Menu
  • 20 setembro
  • 01:30
  • Betrally
NFL 2ª Jornada

Chicago Bears – Philadelphia Bears (NFL)

As expetativas para a temporada de ambas as equipas não eram grandes mas os Philadelphia Eagles surpreenderam na primeira jornada. Carson Wentz fez uma estreia quase perfeita na NFL e não há quem não tenha ficado impressionado com a segurança e maturidade do rookie. A dúvida é se será capaz de manter a exibição de alto nível diante de uma defesa bastante mais eficiente. Os Bears entraram bem no jogo em Houston mas o ataque foi anulado na segunda parte, o que acabou por valer o triunfo aos Texans.

Esta é a segunda temporada de John Fox à frente dos Chicago Bears o que, à partida, permite esperar alguma evolução da equipa. Mesmo que isso se verifique este continua a ser um plantel desequilibrado, o que leva a que ninguém tenha expetativas elevadas para a temporada. A unidade defensiva continua a ser bastante capaz mas as fragilidades estão todas do lado ofensivo. A primeira jornada confirmou isso mesmo. De visita a Houston os Bears até entraram melhor na partida e coloram-se em vantagem. Um touchdown em cada um dos primeiros quartos dava margem de 14-10 ao intervalo. Mas os Texans saíram do balneário com uma estratégia bem definida. Explorar as brechas da linha ofensiva e colocar Jay Cutler sob ataque cerrado. A suposta defesa ao quarterback entregou-o em sacrifício (treze hits e cinco sacks), o que explica o facto da equipa ter ficado em branco nos últimos trinta minutos do encontro.

Costuma-se dizer que o que se vê na pré-temporada não conta para nada porque quando é a sério muda tudo. Mas no caso dos Bears, houve avisos. Durante os encontros de preparação a equipa viu-se sempre grega para chegar à end zone e por aquilo que vimos em Houston não houve melhorias nesse departamento.

É bom que Fox melhore rapidamente a defesa ao QB: os próximos adversário também assistiram ao vídeo do jogo e não vão deixar de meter o dedo nessa ferida.

NFLPara os analistas, esta temporada era dada como perdida para os Philadelphia Eagles. Era o tempo considerado necessário para ressacar da experiência Chip Kelly e reprogramar a equipa. Além disso havia um novo treinador principal a chegar, inexperiente na função e uma segunda escolha do draft na posição de quarterback a precisar de ser domesticada. Mas heis senão quando o dito estreante entra em campo como titular no jogo de abertura e faz uma exibição irrepreensível, mesmo entusiasmante. Dezasseis em vinte e nove tentativas para duzentas e dezasseis jardas, um touchdown e zero interceções. Mas os números não evidenciam a atitude, a pose de quem parece estar nisto há muito tempo. Doug Pederson e os companheiros de equipa não lhe poupam elogios à ética de trabalho, ao conhecimento demonstrado do play-book e, sobretudo, à maturidade com que se comporta em todos os momentos. Philadelphia acredita que encontrou o seu quarterback.

Por melhor que ele seja as coisas não vão correr sempre às mil maravilhas. É da essência de um rookie cometer os seus erros, ninguém está imune e fazem parte do processo de crescimento. Os Browns têm os seus próprios problemas a resolver e não criaram dificuldades de maior. É de esperar que John Fox esteja a preparar blitzs inesperados para confundir Carson Wentz e afetar a sua prestação. A defensiva dos Bears tem recursos humanos para atrapalhar bastante e o ambiente hostil que vai enfrentar e Chicago também pode perturbar alguém que faz o seu segundo jogo a titular na NFL.

No triunfo sobre os Cleveland Browns (29-10), os Eagles conseguiram a vitória por maior margem de todos os duelos de domingo passado. A equipa esteve muito inteligente na gestão do tempo de posse de bola mas pode contar que os Bears não os deixem manter a bola do seu lado durante dois terços da partida. A maior fragilidade de Philadelphia nesta altura é a secundária, em particular os cornerbacks, que são fraquinhos. O plano de jogo tem que passar muito por atacar as falhas da linha ofensiva de Chicago, impedindo que Cutler tenha muitas oportunidades de fazer passes longos.

54-11
30-24
31-26

Os Bears foram cilindrados no último confronto com os Eagles, no auge do impacto Chip Kelly, há três anos. Mudou tudo de lá para cá, de ambos os lados da barricada, e Soldier Field costuma ser um espaço de conforto para os Bears.

Prognóstico Odd Casa Erro
Metade com maior pontuação: primeira 1.86 Betrally
Chicago Bears
Chicago Bears
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade: Chicago
  • Fundação: 1919

Ver ficha completa

Eagles
Philadelphia Eagles
  • País: Estados Unidos
  • Estádio:
  • Cidade: Philadelphia
  • Fundação: 1933

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1899
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 797
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos