Menu
Primeira Liga 27ª Jornada

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Benfica – FC Porto (Liga NOS)

O jogo do título realiza-se no dia 1 de Abril de 2017, num Estádio da Luz completamente cheio, com um ambiente de cortar à faca, pela forma como as duas equipas chegam a este encontro, marcadas pela ansiedade depois de ambas terem empatado as partidas anteriores, e também a viver nos limites das suas potencialidades, o Benfica em fase de menor demonstração de dinamismo colectivo, o FC Porto a tocar o máximo que algumas das suas peças parecem poder dar em termos exibicionais. Com os encarnados na frente, poderá haver alguns cuidados da parte de Rui Vitória, que tende a sentir-se mais confortável quando encara o jogo do ponto-de-vista defensivo. Por sua parte, Nuno Espírito Santo não quererá expor-se em demasia, mas caber-lhe-á buscar a vitória neste encontro, para ficar dependente de si próprio. Com tudo isto, a verdade é que ambos os conjuntos também terão que fazer o contrário daquilo que mais lhes convém, até porque a jogar em casa o Benfica não poderá ser uma equipa exclusivamente defensiva. Um olhar para o que cada equipa poderá trazer para o jogo.

O Benfica está em primeiro lugar, graças ao facto do FC Porto ter empatado depois de os encarnados também terem cedido pontos na jornada passada. Esse primeiro lugar era, há umas semanas, visto como uma vantagem, mas também como uma ameaça, tendo em conta que a aproximação feita pelo adversário era como um avião que se faz a uma pista de aterragem para dominar o território – inevitável. As contas terão sido manipuladas na última jornada, quando ambos empataram. De repente, a vantagem do Benfica foi solidificada (ainda que se encontre exactamente igual), tendo em conta que o Porto não aproveitou a possibilidade que se lhe oferecia. Poderá, assim, Rui Vitória abordar este jogo da maneira que mais lhe agrada. Com cuidados defensivos, expectante, tentando apanhar o adversário na teia ao vê-lo avançar em busca do golo. É uma situação confortável para Rui Vitória porque lhe oferece espaço para as suas individualidades no ataque resolverem os problemas ofensivos. Em termos de modelo de jogo, não se vê neste Benfica ideias sólidas para atacar o adversário. A equipa vive um pouco das rupturas criadas a partir de Nélson Semedo, Jonas ou dos seus extremos (uns melhores do que outros a alimentarem esta intenção), com Mitroglou a funcionar como peça agregadora desses desequilíbrios no momento do golo. Fejsa, Eliseu, Lindelof e Raul Jiménez tiveram, todos, problemas físicos que, ainda assim, os poderão trazer para jogo. Grimaldo também poderá estar de volta. Várias questões para serem respondidas nas horas antes do jogo começar.

Onze |Provável: Éderson – Nélson Semedo, Lindelof, Luisão, Grimaldo – Fejsa, Pizzi – Salvio, Jonas, Carrillo – Mitroglou.

Liga NOSPara o FC Porto, teria sido melhor chegar em primeiro lugar ao Estádio da Luz? Ser primeiro é sempre melhor do que ser segundo, mas, num campeonato de resistência, não costuma haver grande interesse em tomar a dianteira antes de tempo. Perante isso, parece-me que para a equipa de Nuno Espírito Santo, o Benfica ter ganho em Paços de Ferreira, confirmando o Porto uma vitória também frente aos sadinos, teria prolongado a narrativa que mais lhe interessava. O do perseguidor que come terreno em busca de apanhar o líder. Perdida essa possibilidade, terá que ser um Porto ligeiramente diferente aquele que chega à Luz. Uma equipa que tem consciência de que o Benfica poderá voltar a tropeçar, mas também uma equipa que não está segura de que não será ela própria a perder pontos. Assim, um Porto forte na zona intermediária, onde tem mais ideias, mais princípios e movimentações difíceis de travar. Por outro, um Porto com uma defesa que cede muito poucas vezes, não se permitindo ao adversário situações de duelos individuais. Finalmente, um Tiquinho Soares uma vez mais como referência de criação de dificuldades ao adversário. A maneira como o jogador mais adiantado da equipa pode criar engulhos na criação do Benfica passa até por ser uma carta que o Porto pode usar como trunfo. Não permitir, em momento algum, que seja o Benfica a marcar primeiro. Não marcar cedo demais, a não ser que se prepare para pisar os encarnados no seu próprio terreno. A dúvida é sempre perceber se o FC Porto tem talento e capacidade para tudo isso. Se não estaremos a ver no presente uma parte da história que surge como holograma nas características de alguns jogadores do plantel.

Onze Provável: Casillas – Maxi Pereira, Felipe, Marcano, Alex Telles – Danilo – Corona, Herrera, Óliver, Brahimi – Tiquinho Soares.

O golo do Benfica nos últimos minutos do jogo da primeira volta permitiu um empate que, não retirando toda a vida aos portistas, deu força para o Benfica atingir as vantagens que chegou a ter. No entanto, passados quatro meses, estamos perante um eventual momento de viragem na história da Liga NOS 2016/17.

Não há favoritos neste jogo. Existem duas dinâmicas que, ao cruzarem-se, criam espaço para eventuais situações que só poderão ser resolvidas dentro do próprio jogo. Quem marca primeiro, quem marca o segundo golo (para vantagem ou empate), como se gerem os momentos de cada jogador no quadro colectivo que se pretende atingir. Minuto a minuto, as respostas acabarão por nos aproximar do resultado final.

Prognóstico Odd Casa Erro
HT/ FT: Porto / Porto 4.30 Betclic
benfica
Benfica
  • País: Portugal
  • Estádio: Estádio da Luz
  • Cidade: Lisboa
  • Fundação: 1904

Ver ficha completa

FC Porto
FC Porto
  • País: Portugal
  • Estádio: Estádio do Dragão
  • Cidade: Porto
  • Fundação: 1893

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2880
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1352
  • Próg. errados 1487
comments powered by Disqus

Últimos jogos