Menu

BATE Borisov – Videoton (Liga dos Campeões)

O campeão bielorrusso tem sido um dos clientes habituais da Liga dos Campeões, com três presenças na fase de grupos nos últimos cinco anos. A equipa nem sempre tem sido capaz de se demonstrar ao nível dos adversários mais poderosos, mas no que toca a rondas de qualificação, tem um currículo que fala por si e serve para intimidar os adversários. Na partida da primeira mão, na Hungria, cedeu um empate, sofrendo nos últimos minutos um golo que alimenta as esperanças do Videoton. Esperanças, essas, que deverão ser poucas, com o segundo jogo da eliminatória a disputar-se em Borisov.

É repetidamente visto como uma vantagem e, nesta ocasião, não será diferente. O BATE Borisov está em plena temporada competitiva, com o campeonato local a ter já catorze encontros disputados, tendo a equipa todos os mecanismos bastante bem oleados. O técnico Aleksandr Yermakovich orienta um conjunto que segue no primeiro lugar da Liga e nem o facto de, no próximo fim-de-semana, ter encontro marcado com o seu mais direto perseguidor, o Dínamo Minsk, que segue a oito pontos, o deverá desviar daquilo que é mais importante – manter-se na corrida para uma fase de grupos que é garante da manutenção do poderio local com os gordos prémios que proporciona. O golo do empate sofrido nos últimos momentos da partida na Hungria não ferem de sobremaneira os objetivos de uma equipa que, na eliminatória anterior, deixou pelo caminho os irlandeses do Dundalk, com uma vitória em casa e um empate fora de portas.

Onze provável: Chernik – Zhavnerchik, Dubra, Milunovic, Mladenovic – Nikolic, Baga – Gordeyschuk, Karnitskiy, Aleksievich – Rodionov.

Liga dos CampeõesO Videoton também já iniciou a sua Liga, ainda que o nono lugar que ocupa ao fim de três jornadas deixe bem claro que o principal objetivo da equipa está no conseguir de uma glória europeia que pudesse permitir uma entrada de milhões nos cofres do clube. Na eliminatória anterior, o Videoton conseguiu mesmo uma vitória fora de portas que lhe permitiu o apuramento, contra o The New Saints, do País de Gales. Obviamente que, perante uma equipa com a experiência do BATE, o nível de dificuldade aumentou, e muito, para os húngaros. A vitória do passado fim-de-semana frente ao DVKT permite, no entanto, alguma dose de confiança para um conjunto que terá, nesta partida, um dos seus maiores desafios da temporada. De notar ainda que se fala português no balneário do Videoton. Filipe Oliveira representa Portugal neste encontro, contando por companheiros com o brasileiro Paulo Vinícius e o guineense Alhassane Soumah.

Onze provável: Danilovic – Szolnoki, Juhasz, Paulo Vinícius, Maréval – Luijckx, Trebotic – Gyurcso, Kovacs, Filipe Oliveira – Ivanovski.

O único encontro disputado entre estas duas equipas foi o da primeira mão.

A jogar em casa, o BATE Borisov deverá impor a sua qualidade e experiência, conseguindo dessa forma o apuramento para um playoff onde a história recente deverá apontá-lo, uma vez mais, como um sério candidato à fase de grupos. Ainda assim, o Videoton já se mostrou capaz, esta temporada, de conseguir bons resultados fora, pelo que dará, seguramente, luta ao campeão bielorrusso.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 2.5 golos 2.12 Dhoze
BATE Borisov
BATE Borisov
  • País: Bielorrússia
  • Estádio: Borisov Arena
  • Cidade: Borisov
  • Fundação: 1973

Ver ficha completa

videoton
Videoton
  • País: Hungria
  • Estádio:
  • Cidade: Székesfehérvár
  • Fundação: 1941

Ver ficha completa

Luís Cristóvão
Luís Cristóvão
  • Próg. realizados 2890
  • Média Odds usadas 2.15
  • Próg. certos 1354
  • Próg. errados 1495
comments powered by Disqus

Últimos jogos