Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Borussia Dortmund – Benfica (Liga dos Campeões)

O Borussia Dortmund tem a tarefa complicada de tentar reverter a derrota sofrida na Luz, há três semanas. Todos sabemos que o ataque da formação de Tuchel só precisa de embalar e marcar o primeiro, como ficou provado na goleada frente ao Leverkusen. Mas as baixas de Gotze e Reus, além da estatística da Champions para as equipas que perdem a primeira mão fora, não são animadoras. Ainda se especulou que Fejsa podia fazer parte das opções de Rui Vitória mas o médio não recuperou da entorse na tibiotársica e ficou em Lisboa.

Aí pelos quinze, vinte minutos, da primeira mão o Borussia Dortmund podia estar a vencer por três ou quatro no Estádio da Luz. Mas a formação germânica, muito jovem, desperdiçou ocasiões claras e foi baixando a intensidade com que entrou em campo. A abrir a segunda parte o Benfica adianta-se no marcador, por intermédio de Kostas Mitroglou e dez minutos depois Pierre Aubameyang teve nos pés a oportunidade de igualar, da marca de penálti, mas Ederson Morales esteve melhor que o avançado gabonês. Estes dois lances permitiram que a equipa portuguesa pudesse relaxar e tirar vantagem da sua maior experiência. Aubameyang saiu quase em seguida e o Dortmund não voltou a estar por cima na partida. Uma derrota por um não é resultado que resolva nenhuma eliminatória, sobretudo quando um dos lados é um ataque explosivo que só precisa de conseguir marcar o primeiro golo para se soltar. O Borussia Dortmund só perdeu uma vez no Signal Iduna Park (10V/ 6E/ 1D), esta temporada, em todas as competições. Foi logo a abrir, na Supertaça da Alemanha, frente ao Bayern (0-2). Nas competições europeias, empatou com o Real Madrid (2-2), bateu o Sporting CP (1-0) e goleou o Legia de Varsóvia (8-4). Mas a estatística da Liga dos Campeões diz que desde a época de 2009/10 só quatro em catorze equipas conseguiram reverter de uma derrota por 1-0 fora de casa na primeira mão da fase a eliminar. E duas delas precisaram de ir a penáltis para seguir em frente. O Dortmund terá que marcar e cedo. Mas tão ou mais importante é manter a sua baliza inviolada, o que no caso da formação germânica é mais complicado.

Liga dos CampeõesDesde o jogo na Luz o Dortmund somou três vitórias – Wolfsburg (3-0), Freiburg (0-3) e Bayer Leverkusen (6-2) – marcando no processo doze golos. A goleada do fim de semana ficou ensombrada pela lesão de Marcos Reus, nas palavras de Thomas Tuchel, sempre um dos elementos mais esclarecidos da equipa alemã. Junta-se a Mario Gotze, que está de fora devido a um problema metabólico, Sven Bender, Nuri Sahin e Sebastian Rode, na lista de lesionados. Raphael Guerreiro não treinou na segunda-feira e pode estar em dúvida.

Onze provável: Burki – Ginter, Sokratis, Bartra – Piszczek, Castro, Weigl, Guerreiro – Dembélé, Pulisic – Aubameyang.

A vantagem com que o Benfica parte para a Alemanha é curta mas o tricampeão português sabe que tem boas perspetivas de chegar aos quartos de final da Liga dos Campeões. À semelhança do que aconteceu em Lisboa, na primeira mão, a maior dificuldade dos Encarnados será aguentar o caudal ofensivo do Dortmund nos minutos iniciais. Vão sair com tudo e vai ser complicado travar Aubameyang, Pulisic, Gerreiro e companhia. Mas se conseguirem segurá-los nesse ímpeto natural na primeira parte, ainda por cima alimentado pela necessidade de dar a volta à eliminatória, o jogo entrará numa toada mais equilibrada. Nesse registo os alemães podem até marcar mas o Benfica terá todas as condições para aproveitar um lance de contra-ataque e selar a qualificação.

O líder da Liga NOS vem de sete triunfos consecutivos, em todas as competições, embora quatro dos últimos cinco tenham sido por um golo de diferença e sem aquele domínio que a equipa evidenciou antes na temporada. Ainda se especulou que Lubomir Fejsa pudesse entrar nas opções de Rui Vitória, o que seria uma mais-valia significativa para os Encarnados. Mas o médio não recuperou a tempo da entorse na tibiotársica e ficou em terra. Já Filipe Augusto, que estava em dúvida, seguiu na comitiva.

Onze provável: Ederson – Nélson Semedo, Luisão, Lindelof, Eliseu – Pizzi, Samaris – Zivkovic, Rafa, Carrillo – Mitroglou.

Benfica
1-0
Borussia Dortmund
Liga dos Campeões 2016/17
Borussia Dortmund
5-0
Benfica
TC 1963/64
Benfica
2-1
Borussia Dortmund
TC 1963/64

Este será o quarto confronto entre Borussia Dortmund e Benfica e até hoje venceu sempre a equipa da casa.

Prognóstico Odd Casa Erro
Ambas Equipas Marcam 1.70 Betclic
dortmund
Borussia Dortmund
  • País: Alemanha
  • Estádio: Signal Iduna Park
  • Cidade: Dortmund
  • Fundação: 1909

Ver ficha completa

benfica
Benfica
  • País: Portugal
  • Estádio: Estádio da Luz
  • Cidade: Lisboa
  • Fundação: 1904

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1821
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 764
  • Próg. errados 1034
comments powered by Disqus

Últimos jogos