Menu

Cincinnati Bengals – Pittsburgh Steelers (NFL)

Esta é uma das rivalidades mais acesas na NFL dos dias de hoje, agora imaginem isso transposto para os play-offs. Os Bengals vão tentar um dois em um: quebrar uma série de sete derrotas consecutivas nos play-offs e o primeiro triunfo sobre os rivais da AFC Norte nesta fase da temporada. Mas ao que tudo indica terão que o fazer com o rookie A. J. McCarron a quarterback, com Andy Dalton ainda em recuperação. Do outro lado os Steelers alinham o experiente Big Ben e Antonio Brown.

O segundo frente a frente de sábado junta duas equipas que se conhecem muito bem. Cincinnati Bengals e Pittsburgh Steelers estão habituados a medir-se na AFC Norte e alimentam uma rivalidade intensa. E isto é só na temporada regular, imagine-se transpor essa competição para as implicações de seguir em frente nos play-offs. Vai ser um jogo muito duro e disputados ao milímetro.

Este ano os Bengals entraram com o turbo e fizeram uma primeira metade de época absolutamente impressionante e imbatível (8-0). Mas na segunda volta a equipa de Marvin Lewis teve uma pequena quebra e foi intercalando derrotas com vitórias (4-4). O avanço que traziam nunca colocou o título da divisão em causa, e até podemos argumentar que foi precisamente por causa dessa vantagem inicial que os Bengals se puderam dar ao luxo de baixar a intensidade. Há também a considerar Cincinnati perdeu o quarterback titular e teve que alinhar nos últimos três jogos e meio com A. J. McCarron. Andy Dalton fraturou o polegar no confronto com os Steelers, a meio de dezembro, e esteve engessado até há segunda-feira passada. Os especialistas dizem que ele precisa de pelo menos mais uma semana de recuperação e nesse caso seria substituto a assumir a posição no fim de semana dos wildcards. McCarron tremeu um pouco quando entrou para render Dalton mas nos jogos seguintes, em que entrou de início aguentou-se bastante bem. Mas os play-offs são outro campeonato e a experiência destes grandes momentos é um elemento determinante.

NFLDito isto, os Bengals tiveram uma das melhores temporadas dos últimos tempos e é natural que existam legítimas expetativas por parte dos adeptos de que este ano possam quebrar uma fraca prestação no que respeita às prestações na post-season. Cincinnati conta por derrotas as últimas sete partidas disputadas para lá da temporada regular. O último sucesso aconteceu já há um quarto de século, nos idos de 1991, quando bateu os Houston Oilers (41-14) na primeira ronda e foi afastado pelos Los Angeles Raiders (20-10) na etapa seguinte.

Os Pittsburgh Steelers (10-6) conseguiram a vaga nos play-offs com uma ajudinha dos Bills, ou deve dizer antes um esforço concertado de Bills e Jets. É o sexto cabeça de série da Conferência Americana mas este estatuto não reflete a verdadeira valia da equipa no momento. Ben Roethlisberger está de volta à equipa depois de várias semanas afastado por lesão. É verdade que ele permitiu várias interceções três últimos jogos e que ao chegar à fase a eliminar terá que ser muito mais cuidadoso com a bola. Mas Big Ben tem a capacidade de liderança e conhecimento do jogo que o tornam uma tremenda mais-valia nestes grandes jogos. E tem as armas para dar água pela barba à defesa dos Bengals. Podíamos resumir tudo lembrando que Ben tem Antonio Brown ao seu dispor. Mas não é só ele. Os Steelers têm três receivers – Brown, Martavis Bryant e Marcus Wheaton – com pelo menos setecentas jardas cada. O que pode ser suficiente para mascarar a potencial falta do jogo em corrida, se se confirmarem as limitações físicas de DeAngelo Williams.

Pittsburgh tem uma fraqueza que os Bengals poderão explorar: a defesa ao passe é medíocre (trigésima nas contas da Liga). Resta saber se McCarron tem a capacidade de ler as coberturas e tomar as decisões mais acertadas sob pressão acrescida.

Cincinnati Bengals Pittsburgh Steelers Paul Brown Stadium (Cincinnati) D 33-20
Cincinnati Bengals Pittsburgh Steelers Heinz Field (Pittsburgh) V 16-10
Cincinnati Bengals Pittsburgh Steelers Heinz Field (Pittsburgh) D 27-17
Cincinnati Bengals Pittsburgh Steelers Paul Brown Stadium (Cincinnati) D 42-21

Na temporada regular cada equipa venceu o jogo no terreno do adversário. Os Bengals venceram em Pittsburgh (16-10) e os Steelers venceram em Cincinnati (33-20). A equipa de Mike Tomlin vence no histórico de confrontos. Cinquenta e seis triunfos contra trinta e cinco, com sucesso tanto em casa como fora. Só por uma vez, precisamente há dez anos, os dois rivais se cruzaram nos play-offs, também num encontro dos wildcards, e foram os Steelers a seguir em frente (31-17).

Prognóstico Odd Casa Erro
Handicap Pontos: Pittsburgh Steelers -3 1.98 Betrally
bengals
Cincinnati Bengals
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade: Cincinnati
  • Fundação: 1968

Ver ficha completa

Steelers
Pittsburgh Steelers
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade: Pittsburgh
  • Fundação: 1933

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1830
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos