Menu
Premier League 5ª Jornada

Chelsea – Liverpool (Premier League)

O jogo grande do fim de semana em Inglaterra é o que abre a jornada cinco em Stamford Bride. Enorme expetativa para o primeiro confronto entre o Chelsea de Conte e o Liverpool de Klopp. Os primeiros mantém-se imbatíveis na temporada, tendo cedido os primeiros pontos na deslocação a Gales. Os segundos chegam em alta depois de golearem o campeão em título na última partida. Mas o grande problema dos Reds tem sido a falta de consistência.

São várias as vozes que se têm levantado para elogiar o efeito imediato que Antonio Conte conseguiu ter na equipa de Stamford Bridge. Mas o melhor testemunho da sua ação é a resposta que os jogadores do Chelsea estão a dar no relvado, desde a pré-temporada. Afinal, que eles eram bons não é surpresa nenhuma, e foi uma questão de atitude que afundou o conjunto na temporada passada. Elementos como Oscar, Eden Hazard, Ivanovic e Diego Costa renasceram das cinzas e mostram uma alegria redescoberta sob as indicações exigentes do treinador italiano.

À entrada para a quinta jornada os Blues ainda seguem imbatíveis (3V/ 1E). Com dez pontos só são superados pelo Manchester City que conta por vitórias os jogos disputados. No passado fim de semana o Chelsea visitou Swansea e não conseguiu melhor do que uma distribuição de pontos com os galeses (2-2). Diego Costa abriu e fechou o marcador. O brasileiro tem sido o santo milagreiro destes bons resultados iniciais da equipa. Mantenho o que disse antes relativamente à subida de nível do coletivo mas foi o avançado, que supostamente teve um pé fora de Stamford Bridge no verão, a fazer os golos decisivos na vitória sobre o West Ham (2-1) e Watford (1-2), ambos nos minutos finais das partidas. No País de Gales voltou a fazer das suas no final do encontro, embora dessa vez a magia não tenha sido suficiente para assegurar os três pontos. Podemos extrapolar o que seria a temporada do Chelsea neste momento se esses golos não tivessem aparecido in-extremis.

A receção ao Liverpool será um teste interessante de acompanhar. Podemos dizer que será o adversário mais desafiante que o Chelsea enfrentou até ao momento. Para esta sexta Conte tem duas limitações apenas na hora de fazer o onze. Kurt Zouma, como já sabemos, e John Terry. O capitão torceu o tornozelo e fica de fora. O técnico italiano já confirmou que David Luiz será titular ao lado de Cahill.

Onze Provável: Courtois – Ivanovic, Cahill, David Luiz, Azpilicueta – Kanté – Willian, Oscar, Matic, Hazard – Diego Costa.

Pelo contrário, o calendário doPremier League Liverpool neste início de temporada da Premier League está a ser tramado. Três dos primeiros quatro adversários ocuparam o pódio da classificação da época transata, dois deles enfrentados fora de casa – Arsenal (3-4) e Tottenham (1-1). No sábado os Reds receberam o atual campeão da Liga Inglesa, o Leicester City, e deu espetáculo e goleou (4-1). Jurgen Klopp teve que fazer um remendo de última hora. Dejan Lovren estava com um olho à Belenenses e por isso Lucas Leiva foi lançado às feras, na posição de central. Fez o possível, o que não foi memorável. Mas um jogador adaptado de última hora a uma função que não é a sua merece um desconto que outros que desempenham a posição de sempre. Refiro-me a Mignolet. Apesar destes percalços, de deixar Philipp Coutinho no banco e Milner em missão de sacrifício na lateral esquerda, o Liverpool teve uma exibição entusiasmante.

Os Reds têm tido exibições explosivas esta temporada mas também têm as tem alternado com momentos de forte quebra e desconcentração. O próprio Klopp fez mea culpa e até pediu aos adeptos que se refreassem de festejar demasiado cedo. O grande desafio do treinador alemão é dotar este conjunto de uma regularidade exibicional. De qualquer forma, estas quebras são mais naturais em jogos menos competitivos, como o demostra a derrota frente ao Burnley (2-0). Nas partidas grandes os Reds superam-se e este frente a frente com o Chelsea é ocasião para brilharem.

Lovren está de volta ao onze – suspiro de alívio de Lucas – e é possível que Klopp troque Sturridge por Coutinho, poupado no passado fim de semana. Emre Can está livre da lesão mas ainda tem que recuperar os níveis físicos. Sheyi Ojo e Ragnar Klavan são as baicas por lesão.

Onze Provável: Mignolet – Clyne, Lovren, Matip, Milner – Lallana, Henderson, Wijnaldum – Mané, Coutinho, Firmino.

Liverpool 1-1 Chelsea
Premier League 2015/16
Chelsea 1-3 Liverpool
Premier League 2015/16

O Liverpool foi ganhar a Stamford Bridge na época transata, com dois golos de Coutinho e um de Benteke. Ramires fez o golo para os da casa.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Diego Costa marca 2.20 Betrally
chelsea
Chelsea
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Stamford Bridge
  • Cidade: Londres
  • Fundação: 1905

Ver ficha completa

liverpool
Liverpool
  • País: Inglaterra
  • Estádio: Anfield Road
  • Cidade: Liverpool
  • Fundação: 1892

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1833
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 769
  • Próg. errados 1039
comments powered by Disqus

Últimos jogos