Menu

Brasil – Itália (Taça das Confederações)

O Grupo A verá o seu vencedor decidido nesta partida, entre as duas equipas que somaram vitórias nos encontros disputados. É o encontro mais esperado desta fase inicial do torneio, com a curiosidade de ser, também, o principal teste à seleção brasileira.

Assim, para que o Brasil só encontre a Espanha na final, como parece ser o desejo dos adeptos, precisa de não perder frente à Itália, sendo que o empate lhe é favorável. Os brasileiros derrotaram o Japão por 3-0 e o México por 2-0, confirmando os princípios de Luiz Felipe Scolari, que constrói a sua equipa a partir de trás, onde a linha defensiva tem estado segura – Marcelo é a exceção -, muito bem apoiada pela dupla de médios-volantes, Luiz Gustavo e Paulinho, que têm impedido qualquer susto ao guarda-redes Júlio César. Frente a uma Itália que tem andado a experimentar diferentes formas de encarar o momento ofensivo dos jogos, os canarinhos precisam que, neste setor, se mantenha a clareza de movimentos e a excelente performance na recuperação da bola. No momento ofensivo, o Brasil tem estado também em grande forma, sobretudo Neymar, que vai aproveitando esta Taça das Confederações para deixar água na boca dos adeptos do Barcelona. Aproveitando sempre as fragilidades das defesas adversárias, o novo jogador culé tem sido decisivo para levar o Brasil às vitórias. Óscar e Hulk tentam completar o trio ofensivo, embora o jovem do Chelsea venha tendo uma presença muito mais importante na equipa do que Hulk, que corre o risco de vir a perder o seu lugar para Lucas Moura. Na linha da frente, apesar de Jô ter marcado um golo, Fred tem a sua presença solidificada, sobretudo pelo que oferece em espaço e bola aos seus colegas de equipa – e isso, neste onze, é mais importante do que marcar. Nota ainda para David Luiz, que apesar de ter fraturado o nariz, estará presente no encontro frente aos transalpinos.

Onze provável: Júlio César – Dani Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo – Luiz Gustavo, Paulinho – Hulk, Neymar, Óscar – Fred.

Taça das Confederações 2013Cesare Prandelli promoveu uma ligeira alteração na equipa da Itália, depois de ter vencido o México por 2-1. Se olharmos para o resultado de 4-3 frente ao Japão, poderemos estar inclinados para ver essa alteração como negativa. No entanto, parece-me que Prandelli continua a tentar uma forma de integrar na sua equipa um modelo de controlo e posse de bola que consiga aproveitar e alimentar o génio de Balotelli. Essa procura tem aberto algumas frinchas na equipa, e isso sim, foi óbvio na partida frente ao Japão. O modelo de jogo italiano não aceita quebra de intensidade, o que lhe pode ser fatal. Pirlo assume uma presença, sobretudo, posicional, com De Rossi a ser essencial na pressão intermediária. No entanto, ao ver o segundo amarelo frente ao Japão, o jogador da AS Roma não poderá jogar frente ao Brasil. Abre-se assim uma posição essencial no onze italiano, que procura quem possa fazer de De Rossi. Por outro lado, ao promover mais posse de bola, Prandelli tem abdicado de utilizar jogadores mais explosivos ao lado de Balotelli, o que poderia permitir uma maior libertação do avançado do AC Milan. Frente ao Brasil, essa poderá ser uma das opções do técnico, tentando assim surpreender quem detém todo o favoritismo.

Onze provável: Buffon – Abate, Barzagli, Chiellini, De Sciglio – A. Pirlo, Montolivo, Cerci – Giovinco, Giaccherini – Balotelli.

Brasil e Itália têm uma longa rivalidade na história do futebol, sendo que em 2009, se encontraram na Taça das Confederações, com os brasileiros a vencer por 3-0.

Brasil 2-2 Itália  Amigáveis 2013
Itália 0-3 Brasil  Confederações 2009
Brasil 2-0 Itália  Amigáveis 2009
Itália 3-3 Brasil  Jogos Amigáveis 1997
Brasil 0-0 (3-2)g.p. Itália  EUA 94
Itália 0-1 Brasil  Jogos Amigáveis 1989
Itália 3-2 Brasil  Espanha 82

Os canarinhos são grandes favoritos a vencer e parece difícil que a Itália contrarie essa tendência. Ainda assim, conseguindo diminuir o espaço de influência de Neymar, os italianos terão o efeito de fazer com que o Brasil seja obrigado a encontrar diferentes formas para garantir vitórias.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória do Brasil 1.57 Bet365
brasil
Brasil
  • País: Brasil
  • Estádio:
  • Cidade: Brasília
  • Fundação: 1914

Ver ficha completa

Itália
Itália
  • País: Itália
  • Estádio:
  • Cidade: Roma
  • Fundação: 1898

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2797
  • Média Odds usadas 2.16
  • Próg. certos 1316
  • Próg. errados 1438
comments powered by Disqus

Últimos jogos