Menu

Borna Coric – Nick Kyrgios (Millennium Estoril Open)

Grande confronto em perspetiva para os quartos de final do Estoril Open. Borna Coric igualou, para já, a presença nos quartos de final do ano passado mas para ir mais longe terá que vencer Nick Kyrgios, finalista vencido da última edição. De certeza que estes dois vão ter muitos duelos, no topo da hierarquia do ténis, num futuro não muito longínquo. E nós vamos poder assistir ao inicío dessa grande rivalidade.

Borna Coric não defraudou e pelo segundo ano consecutivo chega aos quartos de final do Estoril Open. Mas ao vê-lo em court no Clube de Ténis do Estoril percebe-se o muito que cresceu ao longo destes doze meses. Para começar, na edição anterior ainda tinha no seu camarote o pai. Agora, depois de umas quantas experiências rápidas, o croata tem a orientação de Miles Maclagan, o que tem feito toda a diferença. O antigo tenista britânico sabe o que é treinar gente com talento e potencialidade – passaram-lhe pelas mãos Andy Murray, Kohlschreiber, Baghdatis ou Samantha Stosur, entre outos – e não ficou deslumbrado pelas capacidades de Coric. Fê-lo entender que qualquer um dos grandes trata de acrescentar armas ao seu arsenal e parece que a mensagem ressoou no jovem de dezanove anos. Em 2015, quando se estreou no ATP português o seu pontos forte, quase no singular, era a capacidade de resposta. Não direi que hoje é um jogador mais completo, porque ainda tem muita margem para evolução, mas é bastante mais capaz, tem mais recursos. A começar pelo serviço e uma boa pancada de direita.

A entrada em court, nesta segunda ronda, foi em força e rapidamente Borna Coric chegou ao 4-1 mas Rogério Silva Dutra começou a ambientar-se e assistimos a um segundo set bastante mais equilibrado. O brasileiro, centésimo primeiro do Ranking ATP, acabaria por conseguir o break que virou o parcial para o seu lado e obrigou o croata a jogar um terceiro parcial. O número quarenta mundial reagiu da melhor forma ao desafio e no set decisivo não deu hipóteses ao adversário. O serviço ajudou e muito a marcar essa vontade férrea de não deixar escapar o encontro. Está assim igualada a prestação do ano passado no Millennium Estoril Open, com a presença já garantida nos quartos de final. Agora o croata tem a possibilidade de superar essa marca.

No ano passado Coric eliminou o português Rui Machado (6-4, 5-7, 6-1), na segunda ronda, cedendo depois às mãos de Guillermo Garcia-López (6-3, 7-6).

Millennium Estoril OpenO croata iniciou a temporada de terra batida com uma final, em Marraquexe, onde foi o finalista vencido por Federico Delbonis (6-2, 6-4). Foi o seu segundo jogo de título em 2016, depois de ter perdido com Wawrinka em Chennai (6-3, 7-5).

No dia que fez vinte e um anos Nick Kyrgios carimbou a passagem aos quartos de final do torneio português. Já se está a tornar um hábito para o australiano vir festejar o aniversário no Estoril Open. No ano passado chegou no Clube de Ténis do Estoril à sua primeira final no circuito ATP, tendo sido Richard Gasquet a levar o troféu.

O seu jogo de estreia nesta edição do Estoril Open foi o primeiro que o australiano disputou em terra batida nesta temporada. Kyrgios teve alguns problemas nas costas neste início de 2016, que o obrigou a abandonar a meia-final do ATP do Dubai, frente a Stan Wawrinka (6-4, 3-0), e o limitou bastante na outra semifinal da temporada, no Masters de Miami, não conseguindo estar à altura de Nishikori (6-3, 7-5). Frente a Iñigo Cervantes o número vinte mundial aguentou-se bem, apesar das condições pesadas do court. Tinham caído uns pingos de chuva antes de se iniciar o encontro. O primeiro set seguiu taco a taco até ao tie break, altura em que o serviço de Kyrgios o fez descolar, e o segundo parcial parecia embalado para o mesmo. Mas o segundo cabeça de série do torneio, a servir para fechar o encontro a seu favor, não facilitou (7-6, 7-5).

Kyrgios atingiu a maioridade tenística, por assim dizer, este ano em Marseille, conquistando o seu primeiro título de carreira no circuito ATP. Fê-lo em grande estilo, derrotando Gasquet (6-0, 6-4), Berdych (6-4, 6-2) e Marin Cilic (6-2, 7-6) nas etapas decisivas.

Este será o primeiro embate em Coric e Kyrgios, no que será o início de uma grande rivalidade.

Prognóstico Odd Casa Erro
Nick Kyrgios: Mais de 12.5 jogos 1.76 Betrally
Borna-Coric
Borna Coric
  • País: Croácia
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Nick_Kyrgios
Nick Kyrgios
  • País: Austrália
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1830
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 767
  • Próg. errados 1035
comments powered by Disqus

Últimos jogos