Menu

Azerbaijão – República Checa (Europeu de Futsal 2016)

Derrotada pela campeã em título na estreia, a seleção do Azerbaijão joga a continuidade na prova frente à congénere da República Checa. Dado que o primeiro lugar do grupo não deverá escapar aos transalpinos, tudo indica que este encontro servirá para definir quem segue para os quartos-de-final na segunda posição do grupo.

Um pouco na linha daquilo que sucede com a relação entre a seleção do Cazaquistão e o Kayrat Almaty, a maior parte dos seleccionados do Azerbaijão também pertence a um emblema daquela nação, no caso o Araz. Falamos de um conjunto rotinado, composto por elementos talentosos e que apresenta capacidade suficiente para assegurar a passagem aos quartos-de-final da competição. A derrota com a seleção italiana (3-0) não belisca as aspirações da equipa azeri. Faustino Pérez alertou para a necessidade de melhorar do ponto de vista defensivo em relação ao último europeu e, embora o Azerbaijão tenha perdido novamente diante da seleção italiana, desta feita tal aconteceu por números inferiores – 3-0 e não 7-0, como em 2014. A equipa resistiu até ao último minuto da primeira parte, altura em que Alex Merlim conseguiu bater Huseynli, guarda-redes que esteve em grande foco durante os primeiros 20 minutos.

O Azerbaijão jogou praticamente durante toda a etapa complementar em situação de 5×4. Frente a uma das seleções que melhor contraria este tipo de situação, a lentidão da equipa azeri em termos de circulação impediu que a estratégia adoptada colhesse os devidos frutos. Expulso na primeira ronda por acumulação de amarelos, o camisola 10 Amadeu está arredado da disputa deste compromisso com os checos.

Cinco Provável: Huseynli, Eduardo, Augusto, Rafael, Borisov

UEFA Futsal EuroA República Checa é uma equipa com tradição em fases finais do campeonato da Europa, uma vez que não falha qualquer edição desde 2001. Derrotada pela Eslovénia (1-3) na”main round” de qualificação, a foi obrigada a disputar um “play-off” de acesso à fase final da competição. Mediu forças com uma Bielorrússia tacticamente muito disciplinada e levou a melhor à tangente: Após vencer por 2-1 em casa, empatou a uma bola na deslocação a Minsk à beira do apito final.

Ao contrário do que sucedeu com boa parte das equipas a concurso nesta fase final, a República Checa não atravessa um período de crescimento e repetir o terceiro lugar conquistado em 2010 é algo quase utópico – curiosamente, nessa edição, a medalha de bronze foi conquistada precisamente frente a esta equipa do Azerbaijão. Ainda assim, subestimar esta equipa orientada por Tomas Neumann desde 2005 poderá ser fatal. Esta equipa checa é maioritariamente composta por elementos experientes como Gercak, Resetar ou os irmãos Mares. Com Itália e Azerbaijão no mesmo grupo, a República Checa parte de uma posição recuada na corrida aos quartos-de-final. De resto, esta seleção não possui grande influência externa, uma vez que não conta com qualquer extra comunitário naturalizado.

Cinco Provável: Gercak, Novotny, Kovacs, Janovsky, Resetar

O Azerbaijão é favorito a vencer esta partida. A seleção checa trata-se de um conjunto em renovação, com vários jovens que se preparam para a estreia na fase final de uma grande competição. Continua muito dependente das suas figuras mais experientes, mas o próprio seleccionador já alertou para o facto de alguns elementos já não estarem na melhores condições do ponto de vista físico. A decisão relativa a quem avança para os quartos-de-final na segunda posição do grupo D passa por esta partida.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Vitória do Azerbaijão 2.02 Betrally
azerbaijão
Azerbaijão
  • País: Azerbaijão
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

República Checa
República Checa
  • País: República Checa
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1569
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 814
  • Próg. errados 679
comments powered by Disqus

Últimos jogos