa capacidade concretizadora poderá ser observada já neste jogo frente ao Togo, marcando um início muito positivo de torneio para os marfinenses.

CAN 2013Didier Six, técnico do Togo, não tem nas mãos um trabalho fácil. Depois do dramático atentado de que foram vítimas em 2010, os togoleses têm vivido de incertezas, a principal das quais se prende com a presença (ou não) de Adebayor nesta equipa. Sem dúvida que existe um Togo com o craque do Tottenham e outro sem ele. A sua presença nos jogos de qualificação contra o Gabão foi decisiva para o apuramento togolês. Agora, em vésperas de CAN, o jogador foi disputando um braço de ferro com a federação, sendo que finalmente tudo indica que estará na África do Sul para defender a sua seleção. Quanto ao nível de comprometimento do atleta, outras dúvidas se levantam.

Serge Gapké, do Nantes, deverá ser a opção para acompanhar Adebayor na frente de ataque. No meio campo, as atenções centram-se em jogadores como Romao, do Lorient, mais experiente e em Floyd Ayité, jovem médio ofensivo que se tem notabilizado ao serviço do Reims. Womé, do Free State Stars, e Salifou, do Saarbrucken, deverão acompanhá-los numa linha de quatro jogadores.

Na defensiva, Nibombé, atualmente a jogar no Borinage, da Bélgica, é o jogador mais experiente, tendo inclusive marcado presença no Mundial de 2006. Akapko, do Zilina, é outro jogador com alguma experiência competitiva relevante, mas em geral, este setor tem muitas fragilidades e poderá vir a sofrer, enfrentando uma equipa com o potencial ofensivo da Costa do Marfim. Na baliza, Kossi Agassa, do Reims, oferece, aos 34 anos, suficiente experiência para tentar assegurar as redes invioláveis.

A equipa do Togo tem somado resultados animadores nos jogos de preparação, com vitórias frente a Marrocos (1-0), Omã (1-0) e Níger (2-1). A única derrota verificou-se na deslocação ao Níger (1-3). Ainda assim, com a chegada dos jogos a “doer”, o potencial togolês será testado a um outro nível.

No confronto entre os dois países, o Togo nunca conseguiu vencer, mas a Costa do Marfim também tem que recuar até 1999 para recordar a sua última vitória:

Togo 0-0 Costa do Marfim  CAN 2002
Costa do Marfim 1-1 Togo  CAN 2000
Costa do Marfim 3-1 Togo  Jogos Amigáveis 1999
Costa do Marfim 0-0 Togo  Jogos Amigáveis 1995

Esta terça-feira, o favoritismo está todo do lado dos marfinenses, sendo de esperar que o possam conseguir até com uma larga vantagem.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Handicap Asiático: Costa do Marfim -1.5 1.90 Bet365
costa do marfim
Costa do Marfim
  • País: Costa do Marfim
  • Estádio:
  • Cidade: Abidjan
  • Fundação: 1960

Ver ficha completa

togo
Togo
  • País: Togo
  • Estádio:
  • Cidade: Lomé
  • Fundação: 1960

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2838
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1331
  • Próg. errados 1465
comments powered by Disqus

Últimos jogos