Menu

Bulgaria U21 – México U23 (Torneio de Toulon)

A selecção da Bulgaria U21 e a selecção do México U23 colocam-se frente a frente esta terça-feira no Stade Perruc, em Hyères, num encontro a valer para o Grupo A do Torneio de Toulon. A selecção da Bulgaria chega aqui em maus lençóis ao não ter conseguido vencer na última jornada sobre a República Checa, somando apenas 1 ponto dos dois embates já disputados. Já a selecção do México, com um jogo disputado a mais que este seu adversário, encontra-se no fundo da classificação deste agrupamento com apenas 1 ponto, ficando assim já sem hipótese de alcançar os dois primeiros lugares.

Bulgaria ocupa o 4º lugar na tabela de classificação geral do Grupo A com 1 ponto, fruto de 1 empate e 1 derrota, com parciais de 1 golo sofrido e nenhum golo marcado. Num agrupamento ainda constituído pela República Checa, França e Mali, os búlgaros estão em maus lençóis por ainda não terem conseguido vencer nenhum embate, o que lhes reduz bastante as hipóteses de alcançarem os dois primeiros lugares. Neste prestigiado torneio de futebol jovem, a Bulgaria sagrou-se campeã já por duas vezes na sua história, em 1976 e em 1986, tendo também disputado as finais de 1977, 1987 e de 1989. Esta turma orientada por Antoni Zdrakov retoma a qualificação ao Euro Sub-21 em Setembro, e até lá, este aproveita para rodar a equipa neste torneio, testando ainda algumas novas opções de forma a tentar colmatar as fragilidades ofensivas, uma vez que mostram alguma dificuldade em conseguir criar ocasiões de golo, e finalizar as mesmas.

Nos seus últimos 5 jogos, a Bulgaria apresenta um histórico de 3 empates e 2 derrotas. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma derrota por 1-0 em terreno da Dinamarca. Seguiu-se um empate por 0-0 na recepção ao País de Gales, um empate por 0-0 na recepção ao Luxemburgo, todos eles a contarem para a qualificação ao Euro Sub-21, uma derrota por 0-1 com a França, e na última jornada, um empate por 0-0 com a República Checa.

Onze Provável: Kasa – Preisler, Sterba, Byrtus e Hulka – Fulnek, Hruby, Sevcik e Tetour – Buchvaldek e Chory.

Torneio de ToulonMéxico, por sua vez, ocupa o 5º e último lugar do Grupo A com apenas 1 ponto, fruto de 1 empate e 2 derrotas, com parciais de 5 golos marcados e 8 golos sofridos. Os mexicanos encontram-se então a atravessar um momento ainda pior que o seu oponente em jogo, tendo um embate a mais disputado e não conseguido vencer nenhum dos 3, o que os deixa já sem nenhuma hipótese de alcançar os dois primeiros lugares do agrupamento, ocupados pela República Checa e pela França. Orientados por Raúl Gutiérrez, este conjunto conta com um título deste torneio em toda a sua história, tendo vencido a competição em 2012, no entanto, embora tenham marcado presença na prova nas edições de 2013 e 2015, estes mostraram-se incapazes de ir além da fase de grupos.

Apesar de já se apresentarem aqui apenas para cumprirem calendário, os mexicanos apresentam o sector ofensivo que mais golos marcaram deste agrupamento, apesar de terem 1 jogo a mais, contudo, é no sector defensivo que parecem estar todos os seus problemas, uma vez que demonstram a defesa mais batida dos dois grupos deste torneio. Dos 20 convocados pelo técnico mexicano para esta prova, apenas 3 deles se encontram a actuar em equipas fora do seu País, como Raúl Gudiño, guarda-redes da União da Madeira, Omar Govea, médio do FC Porto B, e Erick Torres, avançado do Houston Dynamo, dos Estados Unidos.

Nos seus últimos 5 jogos, todos eles a contarem para este torneio, o México apresenta um histórico de 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma vitória por 2-1 contra Inglaterra. Seguiu-se uma derrota por 2-1 com Marrocos, uma derrota por 1-3 com a França, uma derrota por 1-2 com a República Checa, e na última jornada, um empate por 3-3 com o Mali.

Onze Provável: Gudiño – Carlos Guzmán, López, Juan Carlos e Rodríguez – Álvarez, Kevin Gutiérrez, Govea e Arturo González – Torres e Díaz.

A Bulgaria apresenta o pior sector ofensivo de todo o torneio, não tendo ainda conseguido marcar nenhum golo, ao contrário do México, que já apontou 5 tentos. Contudo os búlgaros concederam apenas um golo e os mexicanos 8, demonstrando a pior defesa do torneio. Este é então um jogo onde a maior qualidade de um é a maior dificuldade do seu adversário, e vice-versa, pelo que são de esperar algumas ocasiões de golo para os dois lados. Com o México apenas a cumprir calendário, os búlgaros poderão conseguir pelo menos 1 ponto neste encontro.

Prognóstico Odd Casa Erro
Empate 3.45 Betrally
Bulgária
Bulgária Sub-21
  • País: Bulgária
  • Estádio:
  • Cidade: Sofia
  • Fundação: 1923

Ver ficha completa

México
México Sub-23
  • País: México
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Fabio Mota
Fabio Mota
  • Próg. realizados 1852
  • Média Odds usadas 1.83
  • Próg. certos 965
  • Próg. errados 786
comments powered by Disqus

Últimos jogos