Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Borussia Dortmund – AS Monaco (Liga dos Campeões)

O jogo do Signal Iduna Park tem todos os ingredientes para ser memorável. O carrasco do Benfica recebe a formação monegasca, comandada por Leonardo Jardim. Frente a frente dois treinadores jovens, ambiciosos e com ideias muito claras do que pretendem do jogo. De ambos os lados estão alguns dos mais jovens talentos do futebol europeu. Apesar de ser só a primeira mão podemos antecipar uma partida com golos de parte a parte.

Esta é a quarta vez nos últimos cinco anos que o Borussia de Dortmund marca presença nos quartos de final da Liga dos Campeões. Também é certo que este foi o fim da linha em três dessas tentativas. Thomas Tuchel conta com uma formação cheia de talentos explosivos. E se o início da temporada foi algo conturbado, com uma quantidade anormal de lesões a afetar a prestação da equipa, agora o Dortmund está num bom momento de forma. Não fossem as baixas de longa duração de Mario Gotze e Marcos Reus e a formação amarela estria certamente ainda mais forte. Neste momento o Borussia é quarto classificado na Bundesliga, a dezoito pontos do líder Bayern. A maturidade do plantel e poderia financeiro permite aos Bávaros continuar a dominar o futebol alemão sem concorrência à altura. Por seu lado, o Dortmund sofre as oscilações inerentes à juventude dos seus jogadores, sobretudo nas deslocações. Mas no Signal Iduna Park, o efeito da Parede Amarela é inegável. Só perdeu uma vez esta temporada em casa em todas as competições, no encontro da Supertaça frente ao Bayern.

A formação de Tuchel foi o carrasco do Benfica na ronda dos oitavos de final da Liga Milionárioa. Como tivemos oportunidade de acompanhar, esta é uma equipa de claro pender ofensivo. No início do jogo no Estádio da Luz os germânicos podiam ter marcado dois ou três de seguida. Mas Pierre Aubameyang estava em dia não, com a mira desafinada, e à medida que o tempo ia passando a frustração ia afetando as tomadas de decisão. Mitroglou, um matador à antiga, não se fez rogado na oportunidade que teve e assim os Encarnados partiram para Dortmund em vantagem (1-0). Em casa o jogo começou exatamente da mesma forma, mas dessa vez a bola entrou logo ao quarto minuto. O avançado gabonês vingou-se da prestação de Lisboa com um hat trick.

No fim de semana o Borussia foi à Allianz Arena de Munique perder com o Bayern (4-1). Aos dez minutos já os Bávaros venciam por dois a zero e tudo parecia indicar goleada pesada. Aos vinte Raphael Guerreiro reduziu o encontro ficou relançado. Mas no regresso do intervalo, Arjen Robben, que fez uma exibição endiabrada, marcou o terceiro para a formação de Ancelotti, e a partir daí tudo ficou novamente inclinado a favor dos da casa. O penalti de Lewandowski, aos sessenta e nove sentenciou o resultado e no minuto seguinte Tuchel tirou o jogador português, já a pensar no Mónaco.

Julian Weigl e André Schurrle não estão a cem por cento mas devem ser opção para terça-feira. Erik Durm e Kagawa ainda estão em dúvida.

Onze Provável: Burki – Piszczek, Sokratis, Bartra, Schmelzer – Weigl – Pulisic, Gonzalo Castro, Raphael Guerreiro, Dembélé – Aubameyang.

Liga dos CampeõesO AS Monaco surpreendeu muita gente ao acabar com as pretensões do Manchester City na Liga dos Campeões. Grande parte da surpresa veio do trabalho de Leonardo Jardim, que montou uma estratégia concertada para anular as forças do clube de Guardiola. Com uma equipa talentosa mas também muito jovem, o treinador português não se limitou a destruir o jogo adversário. Foi agressivo e assumiu o comando. Ao ponto do próprio técnico catalão ter dado os parabéns ao adversário porque ambos proporcionaram dois jogos que ficaram na retina e que lembraremos por muitos anos. Os monegascos foram perder a Manchester na primeira mão (5-3) mas marcaram dois golos preciosos no Etihad. Na segunda mão o Mónaco venceu por 3-1, eliminando os Citizens.

O AS Monaco está na primeira posição da Ligue 1, três pontos acima do PSG e apresenta a impressionante soma de oitenta e oito golos marcados em trinta e uma jornadas, mais vinte e quatro que os rivais parisienses. Bernardo Silva, Thomas Lemar e, sobretudo, Kylian Mbappé são alvo do interesse dos grandes clubes europeus e Jardim sabe que a época só será um sucesso se conseguir garantir troféus que o confirmem. O mais provável é que no próximo ano o clube não resista às propostas que chegarão entretanto.

Bakayoko, o marcador do terceiro golo em casa que sentenciou a passagem aos quartos de final, fica de fora por castigo. Boschilia e Guido Carrillo também são baixa, mas por lesão.

Onze Provável: Subasic – Raggi, Jemerson, Glik, Mendy – Bernardo Silva, Moutinho, Fabinho, Lemar – Mbappé, Falcao.

Este será o primeiro confronto entre as duas formações.

Prognóstico Odd Casa Erro
Primeira Parte: Ambas Equipas Marcam 2.70 Betclic
dortmund
Borussia Dortmund
  • País: Alemanha
  • Estádio: Signal Iduna Park
  • Cidade: Dortmund
  • Fundação: 1909

Ver ficha completa

as monaco
AS Monaco
  • País: França
  • Estádio: Louis II
  • Cidade: Mónaco
  • Fundação: 1924

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 2085
  • Média Odds usadas 2.2
  • Próg. certos 880
  • Próg. errados 1180
comments powered by Disqus

Últimos jogos