Menu
  • 06 setembro
  • 19:45
  • Betrally

Bósnia e Herzegovina – Estónia (Mundial 2018)

Bósnia/Herzegovina e Estónia medem forças na primeira jornada do H (zona UEFA) de qualificação para o Mundial 2018. O estádio Bilino Polje, em Zenica, é o ponto de partida da caminha da Bósnia, seleção que ambiciona regressar à fase final de uma grande competição depois de ter falhado o apuramento para o Euro 2016.

Derrotada pela República da Irlanda no “play-off” de apuramento para a fase final do Euro 2016, a seleção da Bósnia quer que o Mundial da Rússia assinale o regresso aos grandes palcos. No grupo H juntamente com Grécia, Gibraltar, Estónia e Chipre, os “diabos vermelhos” são o principal rival da Bósnia na luta pelo apuramento, embora o ressurgimento da Grécia de Michael Skibbe deva ser tido em conta.

Ausente da fase final do campeonato da Europa, a seleção da Bósnia realizou cinco encontros de preparação no ano civil de 2016. Em março, venceu os dois compromissos que disputou frente ao Luxemburgo (0-3) e à Suíça (0-2). Nos últimos dias de maio, na antecâmara do início do campeonato da Europa, a Bósnia perdeu em Espanha por três bolas a uma. Já no mês de junho, participou na Kirin Cup, competição organizada pelo Japão que também contou com as presenças de Dinamarca e Bulgária. A Bósnia conquistou o troféu ao vencer o Japão na final (1-2), apresentando-se em solo asiático com uma equipa composta por vários atletas que não costumam estar entre os eleitos. Mehmed Bazdarevic aproveitou a ocasião para testar soluções que vão participar nesta fase de qualificação para o Mundial 2018, procedendo a uma renovação que se impõe em alguns casos. Figuras como Asmir Begovic, Emir Spahic, Senad Lulic, Miralem Pjanic ou Edin Dzeko não constaram na última convocatória, mas estão todos à disposição para o encontro com a Estónia.

A lista de convocados para o duelo com a Estónia não possui grandes alterações face às últimas listas de eleitos do técnico Mehmed Bazdarevic. Aos 36 anos, Emir Spahic mantém-se nos convocados, contrariando a ideia de que poderia ser um dos elementos que já não marcariam presença nesta fase de apuramento para o campeonato do mundo. Mate Jajalo (Palermo) ficou de fora devido a lesão,  enquanto o médio Danijel Milicevic (30 anos) se estreia ao serviço a seleção da Bósnia.

Onze Provável: Asmir Begovic, Emir Spahic, Ervin Zukanovic, Sead Kolasinac, Muhamed Besic, Izet Hajrovic, Anel Hadzic, Miralem Pjanic, Edin Visca, Armin Hodzic, Edin Dzeko

Mundial 2018 - RussiaA seleção da Estónia não é o elo mais fraco deste grupo H, mas a verdade é que não possui aspirações quanto ao acesso à fase final do Mundial da Rússia. A participação da nação do Báltico na fase de apuramento para o Euro 2016 merece-nos uma avaliação positiva, uma vez que terminou na 4ª posição do grupo E com 10 pontos (3V; 1E; 6D), à frente de Lituânia e San Marino. À entrada para este novo desafio, fugir ao último lugar do grupo é praticamente um dado adquirido, uma vez que a jovem seleção de Gibraltar parece condenada a essa posição. A formação da Estónia poderá ter uma palavra a dizer nos compromissos com o Cipre, sendo que as restantes três seleções a concurso apresentam um nível qualitativo completamente distinto.

A Estónia foi uma das nações que mais se preparou para a disputa desta fase de apuramento para o Mundial 2018, pelo menos a julgar pelo número de encontros amigáveis que disputou. No final de 2015, venceu as congéneres da Geórgia (3-0) e de São Cristóvão e Neves (3-0).  Este ano, além da copiosa goleada (7-0) consentida frente a Portugal no Estádio da Luz, os estónios disputaram mais sete encontros. Veneram Andorra (2-0), empataram com Suécia (1-1), Noruega (0-0), Letónia (0-0) e Malta (1-1) e perderam com a Sérvia (0-1) e a Lituânia (2-0).

Onze Provável: Mikhel Aksalu, Gert Kams, Taijo Teniste, Nikita Baranov, Karol Mets, Ken Kallaste, Artur Pikk, Aleksandr Dmitrijev, Konstantin Vassiljev, Sergei Zenjov, Ats Purje

A seleção da Bósnia optou por não disputar qualquer encontro de preparação na antecâmara deste desafio com a Estónia, contrariamente ao que a maioria das seleções envolvidas nesta fase de apuramento fez. Tendo em conta que a Bósnia não pôde contar com as suas principais unidades na Kirin Cup, desde o encontro amigável com a Espanha que os principais eleitos de Mehmed Bazdarevic não atuam juntos. Ainda assim, a equipa da casa venceu os últimos dois embates com a Estónia e é amplamente favorita à vitória neste desafio.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Estónia: Menos de 0.5 Golos 1.52 Betrally
Bósnia-Herzegovina
Bósnia e Herzegovina
  • País: Bósnia-Herzegovina
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Estónia
Estónia
  • País: Estónia
  • Estádio:
  • Cidade: Tallinn
  • Fundação: 1921

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1600
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 828
  • Próg. errados 693
comments powered by Disqus

Últimos jogos