Menu

Barcelona – Athletic Bilbao (Supertaça de Espanha)

Chocante. Histórico. São dois termos que se adequam perfeitamente ao que aconteceu na noite da pretérita sexta-feira no renovado San Mamés, em Bilbao, casa do Athletic local. Nem o mais optimista dos adeptos bascos esperaria uma resposta tão positiva da sua equipa, com uma estrondosa vitória por 4-0 diante de um Barcelona que acabava de conquistar a Supertaça Europeia. Também por essa ressaca da vitória continental se pode explicar parte deste resultado. Embora a eliminatória possa parecer sentenciada, tal como o técnico “blaugrana” Luís Enrique referiu, se há equipa capaz de “remontar” na segunda mão, essa equipa é definitivamente o Barcelona.

Noite de terça-feira na Península Ibérica, madrugada já em Tbilisi. O Barcelona não ganha para o susto mas acaba por conquistar a supertaça europeia no prolongamento, graças a um golo de Pedrito que fecha o resultado em 5-4. É o primeiro troféu de um possível “sextete” que os “blaugrana” tentarão conquistar na nova temporada. Taça conquistada, comemoração e foco imediatamente voltado para a disputa de outro “caneco”: A supertaça, desta feita espanhola. Na noite de sexta-feira, em San Mamés, tem lugar a primeira mão deste duelo. Em Bilbao, as bancadas “rugem” e o leão basco ataca ferozmente um Barcelona desgastado, desconcentrado e que se apresenta com cinco alterações face ao jogo da supertaça europeia. O primeiro golo da partida, apontado do meio-campo por San José, faz com que os adeptos do Barça comecem a pressagiar o pior. E, de facto, não era noite para os catalães. Defensivamente, o Barcelona voltou a claudicar tal como já havia acontecido na Geórgia. O hat-trick de Aduriz catapulta o Athletic para uma vitória estrondosa, com contornos históricos e que coloca os bilbaínos à beira de terminarem com uma “seca” de troféus que dura há demasiado tempo: 31 anos. Luís Enrique deixa o aviso para a segunda mão: “Se há equipa capaz de recuperar desta desvantagem, é o Barcelona”. O histórico recente obriga o adepto a concordar. O campeão europeu dispõe de unidades dotadas de enorme qualidade e é muito forte a jogar em casa. O Athletic, por seu turno, também decerto que não dá o troféu conquistado apesar da vantagem que transporta.

Onze provável: ter Stegen, Mascherano, Alves, Piqué, Mathieu; Busquets, Iniesta, Rakitić, Rafinha, Messi, Suárez

Supertaça de EspanhaNa noite desta segunda-feira, disputa-se a segunda mão em Camp Nou. O Barcelona não se dá por vencido e, dentro das limitações que apresenta, dará tudo para tentar orquestrar aquilo que seria um grande feito: Dar a volta à eliminatória. Não há Neymar, mas há Messi, Suárez, Rakitic, Iniesta e companhia para assumir a missão. Mais uma vez, e dada a proximidade entre os dois jogos, o cansaço é um fator a ter em conta na hora de abordar este encontro. O Barça procurará ter bola, apresentando-se no registo do costume. Em Bilbao também conseguiu ter bola, mas falhou bastante no último terço, algo que neste jogo não poderá acontecer. Ao Athletic Bilbao caberá a missão de tentar segurar o adversário nos primeiros minutos, missão que não se afigura fácil. Veremos se este Barça consegue ser “super” e levar a cabo aquilo que seria quase que um milagre, como têm categorizado a hipótese em Espanha.

Onze provável:  Herrerín, Balenziaga, Laporte, Etxeita, de Marcos, Beñat, San Jose, Aketxe, Eraso Goni, de Moral, Aduriz.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 3.5 golos 1.86 Dhoze
barcelona
Barcelona
  • País: Espanha
  • Estádio: Camp Nou
  • Cidade: Barcelona
  • Fundação: 1899

Ver ficha completa

athleticbilbao
Athletic Bilbao
  • País: Espanha
  • Estádio: San Mamés
  • Cidade: Bilbao
  • Fundação: 1898

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1495
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 774
  • Próg. errados 645
comments powered by Disqus

Últimos jogos