Menu

Atlético Mineiro – São Paulo (Taça Libertadores)

O Independência recebe o encontro entre Atlético Mineiro e São Paulo, relativo à segunda mão dos quartos-de-final da Libertadores 2016. Depois de vencer no Morumbi pela margem miníma, o emblema Paulista viaja até a um estádio onde não vence a título oficial esde 2004. Está tudo em aberto e, ainda que em desvantagem, o Galo quer fazer valer a máxima “caiu no horto, está morto”.

Derrotado na deslocação ao Morumbi (1-0) em jogo da primeira mão, o Atlético Mineiro regressou a casa com aspirações intactas no que toca à possibilidade de garantir o acesso à próxima fase do torneio. O treinador Diego Aguirre atribuiu total prioridade à disputa da prova, de tal modo que abdicou de várias figuras habituais no jogo inaugural do Brasileirão 2016. Em noite de receção ao Santos, o Atlético Mineiro alinhou numa versão alternativa mas entrar com o pé direito, ao vencer em casa por uma bola a zero apesar de o adversário se ter apresentado com as suas escolhas habituais. Nos oitavos-de-final, o “Galo” resolveu a eliminatória em casa com uma vitória por duas bolas a uma diante do Racing Club, após um empate sem golos no famoso “Cilindro”.

Para este encontro com o São Paulo, o Atlético Mineiro atuará muito mais próximo da sua versão habitual Diego Aguirre vai ter que lidar com algumas baixas, visto que Robinho está arredado do compromisso devido a lesão e os médios Rafael Carioca e Junior Urso vão ter que cumprir castigo. São três baixas importantes na equipa, atendendo a que estamos a falar de atletas que foram titulares no jogo da primeira mão.

Onze Provável: Victor, Marcos Rocha, Patric, Leonardo Silva, Frickson Erazo, Douglas Santos, Carlos Eduardo, Lucas Cândido, Leandro Donizete, Hyuri e Lucas Pratto

copa libertadores 2014Tal e qual como o Atlético Mineiro, o São Paulo também alinhou com vários jogadores menos utilizados na primeira jornada do Brasileirão 2016. Edgardo Bauza escalonou uma equipa com vários atletas de segunda linha para encarar o Botafogo e deu-se bem, tendo em conta que venceu por uma bola a zero no encontro que marcou o regresso do “Fogão” à elite. É factual que o São Paulo está em vantagem, mas seria um erro considerar que a eliminatória está definida tendo em conta que a vantagem é miníma. A situação é bem mais complicada que na eliminatória anterior, quando o São Paulo se deslocou ao terreno do Toluca com quatro golos de vantagem.

Com apenas dois golos marcados nos últimos cinco encontros em casa do Atlético Mineiro, o tricolor sabe que marcar fora e portas é essencial. O São Paulo conseguiu fazer pelo menos um golos nos cinco jogos fora que realizou para a Libertadores, tendência que importa manter nesta deslocação. Praticamente na máxima força, “Patón” Bauza deverá escalonar a equipa no plano habitual, descurando a possibilidade de adoptar uma estratégia mais conservadora em função da vantagem que possui.

Onze Provável: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Kelvin e Calleri

A tradição diz-nos que é sempre difícil jogar no “Horto”, ainda para mais em clima de decisão. Na Libertadores 2013, o São Paulo perdeu duas vezes no Independência. No entanto, a verdade é que o Atlético Mineiro também não vai ter tarefa fácil para debelar esta eliminatória, atendendo ao facto de ter que vencer por dois golos de diferença. Em suma, a eliminatória entre dois conjuntos brasileiros está em aberto e é difícil definir um favorito a alcançar a qualificação para as meias-finais da Libertadores.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
São Paulo para Marcar 1.66 Betrally
atlético mineiro
Atlético Mineiro
  • País: Brasil
  • Estádio: Independência
  • Cidade: Belo Horizonte
  • Fundação: 1908

Ver ficha completa

saopaulo
São Paulo
  • País: Brasil
  • Estádio: Morumbi
  • Cidade: São Paulo
  • Fundação: 1930

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1495
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 776
  • Próg. errados 645
comments powered by Disqus

Últimos jogos