Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Burkina Faso – Egito (Taça das Nações Africanas)

O primeiro jogo das meias-finais da Taça das Nações Africanas 2017 será disputado em Libreville, entre duas equipas que venceram os respetivos grupos e que alimentam esperanças de poder estar no jogo decisivo da CAN. Para o Burkina Faso, na terceira meia-final da sua história, a ambição de poder conquistar o título africano tornar-se-ia histórico, com Paulo Duarte a completar um ciclo que começou com a organização de base conduzida no futebol deste país. Já para o Egito, no regresso às competições internacionais depois de sete anos de ausência, a sensação de que nenhum tempo passou e que a capacidade de domínio no continente se mantém intacta.

O Burkina Faso tem pela frente um desafio bem complicado para tentar escrever a página mais importante da sua história. Em busca do primeiro título internacional, a equipa orientada por Paulo Duarte tem, para já, que defrontar o país que mais títulos africanos tem no seu currículo, sendo que, ultrapassando este adversário, encontrará um dos segundos países com mais títulos. É, assim, um desafio à altura apenas dos melhores. Paulo Duarte tem uma história que marca o futebol do país. Entre 2008 e 2012 foi um dos líderes de uma autêntica revolução na organização da federação e das competições nacionais, sendo que nas primeiras presenças na CAN se notou a inexperiência da equipa que comandava. Depois de ter “falhado” a final em 2013, onde o Burkina Faso acabou derrotado pela Nigéria, Paulo Duarte regressou ao Burkina para apresentar uma das equipas mais sólidas da história deste país. Mesmo tendo começado com empates frente a Camarões e Gabão, o Burkina Faso sempre demonstrou estar no comando da situação. As vitórias alcançadas perante Guiné-Bissau e Tunísia acabaram por confirmar isso mesmo, ainda que jogadores como Zongo ou Pitroipa tenham ficado de fora devido a lesão. Paulo Duarte tem mexido muito no seu onze, adaptando-o às necessidades de cada jogo, sendo que desta feita precisa de um meio-campo muito sólido para impedir que o Egito consiga criar perigo no corredor central.

Onze Provável: Koffi – Yago, Dayo, Bakary Koné, Coulibaly – Abdou Razak, Kaboré – Bertrand Traoré, Alain Traoré, C. Bayala – Nakoulma.

taça das nações africanas 2017O Egito regressou a uma CAN sete anos depois e, na verdade, parece que nunca esteve de fora. Os problemas no país afetaram largamente a capacidade de continuar a apresentar seleções de rendimento, mas mesmo numa situação caótica, o futebol egípcio continuo o seu processo de evolução e trabalho, nunca deixando de pensar no seu futuro. Hector Cuper pegou numa equipa que queria voltar a ser dominante e, na verdade, cumpre exatamente com aquilo que se esperava de uma equipa egípcia. Sendo verdade que já houve equipas dos faraós com muito mais qualidade de jogo, também devido a gerações de jogadores muito mais fortes do que a atual, sempre foi nota nas equipas deste país uma enorme capacidade de rigor defensivo, bem como uma organização no seu jogo que lhe permitia gerir bem melhor os tempos do encontro. Tendo, até agora, atuado sempre num relvado de péssima qualidade, o Egito mantém os seus pontos fortes: boa organização, que o leva a nunca entrar em ansiedade mesmo perante os momentos de jogo mais “apertados”, capacidade defensiva, não tendo sofrido golos em quatro jogos, e enorme capacidade para decidir nos últimos momentos, aproveitando as distrações dos adversários. Para competir com o Egito, é preciso estar preparado para não falhar. Difícil de conseguir, neste contexto.

Onze Provável: El Hadary – El Mohamady, Ali Gabr, Hegazi, Karim Hafez – Hamed, Fathy – Salah, El Said, Trézéguet – Hassan.

As duas equipas defrontaram-se nas meias-finais da CAN 1998, com a equipa egípcia a alcançar uma vitória que lhe permitiu seguir em frente. Depois disso, em 2000, voltaram a defrontar-se numa fase de grupos, sendo que, desde então, só jogaram em partidas amigáveis. De notar que o Burkina Faso nunca conseguiu vencer a seleção do Egito.

O futebol da equipa de Paulo Duarte será mais atraente, mas a equipa egípcia, sobretudo no momento defensivo, parece apresentar-se como uma equipa mais sólida. Num jogo em que a capacidade de marcar ao Egito poderá fazer toda a diferença, o Burkina Faso parece estar obrigado a ser o conjunto que dá o primeiro passo para desbloquear um eventual empate.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória do Egito 2.10 Betclic
Burkina Faso
Burkina Faso
  • País: Burkina Faso
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Egito
Egipto
  • País: Egipto
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2915
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1368
  • Próg. errados 1507
comments powered by Disqus

Últimos jogos