Menu

Barcelona – Atlético de Madrid (Liga dos Campeões)

O Barcelona e o Atlético de Madrid medem forças esta terça-feira, em Camp Nou, num embate a valer para a 1ª mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. O conjunto da casa, e actual campeão em prova, chega aqui após sofrer a primeira derrota desde o início de Outubro, num encontro onde recebeu o rival Real Madrid em mais um El Clássico, acabando derrotados por 1-2. Já o Atlético de Madrid chega aqui motivado com a goleada do fim de semana sobre o Real Betis, onde venceram por 5-1.

Barcelona garantiu acesso a esta etapa da competição ao conseguir o 1º lugar do Grupo E da Fase de Grupos, constituído ainda pela AS Roma, Bayer Leverkusen e BATE Borisov, alcançando os oitavos de final onde tiraram o Arsenal do seu caminho. No jogo deste fim de semana, os Culés acabaram derrotados no seu próprio território às mãos do Real Madrid, em mais uma edição do El Clássico, sendo que este conjunto orientado por Luis Enrique já não provava o sabor da derrota desde o início de Outubro, e não eram derrotados em casa desde Fevereiro de 2015. Apesar de terem saído derrotados da última jornada, este desaire não teve o mínimo impacto na corrida pelo título, uma vez que os Blaugranas se mantêm na liderança da tabela de classificação geral com 76 pontos, fruto de 24 vitórias, 4 empates e 3 derrotas, com parciais de 87 golos marcados e 26 golos sofridos, mantendo já uma vantagem de 6 pontos sobre o 2º classificado Atlético de Madrid, e 7 sobre o 3º Real Madrid. Para além da Liga Milionária e do campeonato espanhol, os pupilos de Luis Enrique têm ainda em mãos a final da Taça do Rei por disputar, agendada para o dia 22 de Maio frente ao Sevilla.

O Barça não prova o sabor da derrota no seu território desde 2013, em jogos a contarem para a Liga dos Campeões, contando ainda com um bom histórico de confrontos directos frente a este seu oponente em jogo, onde perdeu apenas 1 dos últimos 18 jogos, que por coincidência, foi a contar para os quartos de final desta Liga Milionária, em 2013/14 no Vicente Calderón. Os Culés conhecem muito bem o adversário que para além do Real Madrid, são os únicos a conseguirem acompanhar o seu ritmo em Espanha, devendo entrar aqui focados em não permitirem que voltem a sair derrotados no seu próprio reduto, diante dos seus adeptos. De forma a procurarem vingança do último desaire, o Barça deverá entrar com tudo em campo, tirando o máximo de proveito daquilo que fazem melhor, tal como controlar o jogo no meio campo adversário, executando passes curtos, e optando por um futebol onde privilegiam a posse de bola, realizando ataques pelos corredores onde contam a presença de 2 dos 3 melhores jogadores do Mundo, Messi e Neymar, ambos dotados de uma enorme qualidade técnica, velocidade e inteligência táctica. Para completar o tridente ofensivo, Luis Suárez será o homem mais avançado no terreno, responsável por desestabilizar a defensiva madridista, sendo que o uruguaio é o melhor marcador da equipa, e o 2º melhor marcador do campeonato com 26 tentos assinalados e ainda com 12 assistências feitas, contribuindo assim em 38 golos da sua equipa apenas na Liga BBVA.

Nos seus últimos 5 jogos oficiais, o Barcelona apresenta um histórico de 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma vitória por 0-4 em terreno do Eibar. Seguiu-se uma vitória por 6-0 na recepção ao Getafe, uma vitória por 3-1 na recepção ao Arsenal, em jogo a contar para a Liga dos Campeões, um empate por 2-2 em terreno do Villarreal, e na última jornada, uma derrota por 1-2 na recepção ao Real Madrid. Sandro Ramírez, Adriano e Jeremy Mathieu estão de fora, todos lesionados.

Onze Provável: Stegen – Alves, Mascherano, Pique e Alba – Rakitic, Busquets e Iniesta – Messi, Suárez e Neymar.

Liga dos CampeõesAtlético de Madrid, por sua vez, garantiu acesso a esta etapa da prova começando por conseguir o 1º lugar do Grupo C, constituído pelo Benfica, Galatasaray e Astana, e ultrapassando os oitavos de final ao eliminar o PSV. Os Indios chegam aqui após uma goleada no campeonato espanhol, onde venceram por 5-1 na recepção ao Real Betis, mantendo-se então em 2º lugar na tabela de classificação geral com 70 pontos, fruto de 22 vitórias, 4 empates e 5 derrotas, com parciais de 51 golos marcados e 15 golos sofridos, ficando com apenas 1 ponto de superioridade sobre o 3º classificado Real Madrid, e com uma desvantagem de 6 pontos em relação ao líder Barcelona. Orientados por Diego Simeone, este conjunto tem-se mostrado o único a conseguir acompanhar o Barcelona no campeonato espanhol, sendo que grande parte do seu êxito se deve à enorme consistência e organização do sector defensivo, tendo apenas concedido 15 golos em 31 embates disputados, o que dá uma média inferior a 0,5 golos por jogo, sem dúvida, um registo fenomenal por parte do conjunto da capital.

Com a vitória de 5-1 sobre o Real Betis no fim de semana, o técnico argentino espera que os seus homens levem a pontaria afinada e a mesma capacidade finalizadora para Camp Nou, uma vez que se mostraram incapazes de marcar qualquer golo nos últimos 245 minutos disputados nesta Liga dos Campeões. Os Colchoneros irão então enfrentar um emblema que conhecem bastante bem, devendo entrar cautelosos e bastante concentrados de forma a explorarem as fragilidades do seu adversário. Os pupilos de Diego Simeone também optam várias vezes por controlar o jogo através de passes curtos no meio campo adversário, mostrando também uma forte capacidade de roubar a bola aos adversários e em baterem livres directos. É certo que os Colchoneros irão fazer os possíveis para tentar levar um resultado positivo para a 2ª mão, no entanto, este é um jogo onde deverão actuar muito fechados na defesa à espera da melhor chance para contra-atacar, o que pode ser um problema, visto que embora conte com um dos melhores sectores defensivos da Europa, não há como dar certezas que conseguiram bloquear um ataque composto por Messi, Neymar e Suárez. Ainda para mais, as coisas podem ficar feias para o emblema da capital de Espanha, que vê os seus dois principais defesas centrais, Diego Godín e Giménez, em dúvida para este encontro, ambos com problemas físicos.

Nos seus últimos 5 jogos oficiais, o Atlético de Madrid apresenta um histórico de 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma vitória por 1-3 em terreno do Valencia. Seguiu-se uma vitória por 3-0 na recepção ao Deportivo, um empate por 0-0 na recepção ao PSV, em jogo a contar para a Liga dos Campeões, uma derrota por 2-1 em terreno do Sporting Gijón, e na última jornada, uma vitória por 5-1 na recepção ao Real Betis. Tiago é baixa confirmada, por lesão, ficando ainda em dúvida a presença de Diego Godín, Giménez e Yannick Carrasco.

Onze Provável: Oblak – Juanfran, Giménez, Godín e Luis – Koke, Gabi, Fernández e Ñiguez – Griezmann e Torres.

Nos seus últimos 8 confrontos directos, o Barcelona venceu 6 embates, tendo o Atlético de Madrid vencido apenas 1, e empatado o restante.

Barcelona 2-1 Atlético Madrid
Liga BBVA 15/16
Atlético Madrid 1-2 Barcelona
Liga BBVA 15/16
Atlético Madrid 0-1 Barcelona
Liga BBVA 14/15
Atlético Madrid 2-3 Barcelona
Copa Rey 14/15
Barcelona 1-0 Atlético Madrid
Copa Rey 14/15
Barcelona 3-1 Atlético Madrid
Liga BBVA 14/15
Barcelona 1-1 Atlético Madrid
Liga BBVA 13/14
Atlético Madrid
1-0
Barcelona
LC 13/14

Este é um embate que coloca dois colossos espanhóis frente a frente. É certo que o favoritismo pende para o lado do conjunto da casa, que caso tenha a sorte dos centrais Diego Godín e Giménez não estarem em condições para o jogo, ficariam com a tarefa de vencer bem mais facilitada. No entanto, mesmo que estes se encontrem aptos, e apesar dos Colchoneros deverem actuar bastante fechados defensivamente, não há como garantir que estes consigam bloquear o tridente ofensivo mais forte do mundo, muito menos após estes 3 intervenientes estarem apagados durante o El Clássico, o que os deixa com uma dívida por pagar aos adeptos do Barcelona. O Atlético tem tido êxito em bloquear o trio ofensivo dos Blaugranas nos primeiros minutos de jogo, mas com a fadiga acabam por ir cedendo espaços, e o talento acaba por vencer o cansaço.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Barcelona Mais de 1.5 Golos 1.71 Betrally
barcelona
Barcelona
  • País: Espanha
  • Estádio: Camp Nou
  • Cidade: Barcelona
  • Fundação: 1899

Ver ficha completa

atle de madrid
Atlético de Madrid
  • País: Espanha
  • Estádio: Vicente Calderón
  • Cidade: Madrid
  • Fundação: 1903

Ver ficha completa

Fabio Mota
Fabio Mota
  • Próg. realizados 1776
  • Média Odds usadas 1.83
  • Próg. certos 929
  • Próg. errados 755
comments powered by Disqus

Últimos jogos