Menu

A Betclic oferece-te um bónus de25€ grátis para este jogo!

Atlético Nacional – São Paulo (Taça Libertadores)

Conhecido como “clube da fé” por questões históricas, o São Paulo crê que é possível dar a volta à eliminatória em Medellín e garantir o acesso à final da Libertadores. A confiança impera nas hostes do “tricolor”, emblema que tem conseguido responder bem perante as adversidades nesta edição da Libertadores e quer anular a desvantagem de dois golos no no estádio Atanasio Girardot, terreno do Atlético Nacional.

O percurso do São Paulo na Libertadores 2016 carateriza-se por uma subida de produção gradual. Ainda na fase de grupos, depois da derrota inaugural frente ao The Strongest (0-1) e do empate diante do Trujillanos (1-1), a equipa ficou algo desacreditada aos olhos da crítica. Após garantir o acesso aos oitavos-de-final na segunda posição do grupo 1, o São Paulo eliminou o Toluca nos oitavos-de-final e superiorizou-se ao Atlético Mineiro na fase seguinte.

Na fase a eliminar, o São Paulo disputou sempre a primeira mão em casa. Goleou o Toluca nos oitavos-de-final, assegurou vantagem frente ao Atlético Mineiro nos quartos-de-final mas não conseguiu repetir o sucesso na primeira mão das meias-finais, ao perder no Morumbi frente ao Atlético Nacional por dois golos sem resposta. Na noite Paulista, o “tricolor” assumiu o jogo desde início, teve mais bola e deu sempre a sensação de ter o jogo controlado, mas a falta de discernimento na hora de finalizar saiu cara. O Atlético Nacional, organizado atrás, rápido em transição e incisivo no ataque, beneficiou da expulsão do central Maicon (73′) e, já para lá do minuto 80, marcou duas vezes por intermédio de Miguel Borja e assegurou uma vantagem muito importante para abordar a segunda mão. Se quiser seguir para a final, a equipa brasileira precisa de fazer algo que ainda não conseguiu nesta edição da Libertadores: Vencer fora de casa. Embora tenha marcado em todos os jogos que realizou na condição de visitante, a verdade é que o melhor que conseguiu foram qautro empates frente a César Vallejo, River Plate, Trujillanos e The Strongest.

Sob chuva intensa na noite de Medellín,  Edgardo Bauza ensaiou a estratégia para esta partida. Segundo a imprensa brasileira, o técnico que já venceu a Libertadores ao serviço do San Lorenzo pretende que a equipa exerça pressão alta, reduzindo os espaços ao adversário. Na última parte do treino, incidiu particularmente no capítulo da finalização. No encontro diante do América Mineiro, para o Brasileirão, Bauza abdicou da maioria dos habituais titulares tendo em vista o encontro de Medellín.

Paulo Henrique Ganso (lesionado) e Maicon (suspenso) são as principais baixas para este encontro. Kelvin, Ganso, Caramelo, Renan Ribeiro, Breno, Lucas Fernandes e Cueva (jogou na Libertadores pelo Toluca) também estão indisponíveis.

Onze Provável: Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes, João Schmidt, Centurión, Alan Kardec e Michel Bastos; Calleri.

copa libertadores 2014O Atlético Nacional demonstrou o porquê de ser a equipa sensação da Libertadores 2016 na deslocação ao Morumbi. Ao vencer em São Paulo, o conjunto “cafetero” conquistou uma vantagem confortável, que permite ter um pé na final.

Líder do grupo 4 com 16 pontos conquistados em 18 possíveis, o Atlético defrontou os argentinos do Huracán nos oitavos-de-final, emblema com o qual já tinha partilhado o grupo. Uma vitória (4-2) em Medellín após um empate sem golos no terreno do adversário permitiu seguir para a fase seguinte. Nos quartos-de-final, novo adversário de nacionalidade argentina. O Rosario, equipa que também deixou boas indicações ao longo da prova, não conseguiu preservar a vantagem (1-0) que conquistou na primeira mão, perdeu (3-1) na Colômbia e também abandonou o torneio. Neste percurso trilhado pelo Atlético, importa referir que, ao vencer no Morumbi, a equipa conquistou vantagem na primeira mão de uma eliminatória pela primeira vez. Dotada de muito talento individual e superiormente organizada, a equipa treinada por Reinaldo Rueda – técnico que conseguiu alcançar o equilíbrio perfeito entre juventude e experiência – está em óptima posição para garantir o acesso à final, até porque ainda não perdeu em casa. Exceptuando o encontro com o Huracán na última jornada da fase de grupos,  o Atlético venceu sempre por uma margem superior a dois golos nos encontros que disputou em casa.

Onze Provável: Franco Armani, Bocanegra, Alexis Henríquez, Davinson Sánchez, Farid Díaz, Alexander Mejía, Macnelly Torres, Sebastián Pérez, Marlos Moreno, Andres Ibarguen, Miguel Borja

O São Paulo viaja até Medellín apostado em garantir um apuramento com contornos históricos. Para anular a desvantagem de dois golos, a equipa brasileira procurará acercar-se da baliza de Armani desde o primeiro instante. A necessidade, associada à tendência do São Paulo para marcar golos sempre que joga fora de portas para a Libertadores, leva-nos a crer que o conjunto orientado por Bauza conseguirá festejar pelo menos uma vez em solo colombiano.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
São Paulo Para Marcar 1.52 Betclic
atletico nacional
Atlético Nacional
  • País: Colômbia
  • Estádio:
  • Cidade: Medellin
  • Fundação: 1947

Ver ficha completa

saopaulo
São Paulo
  • País: Brasil
  • Estádio: Morumbi
  • Cidade: São Paulo
  • Fundação: 1930

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1569
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 814
  • Próg. errados 679
comments powered by Disqus

Últimos jogos