Menu

Chicago Fire – DC United (MLS)

A jornada desta semana da Major League Soccer começa com um encontro que, há algumas semanas, poderia parecer uma daquelas partidas que não teriam interesse algum. Mas as coisas mudam rápido na MLS e ainda antes do fecho do mercado o DC United operou uma série de trocas que o dotou de um ataque respeitável. Cresceram as esperanças de ainda ir a tempo do playoff e os bons resultados assim o vão comprovando, tal como o Chicago Fire vai também dando sinais de uma melhoria de forma com o aproximar da fase regular. Assim, com um bom jogo em perspetiva, o DC United joga para se candidatar a um lugar entre os seis primeiros.

Não foi esta a época que Veljko Paunovic previu para sua estreia no Chicago Fire. A equipa da cidade do vento cedo caiu para o fundo da tabela na Conferência Este, percebendo também com antecipação que não iria conseguir intrometer-se na luta por uma posição no playoff. Por isso mesmo, a equipa de Chicago aproveitou o mercado para se “livrar” de alguns contratos, abrindo espaço para que, no próximo defeso, tenha a capacidade de concorrer pela contratação de jogadores em fim de contrato ou alguns novos jogadores internacionais que possam fortalecer o seu plantel. Ainda assim, com o caminhar para o fim da fase regular, a equipa volta a dar sinais positivos, com melhores exibições e conquista de pontos, sendo que quer o português João Meira, quer o holandês Michael de Leeuw têm contribuído bastante para esse facto. A equipa não apresenta nenhum jogador lesionado ou castigo, pelo que Paunovic terá espaço aberto para escolher a melhor equipa possível.

Onze Provável: Johnson – Kappelhof, J. Campbell, João Meira, Vincent – Polster, Cocis – A. Alvarez, de Leeuw, Goosens – Solignac.

MLSO DC United foi uma das equipas que saiu melhor do último mercado e Ben Olsen, muitas vezes acusado de ser um técnico demasiado passivo na formação do seu plantel, acabou por fazer os movimentos certos para renovar a sua frente de ataque e, com isso, voltar a alimentar a esperança de poder ser um conjunto com possibilidades para entrar no playoff. Patrick Mullins tem sido um elemento chave nesse processo, revelando capacidades que lhe eram reconhecidas, mas que nem sempre conseguir demonstrar nas equipas por onde passou. Em Washington encontrou uma equipa que lhe garante a titularidade – e a tranquilidade que daí vem -, para além de um contexto futebolístico que o coloca no centro das prioridades do jogo. Nos últimos oito jogos, o DC United só perdeu por uma vez, na deslocação ao terreno do New York City, mas também só venceu por duas vezes. Ainda assim, os pontos acumulados ajudam à recuperação desejada. Apesar de tudo, aquilo que mais preocupará Ben Olsen, de momento, é o número de jogadores lesionados que apresenta o seu plantel. Korb, Rolfe, Kamara, Jeffrey, Franklin e Opare são ausências prováveis para o jogo de Chicago.

Onze Provável: Hamid – Mishu, Birnbaum, Boswell, Kemp – Marcelo Sarvas – Sam, Vincent, DeLeon, Nyarko – Mullins.

Em duas partidas realizadas este ano, estas duas equipas empataram a primeira, jogada em Chicago no passado mês de abril, tendo os DC United goleado por 6-2 em jogo, disputado no seu estádio, no final de agosto.

O favoritismo está do lado do DC United, que também verá mais interesse no resultado final da partida, ainda que o Chicago Fire venha demonstrando capacidade para roubar pontos a quem luta pelo playoff.

Prognóstico Odd Casa Erro
Vitória do DC United 3.55 Betrally
Chicago Fire logo
Chicago Fire
  • País: Estados Unidos
  • Estádio: Toyota Park
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

DC United
DC United
  • País: Estados Unidos
  • Estádio: RFK Memorial Stadium
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2909
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1365
  • Próg. errados 1506
comments powered by Disqus

Últimos jogos