Menu
  • 10 novembro
  • 23:45
  • Betrally

Brasil – Argentina (Mundial 2018)

Na quinta-feira haverá um clássico sul-americano no Mineirão. Um Brasil – Argentina é sempre quentinho e renhido, seja qual for a situação mas este é obrigatório vencer para a Albiceleste. A decisão da FIFA de punir a Bolívia beneficiou chilenos e prejudicou os argentinos, que neste momento estão fora dos lugares de qualificação para o Mundial. Na ausência de Messi a seleção de Bauza não vence há três jogos.

Desde que Tite assumiu o cargo de selecionador do Brasil a Canarinha soma quatro vitórias consecutivas: sobre a Colômbia (2-1) e Bolívia (5-0) em casa e frente a Equador (0-3) e Venezuela (0-2) a jogar fora. No entanto, pode-se dizer que este próximo compromisso representa o maior desafio do seu tempo à frente da seleção brasileira. Receber a Argentina já seria, por si só, um desafio e tanto. Messi está de volta e a rivalidade entre os dois países sul-americanos é das mais acirradas do continente. Acresce aqui dois pormenores que apimentam a coisa para os dois lados. A Albiceleste está numa posição complicada, e para não correr o risco de assistir ao Mundial da Rússia pela televisão terá que rapidamente somar pontos para voltar aos lugares de apuramento. Por outro lado, a partida é num estádio de má memória para o Brasil. O Mineirão foi o palco dos 7-1 frente à Alemanha e é a primeira vez desde esse episódio negro da história da Canarinha que a equipa nacional volta a jogar no recinto.

O Brasil vai querer manter a liderança na qualificação da CONMEBOL para o Mundial 2018 ao mesmo tempo que exorciza esse fantasma. De momento a seleção de Neymar e companhia soma seis vitórias, três empates e um desaire, que lhes dá um ponto a mais que o Uruguai e quatro de vantagem para a Colômbia e Equador. Nesta dupla jornada, depois de enfrentar os argentinos os brasileiros viajam até ao Peru. A seleção peruana tem sido uma das piores neste apuramento mas convém não esquecer que bateu o Brasil em junho, na fase de grupos da Copa América.

Onze Provável: Alisson – Dani Alves, Miranda, Marquinhos, Marcelo – Casemiro – Coutinho, Guiliano, Renato Augusto, Neymar – Gabriel Jesus.

Mundial 2018 - RussiaA Argentina foi gravemente prejudicada pela decisão da FIFA, que decidiu punir a Bolívia com derrotas por 3-0 frente a Chile e Peru. Os decisores do organismo que gere o futebol mundial não se limitaram a retirar os pontos aos bolivianos, atribuíram os três pontos aos adversários. Um curto parêntesis para esclarecer. A seleção boliviana utilizou um jogador, o central Nelson Cabrera que nasceu no Paraguai mas que requereu a cidadania boliviana, em duas partidas, nos minutos finais. O defesa cumpria os requisitos da Bolívia para lhe ser atribuída a nacionalidade mas as regras da FIFA exigem que um jogador tenha residência fixa por um período mínimo de cinco anos para ser elegível. Com a punição, que está a ser contestada porque o protesto nestes casos deve acontecer nas vinte e quatro horas subsequentes, a FIFA baralhou as contas deste apuramento. O Chile ascendeu ao quinto lugar, empurrando a Argentina para fora dos lugares de qualificação para o Mundial (sexta posição, com dezasseis pontos).

Edgardo Bauza está sob enorme pressão. A Argentina tem que somar pontos de imediato para regressar ao top-5. O problema é que agora enfrenta o Brasil, na próxima semana recebem os Cafeteros e em março do próximo ano jogam com os chilenos em casa. Não será fácil somar vitórias com um calendário destes.

Mas nem tudo são más notícias. Sem Leonel Messi a Albiceleste não ganha há três partidas –empatou com a Venezuela  e Peru, ambos por 2-2, e foi derrotada pelo Paraguai (0-1), num jogo em que Sergio Aguero falhou um penálti – mas o génio do Barça está de volta e em excelente forma.

Onze Provável: Romero – Zabaleta, Otamendi, Funes Mori, Más – Enzo Pérez, Biglia, Mascherano, Di Maria – Higuaín, Messi.

Argentina
1-1
BrasilBrasil
Mundial 2018 (Q) CONMEBOL
Brasil
2-0
ArgentinaArgentina
Amigáveis 2014
Argentina
2-1
BrasilBrasil
Amigáveis 2012

O primeiro confronto entre Brasil e Argentina nesta fase de qualificação Sul-Americana, em Buenos Aires, terminou empatado. A vantagem conquistada por Lavezzi na primeira parte foi anulada por Lucas Lima no arranque do segundo tempo. Os quatro jogos anteriores foram amigáveis e ganhos pela equipa que jogava em casa.

Prognóstico Odd Casa Erro
Ambas Equipas Marcam 2.00 Betrally
brasil
Brasil
  • País: Brasil
  • Estádio:
  • Cidade: Brasília
  • Fundação: 1914

Ver ficha completa

argentina
Argentina
  • País: Argentina
  • Estádio:
  • Cidade: Buenos Aires
  • Fundação: 1893

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1831
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos