Menu

Brasil – México (Taça das Confederações)

Ao segundo jogo da Taça das Confederações, o Brasil terá mais um teste às suas capacidades. No primeiro encontro, frente ao Japão, os canarinhos passaram com distinção, abrindo cedo o marcador e dominando toda a partida. Frente ao México, terá que subir mais um degrau, já que o conjunto mexicano deixou bem vincado, frente à Itália, que não é pera fácil para ninguém.

Vários sinais positivos da equipa do Brasil na sua estreia na Taça das Confederações. Luiz Felipe Scolari deixou Fred bem cravado entre os centrais, com Hulk a subir a partir do corredor direito e Neymar e Óscar a explorar o espaço entre o centro e a faixa esquerda. Este posicionamento começou a dar lucros logo nos minutos iniciais, com Fred a parar a bola no peito e a servir Neymar para um grande golo. A tendência manteve-se durante a primeira parte, com Neymar a procurar várias vezes a faixa, para controlar o esférico, obrigando a defensiva japonesa a recorrer à falta. No meio, Luiz Gustavo e Paulinho parecem também funcionar como uma excelente dupla no controlo da partida. Paulinho surge um pouco mais solto, aparecendo várias vezes em espaço de remate, enquanto o médio do Bayern Munique tem um posicionamento mais fixo, à frente dos centrais. O Japão criou pouco perigo para a baliza de Júlio César – que deu alguns sinais de intranquilidade, a rever -, algo que frente ao México deverá ser bem diferente. No entanto, Thiago Silva e David Luiz dão todas as garantias a Scolari, que não deverá fazer qualquer alteração no seu onze inicial.

Onze provável: Júlio César – Dani Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo – Luiz Gustavo, Paulinho – Hulk, Neymar, Óscar – Fred.

Taça das Confederações 2013O México mostrou mais do que aquilo que se poderia esperar de uma equipa que tem tido dificuldades na fase de qualificação para o Mundial, mas isso não foi suficiente para ultrapassar uma Itália bastante segura na sua abordagem ao encontro. A equipa mexicana tem Chicharito Hernandez como sua principal referência, mas o avançado procura uma postura algo diferente daquela que o caracteriza no Manchester United. Numa equipa onde as linhas estão mais recuadas, o Chicharito tem que ocupar mais espaço na frente, lutando mais, mas também sabendo que depende, sobretudo, de si. De la Torre lançou Giovani dos Santos nas suas costas, tentando aproveitar o espaço aberto pelo jogador de Manchester, e Gio foi tentando afirmar-se, o que conseguiu, pelo menos até que Itália tomasse conta da bola. Nas linhas mais recuadas, Torrado parece já não ter o ritmo de outros tempos, para conseguir fechar no meio, enquanto com Salcido na lateral esquerda, falta uma opção mais forte para ter a mesma intensidade na lateral direita. Moreno e Francisco Rodríguez são os centrais que, globalmente, estiveram bem, embora tenham demonstrado alguma fragilidade no segundo golo italiano. É possível que, dentro do mesmo formato, De la Torre possa fazer alguns acertos no seu onze, de maneira a tentar controlar o ataque brasileiro da melhor forma.

Onze provável: Corona – Mier, Francisco Rodríguez, Moreno, Salcido – Torrado, Zavala, Herrera – Aquino, Guardado – Chicharito Hernandez.

As duas seleções já se encontraram por três vezes na Taça das Confederações, com o México a alcançar a vitória em dois desses encontros.

Brasil 0-2 México  Amigáveis 2012
México 1-2 Brasil  Amigáveis 2011
Brasil 3-1 México  Amigáveis 2007
México 2-0 Brasil  Copa América 2007
México 1-0 Brasil  Confederações 2005
México 0-4 Brasil  Copa América 2004
México 0-0 Brasil  Jogos Amigáveis 2003
Brasil 0-1 México  Copa América 2001
México 3-3 Brasil  Jogos Amigáveis 2001
México 4-3 Brasil  Confederações 1999

Nesta partida, o Brasil é grande favorito e, apesar de poder sentir mais dificuldades do que frente ao Japão, parece bastante provável que vença e talvez até com dois ou três golos de vantagem sobre o seu adversário.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Brasil para ganhar a zero 2.30 Bet365
brasil
Brasil
  • País: Brasil
  • Estádio:
  • Cidade: Brasília
  • Fundação: 1914

Ver ficha completa

México
México
  • País: México
  • Estádio:
  • Cidade: Cidade do México
  • Fundação: 1922

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2838
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1332
  • Próg. errados 1468
comments powered by Disqus

Últimos jogos