As apostas desportivas conseguem ser bastante interessantes e divertidas para o apostador quando este consegue obter lucros constantes e as apostas lhe correm de forma positiva. É bastante reconfortante quando o estudo prévio, aliado ao feeling se converte em prognósticos correctos e, por conseguinte, em lucro.

Não obstante disso, são raros os apostadores que conseguem manter sempre séries positivas na sua carreira de apostador, e se há algo que consegue exponenciar a frustração ao máximo é o facto de por vezes encontrarem-se perante séries de perdas consecutivas, em especial se o apostador não souber lidar com elas nem perceber o porquê de elas acontecerem. Se o apostador não conseguir lidar com essas séries negativas o mais certo é esse mesmo apostador não ter futuro no ramo das apostas, com o acumular das frustração sucedem-se as apostas menos ponderadas e na ânsia de recuperar há a tendência de apostar valores mais altos que na maior parte dos casos resulta em perdas avultadas. Por outro lado quem conseguir nessas séries negativas minimizar as perdas, descobrir o que alterar e saber transformar as perdas em séries positivas, terá indubitavelmente um futuro risonho e prospero no mundo das apostas desportivas. Neste artigo tentaremos transmitir alguns conselhos sobre a melhor maneira de abordar e contrariar estas séries negativas.

apostas negativas

Não mudar o que funciona

Se o apostador tem tido ganhos continuados com a sua estratégia de apostas, então é porque está a optar por um estratégia correcta. Como é sabido, nada é 100% fiável, pelo que se o método utilizado até então tem dado frutos, há que continuar com ele e não alterar quando confrontado com uma série negativa. Existe porém a tendência instintiva de começar a colocar dúvidas e problemas à sua estratégia, ou mesmo alterá-la, quando ocorrem situações menos positivas durante o jogo. Isto é um erro bastante comum, pois um apostador nunca deveria alterar aquilo que o ajudou a tornar-se um bom apostador em primeiro lugar. Portanto se considera que tem um método sólido de apostas que até aqui tem dado frutos, deve mantê-lo mesmo durante a série negativa, e encarar essa mesma série como uma colina no meio de um trajecto plano.

Ser realista e confiante

Em primeiro lugar os atletas não vão para um determinado jogo com o pensamento em prejudicar o apostador. É comum ouvirem-se lamentos de que um atleta X ou Y perdeu de propósito devido ao facto de que todas as estatísticas apontavam para ele ser favorito e acabou por perder (há casos de manipulação, mas começam felizmente a ser controlados.) . As apostas são um risco, e o desporto não é matemática, existe o factor sorte envolvido, seja numa bola que vai ao poste aos 90 minutos ou uma expulsão aos 5 minutos de jogo, nada está garantido e sempre haverá surpresas. O importante de salientar é que durante uma vida de apostas, o apostador vai ter semanas em que ganhará todas as suas apostas, outras que ganhará metade e mesmo outras em que perderá todas. Claro que o objectivo é que as semanas em que se ganha sejam mais do que as que se perde, mas mesmo os apostadores mais experientes têm semanas negativas, pelo que há que encarar essa realidade com naturalidade e com a confiança de que se estiver a fazer um bom trabalho os resultados aparecerão.

Manter o mesmo número de apostas

Se for um apostador inexperiente é natural que não queira fazer muitas apostas no início da sua carreira, até ganhar mais experiência e se sentir confortável no mundo das apostas. Por outro lado os apostadores mais experientes têm um número mínimo de apostas que gostam de fazer por semana. Existe porém a tendência de durante as séries negativas, em que os apostadores se sentem que as coisas não lhe estão a correr bem, ou se sentem com azar, de resolverem reduzir substancialmente esse número de apostas para minimizar as perdas. Isto é uma assumpção errada, não há nada que diga que por apostar menos esses jogos terão uma probabilidade maior de sucesso e ao reduzir o número de jogos pode estar a perder lucros em partidas que em condições normais teria apostado. O oposto também acontece, por vezes para recuperar as perdas há a tendência de apostar mais, o que não significa apostar melhor. Na maior parte das vezes esse aumento em número de apostas é inversamente proporcional a uma diminuição do estudo de cada jogo pelo que em vez de suprir as perdas o apostador vai acabar por aumentá-las. O nosso conselho passa por manter sempre o mesmo número de apostas, independentemente de estar a ter bons ou maus resultados. (remete-nos ao principio de não mudar o que funciona)

Reduzir o tamanho das apostas

Alguns métodos de apostas (tais como Martingale) sustentam que após uma aposta perdida deve-se sempre duplicar o valor da aposta seguinte para assim compensar a perda anterior. Mas imagine-se que o apostador está numa série negativa e a sua primeira aposta foi de 10€ (ao fim de 5 apostas perdidas já teria que apostar 320€) esse método eventualmente aniquilaria a banca do apostador por completo (relembramos que nas apostas desportivas as séries negativas não são assim tão incomuns). Posto isto, aconselhamos os apostadores, que quando confrontados com séries negativas, a reduzirem progressivamente o valor das suas apostas (10 a 20%) até conseguirem sair da série negativa, e posteriormente voltar a apostar o valor inicial.

Afastar-se quando necessário

Tal como um trabalho num escritório ou numa fábrica, apostar correctamente também é uma tarefa laboriosa e complexa. Recordamos que é necessário estudo, conhecimento e concentração, pelo que tal como os outros empregos pode provocar desgaste. Por vezes nas séries negativas é isso que acontece, o desgaste pode toldar o julgamento e provocar que o apostador não escolha as opções mais correctas aumentando assim a série negativa. Por vezes é necessário afastar-se um pouco, estar 1 ou 2 semanas sem pensar em apostas. Estas pausas ocasionais irão fazer bem ao apostador a médio-longo prazo, pois a maior parte das pessoas após um período de afastamento retorna com uma concentração regenerada, o que será benéfico para as suas apostas.

Tal como mencionado anteriormente, estas séries negativas irão sempre acontecer na vida de um apostador, isso é certo. Esperamos no entanto que com estes conselhos os apostadores consigam lidar melhor com essa eventualidade, e assim conseguir minimiza-la. Em tudo na vida existem adversidades pelo que consideramos que todas as colinas e montanhas que se atravessam no nosso caminho apenas nos tornam mais fortes e mais preparados, pelo que nas apostas não é diferente. Há que encarar estas adversidades com confiança e tentar aprender com o passado para não surgirem novamente.

Boas Apostas!