Menu
  • 06 dezembro
  • 21:25
  • Betrally

Columbus Crew – Portland Timbers (MLS Cup 2015)

A final da Major League Soccer é realizada entre duas equipas que, nem no início da temporada, nem na entrada para o playoff, surgiam como candidatos a jogá-la. Podemos bem dizer que é uma final inesperada e surpreendente, mas também podemos assinalar como curiosidade o ponto coincidente entre ambos os conjuntos, a liderança de um ponta-de-lança africano na frente da equipa. Será, então, por um lado, uma final entre pontas-de-lança, mas também um jogo entre criadores argentinos, como Higuaín e Valeri, ou um jogo entre poderosos médios-centro, como Chara ou Tchani. Uma final imperdível, para quem gosta de um bom espetáculo de futebol.

A equipa do Columbus Crew terminou a fase regular em segunda posição, graças a uma segunda metade da temporada em que Greg Berhalter encontrou o equilíbrio certo para a sua linha defensiva. As chegadas de Afful e Gaston Sauro modificaram a linha mais recuada da equipa, com o argentino a oferecer qualidade no centro e o ganês a ser um elemento fundamental na maneira como se integrava no ataque sem descurar, nunca, o processo defensivo. Na intermediária, o regresso de Trapp após lesão foi também fundamental, já que o jovem norte-americano é o complemento perfeito para Tchani, um camaronês que, pela dimensão física e capacidade de aceleração, cria sempre muitos problemas a quem está do outro lado. A partir daqui, a equipa de Columbus é feita de magia pura. Higuaín é um cérebro que compensa a sua falta de intensidade com um fantástico posicionamento e excelente leitura de jogo. Finlay é o extremo puro, enquanto Meram abre bem o jogo a partir do lado esquerdo surgindo, quase sempre em diagonais, como um segundo avançado. Já Kamara, pela sua explosividade dentro da área, é claramente o jogador mais letal da MLS. Ultrapassados os Montreal Impact e os New York Red Bulls no playoff, a equipa dos Crew terá a vantagem de discutir em casa mais um título da MLS. O único que conseguiu foi em 2008.

Onze Provável: Clark – Afful, Sauro, Parkhurst, Francis – Tchani, Trapp – Finlay, Higuaín, Meram – Kamara.

MLSOs Portland Timbers jogam a final da MLS depois de um fantástico percurso no playoff, que começou com uma longa série de grandes penalidades na eliminação do Sporting Kansas City, passou por duas exibições muito boas perante os Vancouver Whitecaps e terminou de forma exigente, mas definida, perante os FC Dallas. Caminhada perfeita para uma equipa que parece traçada para vencer em playoff, pela forma dos seus melhores jogadores e, sobretudo, porque Caleb Porter é um técnico motivador e com um discurso apontado para este tipo de situações difíceis. O onze dos Timbers foi mais constante do que o do seu adversário durante a temporada, apenas devendo à lesão de Valeri maiores transformações. No entanto, apesar de ter um onze mais ou menos definido, Porter variou as suas opções entre o 4-4-2, o 4-3-3- e o 4-2-3-1, o que também demonstra a maleabilidade tática de vários dos seus jogadores. No centro da defesa, Ridgewell e Borchers impõe experiência, com Powell e Villafaña a chegarem muito confiantes a esta última fase da temporada. No meio-campo, Chara é um elemento que percorre toda a largura do terreno, deixando para Nagbe o transporte de bola à procura da rutura. Valeri, mesmo mais lento que todo o resto do onze, apresenta qualidades na gestão dos ritmos de jogo e no passe, com Wallace a surgir muito aberto numa das faixas e a pequena dúvida entre Lucas Melano (um elemento mais estável e que procura terrenos no centro) ou Asprilla (um autêntico extremo na direita) para completar um onze que tem Adi como a grande referência finalizadora.

Onze Provável: Kwarasey – Powell, Ridgewell, Borchers, Villafaña – Valeri, Chara, Nagbe – Asprilla, Adi, Wallace.

Apenas seis jogos em toda a história entre estas duas equipas, com Portland a ter duas vitórias, tal como os Columbus, uma delas, curiosamente, esta temporada, quando em Setembro os Timbers foram até ao Ohio vencer por 2-1.

Columbus Crew 1-2 Portland Timbers MLS 2015
Portland Timbers 3-3 Columbus Crew MLS 2014
Columbus Crew 1-0 Portland Timbers MLS 2013
Portland Timbers 0-0 Columbus Crew MLS 2012
Columbus Crew 1-0 Portland Timbers MLS 2011
Portland Timbers 1-0 Columbus Crew MLS 2011

Num jogo com todos os condimentos para ser muito equilibrado, não restam dúvidas de que Columbus Crew e Portland Timbers entram com uma divisão de 50-50 nas probabilidades de vitória.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 3.5 golos 3.45 Betrally
Columbus Crew
Columbus Crew
  • País: Estados Unidos
  • Estádio: Mapfre Stadium
  • Cidade: Columbus
  • Fundação: 1994

Ver ficha completa

Portland Timbers
Portland Timbers
  • País: Estados Unidos
  • Estádio: Providence Park
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2909
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1365
  • Próg. errados 1506
comments powered by Disqus

Últimos jogos