Menu
  • 16 fevereiro
  • 19:45
  • Betrally

Benfica – Zenit (Liga dos Campeões)

Regressam as quartas-feiras europeias ao Estádio da Luz, com os homens de Rui Vitória a receber o Zenit de André Villas-Boas. O treinador português da equipa russa espera manter a eliminatória em aberto em Lisboa, para poder decidi-la em S. Petersburgo. Mas a derrota do Benfica no fim de semana, no clássico, até pode funcionar para espicaçar os brios das Águias. As opções no eixo da defesa estão limitadas. Veremos se o treinador encarnado vai fazer alterações ao habitual esquema da equipa.

Esta primeira mão dos oitavos de final pode mesmo ser a situação ideal para o Benfica reagir à derrota inesperada do fim de semana. Na sexta-feira o rival azul e branco veio à Luz impor uma vitória sobre os homens de Rui Vitória (1-2). Os Encarnados, que tinham recuperado o atraso e estavam em igualdade pontual com o Sporting, na liderança do campeonato, perderam assim o primeiro lugar. São segundos, a igual distância (três pontos) de Leões, primeiros, e Dragões, terceiros.

Estes jogos são sempre muito desgastantes do ponto de vista emocional e não ter muito tempo para pensar no assunto pode ser benéfico. A verdade é que a equipa teve que começar quase de imediato a preparar a receção ao Zenit e o desaire ficou para trás das costas.

O Benfica foi segundo classificado no Grupo C, atrás dos Colchoneros. É um dos poucos aspetos em que Vitória pode puxar dos louros, sem ficar a perder nas comparações com Jorge Jesus, que nunca teve particular sucesso na prova de elite europeia. A boa campanha feita até aqui é para continuar e, sinceramente, dentro do que podiam ser os adversários nestes oitavos de final, o clube de André Villas-Boas não é dos piores.

O jogo de sexta-feira foi o primeiro desaire em catorze jogos, em todas as competições. O Benfica não perdia desde o início de dezembro, no último jogo da fase de grupos da Liga Milionária, que trouxe o Atlético de Madrid à Luz (1-2). A equipa tem estado a jogar impulsionada pelo talento de Renato Sanches, e tem no entrosamento entre os elementos ofensivos a sua maior força.

Há duas baixas confirmadas para esta primeira mão. O capitão Luisão foi novamente operado ao braço e está descartado. Lisandro López e Lubomir Fejsa estão em dúvida.

Onze Provável: Júlio César – André Almeida, Lindelof, Jardel, Eliseu – Pizzi, Samaris, Renato Sanches, Gaitán – Jiménez, Mitroglou.

Liga dos CampeõesO Campeonato russo está parado desde o início de dezembro e só regressa no final deste mês. Assim, a última partida competitiva que o Zenit cumpriu foi a deslocação ao terreno do Gent, a fechar a fase de grupos. O clube orientado por André Villas-Boas está no sexto posto da Liga Russa, com trinta pontos, os mesmos que o quarto classificado o Spartak de Moscovo, e venceu o grupo H da Liga dos Campeões. É certo que tanto Valência como Lyon foram fraca oposição mas o Zenit seguiu para os oitavos com inteiro mérito. Por um lado, o treinador português teve dois meses para descansar os seus jogadores e preparar com total dedicação a visita à Luz. O revés desta medalha é a falta de competição, o que pode quebrar muito o foco de um conjunto. Foram organizados campos de treino em Portugal e sul de Espanha para manter a equipa a trabalhar intensamente, ao mesmo tempo que se ambientava às condições climatéricas.

O Zenit tem em Hulk a sua figura maior e no caudal ofensivo a maior arma. Defensivamente é explorável, sobretudo porque os homens mais adiantados não colaboram nos momentos defensivos. O brasileiro que representou o FC Porto teve dedo em quase cinquenta por cento dos golos da equipa esta temporada, quer com a finalização, quer com assistências. Dzyuba, e mesmo Kokorin, libertaram-no bastante dessa carga de homem golo, mais posicional, e hoje Hulk trabalha muito mais solto.

Villas-Boas aposta forte na possibilidade de levar a eliminatória em aberto para ser decidida no Estádio Petrovsky, querendo aproveitar a estranheza de equipas estrangeiras aos rigores do inverno russo.

Faizulin, Malafeev e Smolnikov estão lesionados. Ryazantsev também é hipótese pouco provável.

Onze Provável: Lodygin – Anyukov, Garay, Lombaerts, Criscito – Javi García, Witsel – Hulk, Danny, Shatov – Dzyuba.

Zenit 1-0 Benfica LC 2014/2015
Benfica 0-2 Zenit LC 2014/2015
Benfica 2-0 Zenit LC 2011/2012
Zenit 3-2 Benfica LC 2011/2012

Na temporada passada as duas equipas calharam no Grupo C da Liga dos Campeões e o Zenit venceu os dois confrontos. Mas Villas-Boas diz esperar um Benfica revoltado com a derrota recente.

Prognóstico Odd Casa Erro
Ambas as Equipas Marcam 2.00 Betrally
benfica
Benfica
  • País: Portugal
  • Estádio: Estádio da Luz
  • Cidade: Lisboa
  • Fundação: 1904

Ver ficha completa

zenit
Zenit
  • País: Rússia
  • Estádio: Petrovsky
  • Cidade: Saint-Peterburg
  • Fundação: 1925

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1779
  • Média Odds usadas 2.22
  • Próg. certos 746
  • Próg. errados 1008
comments powered by Disqus

Últimos jogos