Menu

A Bet.pt oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

BATE Borisov – Rosenborg (Liga dos Campeões)

A segunda pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 dita um duplo confronto entre BATE Borisov e Rosenborg, campeões nacionais de Bielorrússia e Noruega, respetivamente. Ambas as equipas já galgaram uma eliminatória na atual edição da “liga milionária”.

O BATE Borisov não marca presença na fase de grupos da Liga dos Campeões desde a época 2015/16. Na última temporada, o detentor do título da Bielorrússia alcançou os 16 avos de final da Liga Europa, etapa da competição em que marcou encontro com o Arsenal e chegou mesmo a vencer o primeiro jogo (1-0), caindo no entanto na deslocação ao Emirates (3-0). Uma vez a Vysshaya Liga (campeonato bielorrusso) decorre entre março e novembro, o BATE Borisov está em plena temporada e leva já 15 jornadas “nas pernas”. Por esta altura, é segundo colocado com 37 pontos, menos dois que o líder Dínamo Brest, mas tem menos um jogo disputado.

Orientado pelo jovem Alyaksey Baha – técnico que conta as mesmas 38 primaveras que Aliaksandr Hleb, “figura” deste BATE Borisov que continua no ativo -, o campeão bielorrusso possui a defesa menos batida do campeonato bielorruso (seis golos sofridos em 15 jogos) e o segundo melhor ataque (28 golos contra 37 do Dínamo). Note-se que ambas as equipas marcaram nos últimos quatro jogos disputados pelo BATE Borisov.

Na eliminatória anterior, o BATE Borisov começou por empatar a uma bola em casa com os polacos do Piast Gliwice, resultado que deixava a equipa em desvantagem antes da ida até à Polónia, mas a formação bielorrussa foi capaz de alcançar um grande resultado no Stadion Piast – apesar de ter entrado a perder, nos últimos dez minutos, o BATE chegou ao empate graças a um golo de Hervaine Moukam na conversão de uma grande penalidade e Zhakar Volkov fez o 1-2 a três minutos do fim.

O BATE não perde desde o dia 6 de maio e já disputou 11 jogos desde então. Além disso, venceu os últimos quatro encontros que disputou para o campeonato. No último fim-de-semana, o BATE não foi a jogo e também não ter qualquer compromisso agendado entre os dois encontros desta eliminatória, podendo focar-se totalmente no duplo confronto com o Rosenborg.

Onze provável: Chichkan, Rios, Simovic, Volkov, Filipovic, Yablonski, Baga, Dragun, Moukam, Stasevich, Tuominen

Liga dos CampeõesA situação competitiva do Rosenborg é idêntica: a Eliteserien, principal divisão do futebol norueguês, também se joga entre os meses de março e novembro, pelo que o campeão em título daquele país nórdico leva também 15 jornadas disputadas. Após (mais) um mau início de temporada, tal como já vem sendo hábito ao longo dos últimos anos, o Rosenborg tem subido de produção e é quinto colocado da tabela com 24 pontos, a seis de distância do Molde.

A equipa de Trondheim atravessa um bom momento, dado que venceu os últimos cinco jogos oficiais, bem como nove dos últimos dez anos. Na sequência mais recente incluem-se as duas vitórias na primeira pré-eliminatória da Liga dos Campeões frente ao Linfield, por duas bolas a zero fora de casa e por quatro tentos sem resposta na Noruega. A exigência da eliminatória com o BATE Borisov nada terá que ver com a anterior, mas a verdade é que o Rosenborg de Erik Horneland parece estar a viver a melhor fase da temporada. Os números do Rosenborg a nível doméstico não impressionam (20 golos marcados e 18 sofridos em 15 jogos), mas é importante considerar que esta é uma equipa que atravessa agora o seu melhor momento.

Os noruegueses não têm nenhum desafio agendado entre os dois encontros da eliminatória. O facto de poderem decidir a eliminatória em Trondheim joga naturalmente a seu favor.

Onze provável: Hansen, Hedenstad, Reginiussen, Hovland, Meling, Konradsem, Trondsen, Jensen, Akintola, de Lanlay, Soderlund

As duas equipas estão em plena competição nos seus campeonatos domésticos. Desse ponto de vista, poderemos vir a assistir a dois dos embates mais interessantes nesta fase da Liga dos Campeões. Nesta primeira mão, a jogar em casa, o BATE não pode repetir o “deslize” da eliminatória anterior, sob pena de não conseguir dar a volta à situação.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Rosenborg Para Marcar 1.40 Bet.pt
BATE Borisov
BATE Borisov
  • País: Bielorrússia
  • Estádio: Borisov Arena
  • Cidade: Borisov
  • Fundação: 1973

Ver ficha completa

rosenborg
Rosenborg
  • País: Noruega
  • Estádio: Lerkendal Stadion
  • Cidade: Trondheim
  • Fundação: 1917

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 2247
  • Média Odds usadas 1.75
  • Próg. certos 1203
  • Próg. errados 958
comments powered by Disqus

Últimos jogos