Menu
  • 19 agosto
  • 19:45
  • Dhoze

Celtic – Malmo FF (Liga dos Campeões)

À semelhança do que sucedeu nas duas rondas anteriores, o Celtic inicia a disputa do “play-off” de acesso à fase de grupos a jogar em casa. Após ter vencido Stjarnan e FK Karabakh em Glasgow, os “católicos” preparam-se agora para receber o Malmo, carrasco do Red Bull Salzburg – pelo segundo ano consecutivo – na eliminatória anterior.

Chegou a hora de disputar o derradeiro “play-off”. O Celtic, que iniciou participação na segunda pré-eliminatória, tem duplo compromisso com os suecos do Malmo, adversário que está claramente alguns furos acima dos oponentes que os escoceses defrontaram nas rondas anteriores. Os comandados de Ronny Deila voltam, no entanto, a ser considerados favoritos à partida para esta eliminatória e pretendem evitar o que sucedeu na última época: Ficar pelo “play-off”, falhando o acesso à fase de grupos da Liga “Milionária”. Há razão para encarar este confronto com o Malmo de forma positiva, tendo em conta que os “Católicos” ainda não perderam qualquer jogo oficial na presente temporada. Em quatro jogos na Liga dos Campeões, três vitórias e um empate. Já a nível de campeonato escocês, – começou no primeiro dia de Agosto – também já decorreram quatro jornadas e sem mácula para a equipa verde e branca que apenas consentiu um empate a dois frente ao Kilmarnock. A nível interno, desde que o grande rival Rangers caiu em desgraça, o Celtic domina a seu bel prazer. Se, por um lado, o sucesso é algo desejável, a facilidade com que o alcança já não é algo tão benéfico, prejudicando inclusive a equipa em contexto internacional dado que a competitividade a nível interno decaiu.

Na Liga dos Campeões, o Celtic marcou sete golos em quatro jogos e sofreu apenas um. A eficiência defensiva foi um dos segredos para conseguir avançar da 3ª pré-eliminatória para o “play-off” uma vez que os escoceses derrotaram os “azeris” do FK Karabakh por um resultado agregado de 1-0, placard do jogo da primeira mão. Na segunda, em Baku, registou-se um nulo que viabilizou a passagem do Celtic. O golo que definiu a passagem foi curiosamente apontado por um elemento defensivo: Boyata. Quanto ao “timing” dos golos, não se verifica qualquer tendência tanto a nível interno como externo. Importa, isso sim, destacar quem os marca e aí é Leigh Griffiths – falhou um dos jogos frente ao FK Karabakh devido a uma dor de dentes – quem leva vantagem. Na Liga dos Campeões, marcou ao Stjarnan, na Islândia. O avançado turco Çiftçi, que enfrenta uma suspensão pesada a nível interno (6 jogos) após morder um adversário no final da época passada, pode ser opção para este compromisso europeu.

Onze provável: Gordon – Lustig, van Dijk, Boyata, Izaguirre – Brown, Blton, Johansen – Commons, Armstrong, Griffiths.

Liga dos CampeõesO Malmo deixou para trás, pelo segundo ano consecutivo, os austríacos do Red Bull Salzburg. Chegam a este embate com o Celtic altamente motivados pelo desempenhado na eliminatória anterior: Afinal, depois de perderem por 2-0 em Salzburgo, uma estrondosa vitória por 3-0 na Suécia permitiu avançar para o “play-off”. Na segunda pré-eliminatória haviam enfrentado o Zalgiris, emblema que venceram por um resultado agregado de 1-0 – vitória em Vilnius.  O enquadramento competitivo doméstico do Malmo é diferente daquele em que o Celtic se debate. Tal como a maioria dos campeonatos nórdicos, o principal escalão sueco tem início em Abril e termina em finais de Outubro. Os “Di Blae” encontram-se em plena competição  numa prova cujo título está a ser acerrimamente disputado por pelo menos seis  equipas que ainda têm boas hipóteses de conquistar o troféu. Umas com melhores argumentos que outras, certo é que o Malmo figura indubitavelmente no lote de mais fortes candidatos. Por esta altura, é 5º classificado com menos cinco pontos que os líderes Gotemburgo e Elfsborg. Venceu, porém, os dois últimos compromissos, um deles precisamente contra o Gotemburgo. Comandados por Age Hareide, – um técnico conhecido pela sua dedicação e que crê que a sua equipa é favorita nesta eliminatória – os suecos estiveram na fase de grupos da prova no último ano mas não foram capazes de somar qualquer ponto. O avançado e capitão Markus Rosenberg é o melhor marcador da equipa e, simultaneamente, o jogador mais mediático deste conjunto.

Onze provável: Willand – Tinnerholm, Arnason, Bengtsson, Yotún – Adu, Lewicki, Rodic, Berget – Rosenberg, Djurdjic.

Tal como aconteceu no jogo com o FK Karabkh, em Celtic Park, os escoceses procurarão assumir o jogo. Na primeira parte deverão ainda assim ficar mais na expectativa, pretendendo precaver qualquer surpresa.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Metade mais produtiva: 2ª Parte 2.04 Dhoze
celtic
Celtic
  • País: Escócia
  • Estádio: Celtic Park
  • Cidade: Glasgow
  • Fundação: 1888

Ver ficha completa

Malmo
Malmö FF
  • País: Suécia
  • Estádio: Swedbank
  • Cidade: Malmö
  • Fundação: 1910

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1501
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 776
  • Próg. errados 645
comments powered by Disqus

Últimos jogos