Menu
  • 28 março
  • 21:00
  • Betclic

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Bolívia – Argentina (Mundial 2018)

Sem convencer minimamente, a Argentina garantiu uma importante vitória sobre o Chile, na passada quinta-feira, que permitiu a subida ao terceiro lugar da classificação da zona CONMEBOL. Mas a aflição continua: há cinco equipas praticamente coladas a disputar as três posições que dão qualificação automática para o Mundial. Agora a Albiceleste viaja até La Paz, um destina habitualmente difícil, e com várias baixas de vulto. A Bolívia poupou alguns jogadores frente aos Cafeteros para poder estar na máxima força em casa. Vem aí surpresa?

A Bolívia é penúltima no grupo de apuramento sul-americano para o Mundial da Rússia. Só a Venezuela está pior. Somou apenas sete pontos em treze rondas já disputadas, mais um que os venezuelanos, e tem dez golos marcados e trinta e dois sofridos. À partida, a diferença de capacidades e estatuto entre as seleções do topo e as do fundo da tabela indicariam um jogo fácil para a Albiceleste mas não será, de todo, o caso. A verdade é que formações como a boliviana ou venezuelana já não lutam senão pelo amor-próprio e orgulho ferido. Traduzindo: não têm nada a perder e querer mostrar que não são tão más como os resultados que ostentam. A Colômbia que o diga. Só conseguiu marcar na sequência de uma grande penalidade. Carlos Lampe defendeu o primeiro remate de James Rodríguez mas na recarga o cafetero corrigiu a pontaria. Considerando que Mauricio Soria optou por não utilizar alguns dos habituais titulares, já se pode antever as dificuldades que podem esperar Messi e companhia no Estádio Hernando Siles, em La Paz.

Onze Provável: Lampe – Saavedra, Raldes, Valverde, Bejarano – Wálter Flores, Raúl Castro – Campos, Chumacero, Arce – Martins Moreno.

A Argentina conseguMundial 2018 - Russiaiu uma importante vitória em Buenos Aires, na terça-feira. Um resultado que, aliado à derrota do Equador no Paraguai (2-1), permitiu à Albiceleste subir ao terceiro lugar da qualificação sul-americana para o próximo Mundial. Foi, aliás, o segundo triunfo consecutivo da seleção treinada por Edgardo Bauza sobre concorrentes diretos – Colômbia (3-0) e Chile (1-0) – pontos que serão certamente preciosos no lavar dos cestos deste apuramento. Há cinco candidatos – Uruguai, Argentina, Colômbia, Equador e Chile –, separados por três pontos, para três vagas de acesso direto ao Campeonato do Mundo. Retiro daqui o Brasil que já está com uma margem confortável. Os outros cinco estão numa fase de mata-mata. Quem escorregar pode ser obrigado a disputar o play-off com o melhor classificado da Oceania – Nova Zelândia ou Taiti – ou ficar mesmo arredado da competição que terá lugar na Rússia.

O selecionador argentino acredita que a qualificação automática não escapará se a Argentina vencer os dois jogos em casa que restam – Venezuela e Peru – mas é uma aposta arriscada. Afinal de contas, perder com o Paraguai, em Córdoba, em novembro passado, não estava nos planos e aconteceu.

A visita a La Paz evoca memórias complicadas e a precisar de pontuar a Albiceleste tem uma mão cheia de baixas de vulto. Gonzalo Higuaín, Javier Mascherano, Lucas Biglia e Nicolás Otamendi estão fora porque viram o quinto amarelo. Se a estes juntarmos Gabriel Mercado, descartado devido a uma rutura, e Emmanuel Mas, em dúvida com um traumatismo, percebemos a dificuldade na definição do onze. Na defesa só Marcos Rojo se deve manter, em relação ao encontro com os chilenos. E Mascherano tem sido uma peça fulcral para cobrir os buracos que os homens da retaguarda têm dado. Sem ele, e sem Biglia para iniciar o primeiro momento de construção, esta formação vai ficar ainda mais dependente da inspiração de Leo Messi.

Para cobrir as ausências, Bauza teve que fazer três acrescentos de última hora à convocatória – Lucas Alario, Matias Caruzzo e Iván Marcano – os reforços possíveis, todos a jogar no campeonato argentino.

Onze Provável: Romero – Buffarini, Musacchio, Roncaglia, Funes Mori, Rojo – Messi, Pizarro, Banega, Di Maria – Pratto.

Argentina
3-0
Bolívia
Copa América 2016
Argentina
2-0
Bolívia
Mundial 2018 (Q) CONMEBOL
Argentina
7-0
Bolívia
Amigáveis 2015
Argentina
5-0
Bolívia
Amigáveis 2015

A Argentina venceu os últimos quatro confrontos com a seleção boliviana, sem conceder golos. Mas, em momentos de pressão, vem à memória o 6-1 que sofreu no Hernando Siles em 2009, era Diego Armando Maradona o selecionador da Albiceleste.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 2.5 golos 1.75 Betclic
Bolívia
Bolívia
  • País: Bolívia
  • Estádio:
  • Cidade: La Paz
  • Fundação: 1925

Ver ficha completa

argentina
Argentina
  • País: Argentina
  • Estádio:
  • Cidade: Buenos Aires
  • Fundação: 1893

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1906
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 803
  • Próg. errados 1077
comments powered by Disqus

Últimos jogos